De­vo­tos do Bra­sil a ca­mi­nho de An­go­la

Ré­pli­ca da ima­gem de Nos­sa Se­nho­ra é le­va­da ao es­ta­do da Baía

Jornal de Angola - - SOCIEDADE - MAZARINO DA CU­NHA |

A pe­re­gri­na­ção ao Santuário da Nos­sa Se­nho­ra da Mu­xi­ma, a re­a­li­zar-se de sex­ta-fei­ra a do­min­go, con­ta es­te ano, com a par­ti­ci­pa­ção de uma de­le­ga­ção da Di­o­ce­se da Baía, no Bra­sil, anun­ci­ou on­tem, o bis­po de Vi­a­na, Dom Jo­a­quim Fer­rei­ra Lo­pes.

Em con­fe­rên­cia de im­pren­sa, Dom Jo­a­quim Fer­rei­ra Lo­pes dis­se que a de­le­ga­ção, de 12 mem­bros, de­ve le­var, no seu re­gres­so, uma ré­pli­ca da ima­gem da Ma­mã Mu­xi­ma, a exem­plo do que acon­te­ceu na pe­re­gri­na­ção an­te­ri­or com a Ar­gen­ti­na. É a pri­mei­ra vez que uma de­le­ga­ção ca­tó­li­ca bra­si­lei­ra vem a An­go­la pa­ra par­ti­ci­par na pe­re­gri­na­ção ao Santuário da Mu­xi­ma.

Dom Jo­a­quim Fer­rei­ra Lo­pes dis­se que a pe­re­gri­na­ção à Mu­xi­ma dei­xou de ser uma ac­ti­vi­da­de de âm­bi­to na­ci­o­nal pa­ra to­mar um ca­rác­ter in­ter­na­ci­o­nal, por cau­sa do ele­va­do nú­me­ro de pe­re­gri­nos vin­dos de vá­ri­as par­tes do mun­do.

O bis­po de Vi­a­na re­for­çou que a in­ter­na­ci­o­na­li­za­ção da pe­re­gri­na­ção à Mu­xi­ma se de­ve ao em­pe­nho e à en­tre­ga na co­ber­tu­ra e di­vul­ga­ção do even­to pe­los ór­gãos na­ci­o­nais de co­mu­ni­ca­ção so­ci­al.

O pre­la­do ca­tó­li­co dis­se que, des­de que foi cri­a­da a Di­o­ce­se de Vi­a­na, nas­ceu uma era de fa­mi­li­a­ri­za­ção en­tre os mei­os de co­mu­ni­ca­ção. “Is­so es­tá a per­mi­tir aos pe­re­gri­nos de ou­tras na­ções e cren­ças par­ti­ci­pa­rem anu­al­men­te na tra­di­ci­o­nal de­vo­ção ao Santuário da Nos­sa Se­nho­ra da Mu­xi­ma”, en­fa­ti­zou. A de­cor­rer sob o le­ma “Nos­sa Se­nho­ra da Mu­xi­ma - Mãe da Mi­se­ri­cór­dia Ro­gai Por Nós”, a pe­re­gri­na­ção in­clui li­tur­gi­as co­mo a re­za do ter­ço e via-sa­cra, na sex­ta.

A mis­sa de aber­tu­ra es­tá mar­ca­da pa­ra sá­ba­do, às 18 ho­ras, e é ce­le­bra­da pe­lo bis­po de Vi­a­na, se­gui­da de uma vi­gí­lia. O en­cer­ra­men­to es­tá pre­vis­to pa­ra do­min­go, às 9 ho­ras, com uma mis­sa a ser ce­le­bra­da pe­lo nún­cio Apos­tó­li­co, Dom Pe­tar Ra­jic. “A es­co­lha do te­ma “Nos­sa Se­nho­ra da Mu­xi­ma - Mãe da Mi­se­ri­cór­dia - Ro­gai Por Nós” en­qua­dra-se no Ano da Mi­se­ri­cór­dia, o que vai per­mi­tir a ca­da cris­tão uma re­fle­xão so­bre as su­as vi­das e das fa­mí­li­as, par­ti­cu­lar­men­te dos do­en­tes e in­de­fe­sos es­pa­lha­dos em to­do o mun­do”, re­ma­tou.

Con­di­ções pre­pa­ra­das

O por­ta-voz da Ad­mi­nis­tra­ção da Qui­ça­ma pa­ra a pe­re­gri­na­ção 2016, Luís Do­min­gos, as­se­gu­rou que es­tão cri­a­das as con­di­ções de se­gu­ran­ça, alo­ja­men­to, par­que­a­men­to, mo­bi­li­da­de, dis­tri­bui­ção de água po­tá­vel, ilu­mi­na­ção pú­bli­ca e as­sis­tên­cia mé­di­ca. Fri­sou que fo­ram ins­ta­la­dos 107 bal­neá­ri­os pú­bli­cos.

Pa­ra a as­sis­tên­cia mé­di­ca, Luís Do­min­gos adi­an­tou que es­tão pre­pa­ra­dos 37 téc­ni­cos, den­tre os quais qua­tro mé­di­cos, du­as am­bu­lân­ci­as de su­por­te vi­tal avan­ça­do e seis de vi­tal bá­si­co, além de uma vi­a­tu­ra de apoio lo­gís­ti­co.

Em re­la­ção à mo­bi­li­da­de de vi­a­tu­ras, Luís Do­min­gos dis­se que vá­ri­as ope­ra­do­ras vão trans­por­tar os pe­re­gri­nos até cin­co qui­ló­me­tros an­tes da vi­la, dan­do lu­gar a ou­tras que os le­va­rão até ao santuário.

VIGAS DA PURIFICAÇÃO

Bis­po da Di­o­ce­se de Vi­a­na afir­ma que pe­re­gri­na­ção à Mu­xi­ma dei­xou de ser uma ac­ti­vi­da­de na­ci­o­nal pa­ra to­mar um ca­rác­ter in­ter­na­ci­o­nal

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.