Pro­gres­são acen­tu­a­da de ra­vi­nas ame­a­ça des­truir vá­ri­as es­tru­tu­ras

IN­VES­TI­MEN­TO PÚ­BLI­CO Au­to­ri­da­des apos­tam na pro­du­ção de ener­gi­as re­no­vá­veis

Jornal de Angola - - PARTADA - MA­NU­E­LA MA­TEUS |

Angola vai re­for­çar a co­o­pe­ra­ção internacional pa­ra fa­ci­li­tar o seu aces­so à pes­qui­sa e às tec­no­lo­gi­as de ener­gia lim­pa, anun­ci­ou, quar­ta-fei­ra, em Lu­an­da, o di­rec­tor do Cen­tro de For­ma­ção de Qua­dros de Elec­tri­ci­da­de do Mi­nis­té­rio da Ener­gia e Águas.

Ar­min­do Mus­sun­go, que foi pre­lec­tor de uma pa­les­tra so­bre “As ener­gi­as re­no­vá­veis no de­sen­vol­vi­men­to das so­ci­e­da­des”, en­qua­dra­da no pro­gra­ma de de­ba­tes “Ca­fé com Ci­ên­cia e Tec­no­lo­gia”, pro­mo­vi­do pe­lo Cen­tro Tec­no­ló­gi­co Na­ci­o­nal, do Mi­nis­té­rio da Ci­ên­cia e Tec­no­lo­gia, ga­ran­tiu que o Go­ver­no vai du­pli­car o rit­mo de me­lho­ria da efi­ci­ên­cia ener­gé­ti­ca até 2030.

Ar­min­do Mus­sun­go su­bli­nhou que, com a con­tí­nua ex­pan­são das in­fra-es­tru­tu­ras hi­dro­e­léc­tri­cas e a mo­der­ni­za­ção tec­no­ló­gi­ca, é au­men­ta­do o for­ne­ci­men­to de ser­vi­ços de ener­gia mo­der­nos e sus­ten­tá­veis em to­do o país.

“A re­a­li­za­ção de mais de 250 mil no­vas li­ga­ções por ano é uma me­ta mui­to am­bi­ci­o­sa, com as áre­as ru­rais com um ní­vel ac­tu­al de elec­tri­fi­ca­ção de seis por cen­to”, acen­tu­ou Ar­min­do Mas­sun­go, pa­ra quem a im­ple­men­ta­ção de pro­jec­tos so­bre ener­gi­as re­no­vá­veis é uma pri­o­ri­da­de do Exe­cu­ti­vo.

O res­pon­sá­vel des­ta­cou que Angola quer “imi­tar as ex­pe­ri­ên­ci­as po­si­ti­vas e sau­dá­veis de mui­tos paí­ses”, que in­ves­tem na pro­du­ção de ener­gi­as re­no­vá­veis, co­mo a so­lar e a eó­li­ca, pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to hu­ma­no.

Ar­min­do Mus­sun­go des­ta­cou o con­vi­te que lhe foi fei­to pe­lo Mi­nis­té­rio da Ci­ên­cia e Tec­no­lo­gia pa­ra ir ao “Ca­fé com Ci­ên­cia e Tec­no­lo­gia”, por ter per­mi­ti­do a di­vul­ga­ção do que es­tá a ser fei­to em re­la­ção às ener­gi­as lim­pas.

ARIMATEIA BAP­TIS­TA

Angola con­ti­nua in­te­res­sa­da em re­for­çar a co­o­pe­ra­ção internacional pa­ra fa­ci­li­tar o seu aces­so à pes­qui­sa e às tec­no­lo­gi­as de ener­gia lim­pa

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.