Go­ver­na­dor do Uíge quer jo­vens for­ma­dos

Jornal de Angola - - POLÍTICA - ANTÓNIO CA­PI­TÃO |

O go­ver­na­dor do Uíge ape­lou on­tem aos lí­de­res ju­ve­nis das di­ver­sas for­ma­ções re­li­gi­o­sas exis­ten­tes na pro­vín­cia pa­ra um mai­or de­sem­pe­nho nas ac­ti­vi­da­des con­du­cen­tes à pre­ser­va­ção e con­so­li­da­ção da paz, al­can­ça­da em 2002.

Paulo Pom­bo­lo, que fa­la­va pa­ra cer­ca de 200 jo­vens re­li­gi­o­sos de 70 igre­jas , es­cla­re­ceu que o en­con­tro faz par­te do diá­lo­go ini­ci­a­do em 2010 pa­ra aus­cul­tar a juventude, es­cla­re­cer os pro­gra­mas e pro­jec­tos do Go­ver­no di­ri­gi­do a es­tes mem­bros da so­ci­e­da­de pa­ra, em con­jun­to, se­rem en­con­tra­das as so­lu­ções.

O go­ver­na­dor dis­se ser ne­ces­sá­ria uma mai­or con­ju­ga­ção de es­for­ços pa­ra a pre­ser­va­ção e con­so­li­da­ção da paz, por­que es­ta per­mi­tiu o pro­ces­so de reconstrução na­ci­o­nal, a rein­te­gra­ção so­ci­al dos an­go­la­nos, bem co­mo o re­for­ço da uni­da­de e reconciliação na­ci­o­nal.

“Al­can­ça­da a paz em 2002, o pa­pel da juventude, se­ja de que for­ma­ção po­lí­ti­ca, é con­ti­nu­ar fir­me pa­ra a pre­ser­va­ção e con­so­li­da­ção da paz e os jo­vens cris­tãos são cha­ma­dos a da­rem o seu con­tri­bu­to na mo­ra­li­za­ção e pa­ci­fi­ca­ção dos es­pí­ri­tos dos ou­tros, pa­ra a ma­te­ri­a­li­za­ção des­te de­si­de­ra­to”, de­fen­deu.

Pa­ra Paulo Pom­bo­lo, ape­nas com a paz é pos­sí­vel con­ti­nu­ar a im­ple­men­tar pro­gra­mas e pro­jec­tos de cons­tru­ção de es­co­las, uni­da­des sa­ni­tá­ri­as, es­tra­das, pon­tes e de­sen­vol­ver a agri­cul­tu­ra, a in­dús­tria e ou­tros sec­to­res da eco­no­mia. “A juventude cris­tã es­te­ve sem­pre ao la­do do Go­ver­no pa­ra a ma­te­ri­a­li­za­ção dos seus ob­jec­ti­vos. Daí a con­fi­an­ça do Che­fe do Exe­cu­ti­vo em re­fe­rir que 'o fu­tu­ro de Angola es­tá nas mãos dos jo­vens'.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.