DI­A­MAN­TES PA­RA MATUMBOS EN­GA­NAR

Folha 8 - - ECONOMIA -

A quan­ti­da­de de di­a­man­tes ex­por­ta­dos por An­go­la au­men­tou qua­se 7% en­tre Ju­nho e Ju­lho, che­gan­do aos 858.919,13 qui­la­tes, cor­res­pon­den­te a ven­das glo­bais que su­bi­ram pa­ra 98,3 mi­lhões de dó­la­res (82,3 mi­lhões de eu­ros). A in­for­ma­ção re­sul­ta de da­dos do Mi­nis­té­rio das Fi­nan­ças so­bre a ar­re­ca­da­ção de re­cei­tas di­a­man­tí­fe­ras em Ju­lho de 2017, apon­tan­do que An­go­la ven­dou em mé­dia, ca­da qui­la­te, a 114,48 dó­la­res, con­tra os 109,61 dó­la­res do mês an­te­ri­or. As ven­das de di­a­man­tes, se­gun­do mai­or pro­du­to de ex­por­ta­ção de An­go­la, ren­de­ram em to­do o mês de Ju­lho, aos co­fres do Es­ta­do, 1.041 mi­lhões de kwan­zas (5,2 mi­lhões de eu­ros) em re­cei­tas fis­cais, co­mo Im­pos­to In­dus­tri­al e ‘royal­ti­es’ pa­gos pe­las em­pre­sas mi­nei­ras, uma li­gei­ra que­bra fa­ce ao mês an­te­ri­or. Des­de o iní­cio do ano, An­go­la já ex­por­tou 5.571.503 qui­la­tes de di­a­man­tes, que por sua vez ren­de­ram 8.607 mi­lhões de kwan­zas (43,5 mi­lhões de eu­ros) em re­cei­tas fis­cais. As ven­das glo­bais des­de Ja­nei­ro as­cen­dem já a 615 mi­lhões de dó­la­res (515 mi­lhões de eu­ros), pe­río­do em que An­go­la che­gou a ex­por­tar ca­da qui­la­te a um pre­ço mé­dio de 123 dó­la­res, pi­co atin­gi­do no mês de Mar­ço. Os di­a­man­tes ren­de­ram a An­go­la 1.082 mi­lhões de dó­la­res (940 mi­lhões de eu­ros) em 2016, uma re­du­ção de 100 mi­lhões de dó­la­res (86,7 mi­lhões de eu­ros) com­pa­ra­ti­va­men­te a 2015, se­gun­do da­dos avan­ça­dos em De­zem­bro pas­sa­do pe­lo en­tão mi­nis­tro da Ge­o­lo­gia e Mi­nas de An­go­la (ho­je mi­nis­tro da Jus­ti­ça), Francisco Qu­ei­rós. “Em 2016, o sub­sec­tor dos di­a­man­tes re­gis­tou um bom de­sem­pe­nho no que se re­fe­re à pro­du­ção in­dus­tri­al, ten­do-se re­gis­ta­do uma di­mi­nui­ção con­si­de­rá­vel no mer­ca­do ar­te­sa­nal mo­ti­va­do pe­la es­cas­sez de di­vi­sas no mer­ca­do cambial”, ex­pli­cou o en­tão mi­nis­tro do sec­tor. A pro­du­ção to­tal de di­a­man­tes atin­giu os 8.934.000 qui­la­tes, cor­res­pon­den­te a 99,21% da me­ta cor­ri­gi­da de 2016. “Se não ti­ves­se ha­vi­do uma di­mi­nui­ção con­si­de­rá­vel na pro­du­ção ar­te­sa­nal de qua­se 60% da pro­du­ção, o vo­lu­me to­tal de di­a­man­tes es­te ano te­ria ul­tra­pas­sa­do a me­ta e atin­gi­do cer­ca de 102% da ci­fra pro­gra­ma­da”, dis­se o go­ver­nan­te. Francisco Qu­ei­rós anun­ci­a­ra an­te­ri­or­men­te a en­tra­da em ope­ra­ção do mai­or kim­ber­li­to do mun­do, o Lu­a­xe, na pro­vín­cia an­go­la­na da Lun­da Sul, e de ou­tros pro­jec­tos de mé­dia e pe­que­na di­men­são nas pro­vín­ci­as di­a­man­tí­fe­ras das Lun­das Nor­te e Sul, de Ma­lan­je, do Bié e do Cu­an­do Cu­ban­go, o que le­va­rá à du­pli­ca­ção da pro­du­ção di­a­man­tí­fe­ra an­go­la­na anu­al a par­tir de 2018.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.