Bás­que­te fe­mi­ni­no

Jornal de Angola - - OPINIÃO - AMÉ­LIA CALUNGA

A per­for­man­ce das jo­ga­do­ras an­go­la­nas de basquetebol do es­ca­lão Sub 18, que com­pe­tem no Cam­pe­o­na­to Afri­ca­no das Na­ções, Afro­bas­ket 2016, le­vou-me a pen­sar que é ne­ces­sá­rio mais apoi­os da par­te do Es­ta­do.

Pre­ci­sa­mos de le­var mais a sé­rio a com­pe­ti­ção in­ter­na, ao ní­vel fe­mi­ni­no, nu­ma al­tu­ra em que as nos­sas me­ni­nas dão mos­tras de com­pe­ti­ti­vi­da­de. São ape­nas Sub 18, fac­to que obri­ga a mai­or acom­pa­nha­men­to, por­que têm ain­da mui­to tem­po de pro­gres­são até sa­gra­rem-se even­tu­al­men­te cam­peãs em se­ni­o­res.

Em­bo­ra não te­nha­mos uma com­pe­ti­ção in­ter­na sus­cep­tí­vel de pro­por­ci­o­nar gran­de com­pe­ti­ti­vi­da­de, as nos­sas jo­ga­do­ras con­se­guem atin­gir per­for­man­ces dig­nas da nos­sa ad­mi­ra­ção. É pre­ci­so que as ins­ti­tui­ções do Es­ta­do e em par­ti­cu­lar as en­ti­da­des des­por­ti­vas acom­pa­nhem de­vi­da­men­te o per­cur­so des­tas jo­vens.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.