MA­CHIS­MO “XUXUADO” É RI­DÍ­CU­LO MAS NÃO MA­TA

Folha 8 - - QUENTE -

Na so­ci­e­da­de da “Al­deia Glo­bal” que é a nos­sa, apa­re­ceu re­cen­te­men­te uma mo­da oriun­da do Bra­sil, da qual o me­nos que se pos­sa di­zer é que ela é ao mes­mo tem­po uma pro­vo­ca­ção e um de­sa­fio à nos­sa ca­pa­ci­da­de de jul­ga­men­to dos nos­sos con­gé­ne­res: o co­lã “xuxuado”. Tra­ta-se de uma no­vi­da­de do sec­tor comercial do “pron­to a ves­tir”, que con­sis­te de al­gum mo­do em um “des­nu­da­men­to ves­ti­do”, ou se­ja, a mu­lher en­fia no cor­po um co­lã, di­to “xuxuado”, tão co­lan­te que os seus ór­gãos ge­ni­tais de pri­mei­ra im­por­tân­cia, a va­gi­na e os res­pec­ti­vos pul­po­sos lá­bi­os, fi­cam, por as­sim di­zer, ao léu, en­fim, es­cul­pi­dos por de­trás do fi­no te­ci­do do co­lã, de ma­nei­ra mui­tís­si­mo su­ges­ti­va.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.