Em­pre­sa pú­bli­ca ex­pan­de ser­vi­ços

APÓS CO­LO­CA­ÇÃO EM ÓRBITA DO SA­TÉ­LI­TE

Jornal de Angola - - PARTADA - RODRIGUES CAMBALA |

A em­pre­sa de te­le­co­mu­ni­ca­ções por sa­té­li­te In­fra­sat, uma uni­da­de de ne­gó­ci­os da An­go­la Te­le­com, vai ex­pan­dir os seus ser­vi­ços pa­ra os paí­ses da Áfri­ca Sub­sa­ri­a­na, após o lan­ça­men­to em órbita do sa­té­li­te an­go­la­no An­go­sat, que es­tá pre­vis­to pa­ra o pró­xi­mo ano. O di­rec­tor-ge­ral da In­fra­sat, Di­o­go de Car­va­lho, dis­se que es­ta in­ten­ção de­cor­re do ape­lo do Exe­cu­ti­vo pa­ra as em­pre­sas an­go­la­nas se­rem mais cri­a­ti­vas.

A em­pre­sa de te­le­co­mu­ni­ca­ções por sa­té­li­te In­fra­sat, uma uni­da­de de ne­gó­ci­os da An­go­la Te­le­com, vai ex­pan­dir os seus ser­vi­ços pa­ra os paí­ses da Áfri­ca Sub­sa­ri­a­na, após o lan­ça­men­to em órbita do sa­té­li­te an­go­la­no An­go­sat, que es­tá pre­vis­to pa­ra o pró­xi­mo ano.

O di­rec­tor-ge­ral da In­fra­sat, Di­o­go de Car­va­lho, que fa­la­va à im­pren­sa por oca­sião do oi­ta­vo ani­ver­sá­rio da em­pre­sa, dis­se que es­ta in­ten­ção de­cor­re do ape­lo do Exe­cu­ti­vo pa­ra a ne­ces­si­da­de das em­pre­sas an­go­la­nas se­rem mais cri­a­ti­vas na cap­ta­ção de no­vos mer­ca­dos e com is­so con­tri­buí­rem pa­ra a di­ver­si­fi­ca­ção da eco­no­mia.

So­bre as ac­ções pre­vis­tas, Di­o­go de Car­va­lho in­di­cou a me­lho­ria da co­ber­tu­ra do si­nal das ope­ra­do­ras de te­le­fo­nia mó­vel e fi­xo, dis­po­ni­bi­li­za­ção do serviço de In­ter­net, so­bre­tu­do pa­ra as re­giões mais recôn­di­tas, e as­se­gu­rar a trans­mis­são de da­dos pa­ra gran­des cor­po­ra­ções, alar­gan­do o serviço de te­le­fo­nia rural com cus­tos aces­sí­veis.

Em ter­mos de re­cei­tas, a In­fra­sat ar­re­ca­dou no ano pas­sa­do 27 mi­lhões de dó­la­res ame­ri­ca­nos, re­sul­tan­tes dos ser­vi­ços de voz, trans­mis­são de da­dos, In­ter­net e ví­deo.

“O in­ves­ti­men­to que fa­ze­mos nos nos­sos ser­vi­ços é sem­pre em fun­ção da­qui­lo que pro­du­zi­mos”, dis­se o res­pon­sá­vel. A em­pre­sa foi cri­a­da pa­ra col­ma­tar a gran­de ca­rên­cia que se vi­via em ter­mos de co­mu­ni­ca­ções e de in­fra-es­tru­tu­ras com tec­no­lo­gia no in­te­ri­or do país. Di­o­go de Car­va­lho dis­se tam­bém que a In­fra­sat tra­ba­lha com tec­no­lo­gia de pon­ta de vá­ri­os pro­ve­do­res de sa­té­li­tes.

O di­rec­tor ga­ran­te que a efi­cá­cia do de­sen­vol­vi­men­to da em­pre­sa tem si­do pos­sí­vel gra­ças ao in­ves­ti­men­to fei­to na tec­no­lo­gia de úl­ti­ma ge­ra­ção e nos re­cur­sos hu­ma­nos, cons­ti­tuí­da na sua mai­o­ria por jo­vens.

Com apro­xi­ma­da­men­te 100 tra­ba­lha­do­res, in­cluin­do dois ex­pa­tri­a­dos, a em­pre­sa já foi ga­lar­do­a­da pe­la Ex­po­tic e a ní­vel in­ter­na­ci­o­nal pe­la sul-afri­ca­na GSM Ope­ra­ti­on. No seu ani­ver­sá­rio, a In­fra­sat apre­sen­tou uma nova iden­ti­da­de cor­po­ra­ti­va e al­te­rou o seu slo­gan, pas­san­do ago­ra a ser “co­mu­ni­ca­ções sem li­mi­te”. Sem ci­tar o nú­me­ro e os prin­ci­pais cli­en­tes, Di­o­go de Car­va­lho dis­se que nas co­mu­ni­da­des de di­fí­cil aces­so e sem in­fra-es­tru­tu­ras de co­mu­ni­ca­ções, fo­ram ins­ta­la­das tec­no­lo­gi­as pa­ra uti­li­za­ção do pro­du­to Li­ga-Li­ga, que per­mi­te li­ga­ções te­le­fó­ni­cas pa­ra to­do o país e o res­to do Mun­do.

O co­or­de­na­dor da Co­mis­são de Ges­tão da An­go­la Te­le­com, Ma­nu­el An­tó­nio, dis­se que a In­fra­sat é uma uni­da­de da An­go­la Te­le­com exem­plar, que tem ge­ra­do re­sul­ta­dos ope­ra­ci­o­nais e cum­pri­do com o seu pa­pel.Ma­nu­el An­tó­nio afir­mou que, pa­ra pas­sar a as­su­mir o lu­gar de ter­cei­ra ope­ra­do­ra mó­vel, de­pen­de do Exe­cu­ti­vo, pois, se acon­te­cer , “vai ser mui­to bom pa­ra a em­pre­sa, por­que é uma tec­no­lo­gia mui­to ren­tá­vel pa­ra os ope­ra­do­res que se de­di­cam a es­ta ac­ti­vi­da­de”.

DOMBELE BER­NAR­DO

Sa­té­li­te vai ser­vir os Es­ta­dos vi­zi­nhos

DOMBELE BER­NAR­DO

Di­o­go de Car­va­lho (à di­rei­ta) ga­ran­te me­lho­ri­as sig­ni­fi­ca­ti­vas no si­nal das ope­ra­do­ras de te­le­fo­nia mó­vel com o lan­ça­men­to do sa­té­li­te

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.