Vi­la Clo­til­de pro­mo­ve prova pa­ra in­fan­tis

Jornal de Angola - - DESPORTO - ARMINDO PEREIRA |

A di­rec­ção do Fu­te­bol Clu­be Vi­la Clo­til­de pro­mo­ve, nes­te sá­ba­do, um fes­ti­val de mini-básquete no es­ca­lões de Sub-10 e Sub-12, em alu­são ao Dia do He­rói Na­ci­o­nal, a de­cor­rer no gi­ná­sio da sua se­de so­ci­al, com a par­ti­ci­pa­ção das equi­pas da ca­sa, 1º de Agos­to, Fer­ro­viá­rio e Pe­tro.

Em de­cla­ra­ções ao Jor­nal de Angola, Qu­e­li­an­dro Gomes, mem­bro da di­rec­ção do clu­be, dis­se que as par­ti­das vão de­cor­rer das 8h00 às 13h00, em três pe­río­dos de oi­to mi­nu­tos ca­da, no sis­te­ma to­dos con­tra to­dos, e ape­la às agre­mi­a­ções con­vi­da­das a te­rem em con­ta o cum­pri­men­to ri­go­ro­so das ida­des dos atle­tas e os ho­rá­ri­os das par­ti­das.

São no to­tal 150 cri­an­ças, que, du­ran­te cin­co ho­ras, além de com­pe­ti­rem, vão po­der tro­car ex­pe­ri­ên­ci­as. Por ou­tro la­do, Qu­e­li­an­dro Gomes la­men­tou o fac­to de até ago­ra não ha­ver uma com­pe­ti­ção ofi­ci­al pa­ra es­tes es­ca­lões de for­ma­ção.

"Angola é um país com tra­di­ção na mo­da­li­da­de. É de la­men­tar a au­sên­cia de uma com­pe­ti­ção ofi­ci­al nes­tes es­ca­lões. O 1º de Agos­to tem re­a­li­za­do no fi­nal do ano, as­sim co­mo o Vi­la Clo­til­de, por al­tu­ra do nos­so ani­ver­sá­rio. Al­guns me­ni­nos aca­bam por de­sis­tir”, la­men­tou.

O Tri­bu­nal Ar­bi­tral do Des­por­to (TAS) adi­ou pa­ra “a pri­mei­ra se­ma­na de Ou­tu­bro” a de­ci­são so­bre o re­cur­so apre­sen­ta­do pe­la te­nis­ta rus­sa Ma­ria Sha­ra­po­va, sus­pen­sa dois anos por do­ping.

Num co­mu­ni­ca­do, o TAS in­for­ma que anun­ci­a­rá “a de­ci­são no pro­ces­so de ar­bi­tra­gem en­tre Ma­ria Sha­ra­po­va e a Fe­de­ra­ção In­ter­na­ci­o­nal de Tê­nis (ITF), du­ran­te a pri­mei­ra se­ma­na de Ou­tu­bro de 2016.”

Uma pri­mei­ra de­ci­são es­ta­va ini­ci­al­men­te agen­da­da pa­ra 18 de Ju­lho, mas o TAS adi­ou o ve­re­dic­to pa­ra 19 de Se­tem­bro, da­ta que vol­tou a ser ago­ra al­te­ra­da “pa­ra que as par­tes en­tre­guem no­vos ele­men­tos.”

Sha­ra­po­va foi sus­pen­sa por dois anos pe­la ITF, a 8 de Ju­nho, por ter acu­sa­do, no úl­ti­mo Open da Aus­trá­lia, uso de mel­do­nium, que pas­sou a in­te­grar a lis­ta de subs­tân­ci­as do­pan­tes des­de 1 de Ja­nei­ro des­te ano.

A te­nis­ta, me­da­lha de pra­ta nos Jo­gos Olím­pi­cos Lon­dres'2012, fi­cou im­pe­di­da de dis­pu­tar o Rio'2016, tal co­mo to­do o atle­tis­mo rus­so, na sequên­cia de uma investigação que re­ve­lou a exis­tên­cia de um sis­te­ma ge­ne­ra­li­za­do de do­ping, com apoio es­ta­tal.

A 7 de Mar­ço, Sha­ra­po­va ti­nha anun­ci­a­do, em Los An­ge­les, Es­ta­dos Uni­dos, que ti­nha acu­sa­do mel­do­nium, subs­tân­cia de um me­di­ca­men­to que cos­tu­ma­va uti­li­zar há al­gum tem­po, ad­mi­tin­do des­co­nhe­cer que o mes­mo pas­sou a ser proi­bi­do em Ja­nei­ro. Num co­mu­ni­ca­do pu­bli­ca­do na sua pá­gi­na da rede so­ci­al Fa­ce­bo­ok, no iní­cio des­ta se­ma­na, Sha­ra­po­va dis­se que a de­ci­são de lhe im­por uma sus­pen­são de dois anos

é in­jus­ta, por­que o tri­bu­nal da ITF con­cluiu una­ni­me­men­te que ela fez não o fez in­ten­ci­o­nal­men­te. “O tri­bu­nal des­co­briu que não pro­cu­rei tra­ta­men­to mé­di­co, de mo­do a me­lho­rar o ren­di­men­to des­por­ti­vo. A ITF des­pen­deu imen­so tem­po e di­nhei­ro a ten­tar pro­var que eu vi­o­lei in­ten­ci­o­nal­men­te os re­gu­la­men­tos an­ti-do­ping e o tri­bu­nal con­cluiu que não. Pre­ci­sam de sa­ber que a ITF pe­diu uma sus­pen­são de qua­tro anos e o tri­bu­nal re­jei­tou”, es­cre­veu a te­nis­ta rus­sa.

Pe­lo fac­to de o tri­bu­nal ter con­cluí­do que a rus­sa não vi­o­lou de­li­be­ra­da­men­te o có­di­go an­ti-do­pa­gem, Sha­ra­po­va de­fen­de que não po­de acei­tar a sus­pen­são de dois anos.

“Não pos­so acei­tar um cas­ti­go tão du­ro e in­jus­to. O tri­bu­nal, cu­jos mem­bros fo­ram es­co­lhi­dos pe­la ITF, con­cor­dou que não fiz na­da com má in­ten­ção. Ain­da as­sim, que­rem im­pe­dir-me de jo­gar té­nis du­ran­te dois anos. Vou re­cor­rer ime­di­a­ta­men­te pa­ra o Tri­bu­nal Ar­bi­tral do Des­por­to”, re­ve­lou.

AFP

Te­nis­ta rus­sa con­si­de­ra ter si­do in­jus­ti­ça­da na pe­na apli­ca­da pe­la Fe­de­ra­ção In­ter­na­ci­o­nal

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.