FO­RA DE CONTROLO

Folha 8 - - CULTURA -

Re­pú­bli­ca do tu­do em vão Do al­ça­pão É is­so É só fei­ti­ço Nin­guém tra­ba­lha­va O pe­tró­leo a to­dos sus­ten­ta­va A Ida­de da Pe­dra che­gou An­go­la vo­ou Para o In­fer­no, não re­gres­sou Aven­tu­rei­ros e co­mu­nis­tas Não ar­re­dam pé Fa­zem dis­to Um ac­to de fé Is­to es­tá em po­der da al­co­o­le­mia E da fei­ti­ça­ria Com opo­si­to­res em de­ma­sia Se en­co­lhe a de­mo­cra­cia Is­to não é de­mo­cra­cia É fei­ti­ça­ria Aqui a opo­si­ção Sem ima­gi­na­ção É co­mo um os­so Sem cão En­quan­to a jus­ti­ça For fei­ta por mi­li­tan­tes Fi­ca­re­mos co­mo an­tes À mer­cê de me­li­an­tes Des­vi­am-se mi­lhões, há mal-es­tar A jus­ti­ça não po­de ac­tu­ar A in­jus­ti­ça es­tá no al­tar Nin­guém a ou­sa en­fren­tar Is­to tem que mu­dar Por­que co­mo es­tá De­gra­da­ção do Mpla Não po­de con­ti­nu­ar Po­vo de­sin­for­ma­do É po­vo es­tu­pi­di­fi­ca­do Os cor­rup­tos se enal­te­cem, Os va­lo­res mo­rais apo­dre­cem Qu­an­do a opo­si­ção en­fra­que­ce A di­ta­du­ra se for­ta­le­ce On­de há mi­sé­ria e fome Na­da mais se con­so­me O que res­ta não pres­ta

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.