Ter­ra­mo­to atin­giu dis­tri­to de Bu­ko­ba

Jornal de Angola - - MUNDO -

Pe­lo me­nos 13 pes­so­as mor­re­ram e 203 fi­ca­ram fe­ri­das no dis­tri­to de Bu­ko­ba, No­ro­es­te da Tanzânia, após um ter­ra­mo­to de 5,7 graus na es­ca­la de Ri­ch­ter, dis­se on­tem a Po­lí­cia Na­ci­o­nal. “O ba­lan­ço su­biu de 11 pes­so­as mor­tas pa­ra 13”, de­cla­rou De­o­da­tus Ki­nawi­lo, che­fe po­li­ci­al do dis­tri­to de Bu­ko­ba, a lo­ca­li­da­de mais pró­xi­ma do epi­cen­tro do sis­mo.

“De mo­men­to, a si­tu­a­ção é de cal­ma e es­tá sob con­tro­lo”, acres­cen­tou De­o­da­tus Ki­nawi­lo, em entrevista por te­le­fo­ne à agên­cia AFP.

“Al­gu­mas pes­so­as re­ce­be­ram al­ta do hos­pi­tal e não es­pe­ra­mos mui­tos ou­tros fe­ri­dos”, com­ple­tou o che­fe po­li­ci­al do dis­tri­to de Bo­ko­ba. O ter­ra­mo­to afec­tou a Tanzânia, Ru­an­da, Bu­run­di, Ugan­da e Qué­nia. O epi­cen­tro foi lo­ca­li­za­do a 23 qui­ló­me­tros a Les­te da ci­da­de de Nsun­ga, per­to do La­go Vic­tó­ria, de acor­do com o Cen­tro Ge­o­ló­gi­co dos Es­ta­dos Uni­dos (USGS).

Tes­te­mu­nhas re­la­ta­ram que edi­fí­ci­os de­sa­ba­ram e hou­ve ou­tros da­nos ma­te­ri­ais. “Os mu­ros da mi­nha ca­sa tre­me­ram, as­sim co­mo a ge­lei­ra e to­dos os ar­má­ri­os, mas não quebrou na­da”, re­la­tou um cor­res­pon­den­te lo­cal da AFP em Cam­pa­la, ca­pi­tal de Ugan­da.

As au­to­ri­da­des da Tanzânia dis­se­ram que es­tão a fa­zer es­for­ços pa­ra evi­tar mais per­das hu­ma­nas e pro­me­tem pres­tar mais in­for­ma­ções so­bre “as con­sequên­ci­as e co­mo as pes­so­as vão pro­ce­der pa­ra re­a­ver os seus ha­ve­res, na even­tu­a­li­da­de de os te­rem per­di­do”.

Os ter­ra­mo­tos são ha­bi­tu­ais na zo­na dos Gran­des La­gos, mas não cos­tu­mam atin­gir es­sa in­ten­si­da­de.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.