Con­cur­so de gas­tro­no­mia atrai mais tu­ris­tas ao Uí­ge

Jornal de Angola - - PROVÍNCIAS - NICODEMOS PAULO |

Uma Fei­ra Gas­tro­nó­mi­ca, que tem co­mo ob­jec­ti­vo di­vul­gar e pro­mo­ver a gas­tro­no­mia lo­cal e im­pul­si­o­nar o tu­ris­mo na pro­vín­cia do Uí­ge, vai ser or­ga­ni­za­da pe­la Di­rec­ção Pro­vin­ci­al do Co­mér­cio, Ho­te­la­ria e Tu­ris­mo, no pró­xi­mo dia 1, em sau­da­ção ao 27 de Se­tem­bro, Dia Internacional do Tu­ris­mo, in­for­mou on­tem o res­pon­sá­vel do sector.

Bos­se­ke Mbo­so Man­sony, que anun­ci­ou a re­a­li­za­ção do even­to du­ran­te uma reu­nião com os agen­tes ho­te­lei­ros e ope­ra­do­res do sector tu­rís­ti­co na pro­vín­cia, dis­se que o ob­jec­ti­vo é mos­trar as va­ri­e­da­des gas­tro­nó­mi­cas da re­gião, pa­ra sus­ci­tar o in­te­res­se dos pos­sí­veis in­ves­ti­do­res.

A fei­ra vai con­tar com a re­pre­sen­ta­ção dos 16 mu­ni­cí­pi­os que com­põem a pro­vín­cia e es­ta­rá aber­ta aos ex­po­si­to­res sin­gu­la­res e em­pre­sá­ri­os, cu­ja ac­ti­vi­da­de es­tá li­ga­da ao ra­mo ho­te­lei­ro. O lo­cal es­co­lhi­do pa­ra ex­po­si­ção e ven­da é o Largo da Ad­mi­nis­tra­ção Mu­ni­ci­pal do Uí­ge, com ca­pa­ci­da­de pa­ra aco­lher mais de 100 ex­po­si­to­res.

“Es­pe­ra­mos que os nos­sos agen­tes ho­te­lei­ros e em­pre­sá­ri­os aco­lham a ini­ci­a­ti­va, pois es­ta se­rá uma boa opor­tu­ni­da­de pa­ra di­vul­gar a qua­li­da­de da gas­tro­no­mia lo­cal e atrair os vi­si­tan­tes à pro­vín­cia, atra­vés das nos­sas igua­ri­as”, re­fe­riu o di­rec­tor.

Pa­ra in­cen­ti­var a par­ti­ci­pa­ção dos em­pre­sá­ri­os do ra­mo ho­te­lei­ro e pro­pri­e­tá­ri­os de res­tau­ran­tes, a Di­rec­ção Pro­vin­ci­al do Tu­ris­mo e Ho­te­la­ria de­fi­niu al­gu­mas ca­te­go­ri­as à se­rem pre­mi­a­das du­ran­te o even­to, tais co­mo “o me­lhor bal­cão”, “me­lhor pra­to tí­pi­co” e “ori­gi­na­li­da­de na con­fec­ção”, en­tre ou­tras.

O di­rec­tor pro­vin­ci­al do Co­mér­cio, Ho­te­la­ria e Tu­ris­mo, Bos­se­ke Man­sony, avan­çou que, no âm­bi­to das co­me­mo­ra­ções do Dia Internacional do Tu­ris­mo, são re­a­li­za­das vi­si­tas a lo­cais his­tó­ri­cos , nos mu­ni­cí­pi­os do Uí­ge, Ne­ga­ge e Am­buí­la, além de se­rem re­a­li­za­dos de­ba­tes ra­di­o­fó­ni­cos so­bre o as­sun­to.

O gestor ho­te­lei­ro Rui Manuel Rei apon­ta a for­ma­ção de qua­dros co­mo a gran­de mo­la im­pul­si­o­na­do­ra da in­dús­tria tu­rís­ti­ca. “A pro­vín­cia dis­põe de um gran­de po­ten­ci­al tu­rís­ti­co, po­rém o Go­ver­no pre­ci­sa tra­ba­lhar mais na for­ma­ção de qua­dros pa­ra o sector, por­que não bas­tam von­ta­des é pre­ci­so que as pes­so­as se­jam ca­pa­zes de trans­for­mar uma gru­ta num lo­cal de in­te­res­se eco­nó­mi­co. É ver­da­de que se­rá ne­ces­sá­rio di­nhei­ro, mas an­tes dis­so es­ta­rá a ca­pa­ci­da­de cri­a­do­ra”, dis­se Rui Rei, pa­ra quem, ape­sar de a re­de ho­te­lei­ra da pro­vín­cia do Uí­ge cres­cer mui­to nos úl­ti­mos anos, a re­gião ain­da não regista o de­se­ja­do mo­vi­men­to tu­rís­ti­co, de­vi­do à fal­ta de atrac­ti­vos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.