Con­tos an­go­la­nos lan­ça­dos na União

Jornal de Angola - - CULTURA -

O con­fli­to de ge­ra­ções, a dis­cri­mi­na­ção ra­ci­al e a im­por­tân­cia da re­cu­pe­ra­ção dos va­lo­res cul­tu­rais são os te­mas do li­vro “A dis­pu­ta en­tre o Ven­to e o Sol e ou­tras His­tó­ri­as”, da es­cri­to­ra Ma­ria Celestina Fernandes, a ser apre­sen­ta­do ho­je, às 17 ho­ras, na União dos Es­cri­to­res An­go­la­nos (UEA), em Luanda.

De­pois de ter si­do lan­ça­do na Fei­ra do Li­vro de Lis­boa, em Ju­nho, o li­vro de Ma­ria Celestina Fernandes che­ga às mãos dos lei­to­res an­go­la­nos, nu­ma edição do gru­po Leya, com qua­tro his­tó­ri­as, sen­do a pri­mei­ra in­ti­tu­la­da “A dis­pu­ta en­tre o Ven­to e o Sol e Ou­tras His­tó­ri­as”, que dá tí­tu­lo à pu­bli­ca­ção.

O li­vro, com qua­tro con­tos, abor­da ain­da o con­fli­to de po­de­res, com o ven­to e o Sol co­mo pro­ta­go­nis­tas de uma lu­ta pa­ra in­flu­en­ci­ar ra­pi­da­men­te a mu­dan­ça cli­má­ti­ca. Um dos con­tos fa­la do com­ba­te à dis­cri­mi­na­ção e os con­fli­tos so­ci­ais, na his­tó­ria “A For­mi­ga Al­bi­na e a For­mi­ga Ver­me­lha”.

A es­cri­to­ra abor­da tam­bém o fac­tor da ex­clu­são, que é ac­tu­al nas so­ci­e­da­des. Po­rém, “to­das as pes­so­as, não im­por­ta a ra­ça, têm di­rei­tos eco­nó­mi­cos, so­ci­ais e cul­tu­rais iguais”, de­fen­de Ma­ria Celestina Fernandes.

A es­cri­to­ra apre­sen­ta ain­da uma re­fle­xão so­bre a mai­or ma­ni­fes­ta­ção cul­tu­ral de Angola, o Car­na­val, atra­vés da fá­bu­la “Ca­bra Ma­lha­da”, on­de abor­da di­ver­sos te­mas so­ci­ais e cul­tu­rais, co­mo a fei­ti­ça­ria.

Ma­ria Celestina Fernandes, nas­ceu no Lu­ban­go, a 12 de Se­tem­bro de 1945. Fez os seus es­tu­dos pri­má­ri­os e se­cun­dá­ri­os em Luanda, ten­do com­ple­ta­do o en­si­no li­ci­al no li­ceu Sal­va­dor Cor­reia.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.