Pro­du­ção de ro­chas re­gis­ta au­men­to

Jornal de Angola - - ECONOMIA -

O sec­tor de ro­chas or­na­men­tais, que en­glo­ba már­mo­res, gra­ni­tos e ro­chas si­mi­la­res, pro­du­ziu, em Ju­lho, seis mil me­tros cú­bi­cos, um au­men­to de 13,93 por cen­to em re­la­ção ao mês an­te­ri­or, pu­bli­cou o bo­le­tim in­for­ma­ti­vo do Mi­nis­té­rio da Geologia e Mi­nas. Em re­la­ção ao pe­río­do ho­mó­lo­go de 2015, em que a pro­du­ção foi de pou­co mais de dois mil me­tros cú­bi­cos, re­gis­tou-se um au­men­to de 195,61 por cen­to. Com a ci­fra do mês de Ju­lho, a pro­du­ção anu­al de ro­chas or­na­men­tais atin­ge um cres­ci­men­to de 55,07 por cen­to.

No pe­río­do ho­mó­lo­go de 2015, fo­ram ex­por­ta­dos 4.603 me­tros cú­bi­cos, o que re­pre­sen­ta uma di­mi­nui­ção de 13,42 por cen­to, em re­la­ção ao mês de Ju­nho de 2014, al­tu­ra em que fo­ram ex­por­ta­dos 5317 me­tros cú­bi­cos. Em re­la­ção ao pe­río­do ho­mó­lo­go de 2015, re­gis­tou­se um au­men­to de 31,44 por cen­to, de­vi­do à par­ti­ci­pa­ção de mai­or nú­me­ro de em­pre­sas. A Chi­na, com 49 por cen­to, foi o mai­or im­por­ta­dor de ro­chas, en­quan­to a Es­pa­nha es­te­ve em se­gun­do lu­gar, com 15 por cen­to e Vi­et­nam, com dez por cen­to, em ter­cei­ro lu­gar.

Itá­lia (com 7,00 por cen­to), Taiwan (com 5,00 por cen­to e Por­tu­gal (com 4,00 por cen­to), Po­ló­nia (4,00 por cen­to), Bra­sil (2,00 por cen­to, Áfri­ca do Sul (2,00por cen­to), Si­ri Lan­ka (1,00 por cen­to), Ín­dia (1,00 por cen­to) e Rús­sia (0,001 por cen­to) es­tão en­tre os paí­ses que me­nos com­pra­ram ro­chas do país.O va­lor das ven­das em Ju­lho, tan­to no mer­ca­do lo­cal quan­to no ex­ter­no, foi de um mi­lhão, 518.563 dó­la­res (mais de 27,37 por cen­to) .

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.