Diá­lo­go na ba­se das re­la­ções

Jornal de Angola - - POLÍTICA -

Num mun­do ca­da vez mais glo­bal e plu­ral, a con­cer­ta­ção, o diá­lo­go e a ne­go­ci­a­ção de­vem ser os prin­ci­pais fac­to­res de en­ten­di­men­to e a ba­se da pro­mo­ção das re­la­ções pa­cí­fi­cas en­tre Es­ta­dos e na­ções, de­fen­deu quin­ta-fei­ra na Ilha Mar­ga­ri­ta, Ve­ne­zu­e­la, o mi­nis­tro das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res.

Ge­or­ges Chikoti, que dis­cur­sa­va na reu­nião dos mi­nis­tros das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res dos Paí­ses Não Ali­nha­dos, que pre­pa­rou a ci­mei­ra que de­cor­re até ama­nhã e on­de o Vi­ce­Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, Ma­nu­el Vi­cen­te, re­pre­sen­ta o Che­fe de Es­ta­do, Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos.

O mi­nis­tro das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res sus­ten­tou que es­sas pre­mis­sas vi­sam ga­ran­tir a so­lu­ção dos pro­ble­mas que con­ti­nu­am a afec­tar a hu­ma­ni­da­de. An­go­la, dis­se Ge­or­ges Chikoti, tem si­do um im­por­tan­te fac­tor de paz e es­ta­bi­li­da­de re­gi­o­nal e in­ter­na­ci­o­nal, re­cor­dan­do que o país es­tá a cum­prir o se­gun­do man­da­to con­se­cu­ti­vo na pre­si­dên­cia da Con­fe­rên­cia In­ter­na­ci­o­nal so­bre a Re­gião dos Gran­des La­gos e pre­si­diu, em Mar­ço, ao Con­se­lho de Se­gu­ran­ça das Na­ções Uni­das, na qua­li­da­de de mem­bro não per­ma­nen­te da­que­le ór­gão da Or­ga­ni­za­ção das Na­ções Uni­das.

O che­fe da di­plo­ma­cia an­go­la­na re­fe­riu que An­go­la não tem pou­pa­do es­for­ços pa­ra a pre­ser­va­ção da paz e es­ta­bi­li­da­de na Re­gião dos Gran­des La­gos, par­ti­cu­lar­men­te na Re­pú­bli­ca Cen­tro Afri­ca­na e na De­mo­crá­ti­ca do Con­go, Su­dão do Sul e Bu­run­di. Acres­cen­tou que o país tem si­do um fac­tor in­dis­pen­sá­vel pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to po­lí­ti­co, eco­nó­mi­co e so­ci­al na sub-re­gião e no con­ti­nen­te afri­ca­no.

Ge­or­ges Chikoti so­li­ci­tou aos Paí­ses Não Ali­nha­dos apoio pa­ra ga­ran­tir a paz e a es­ta­bi­li­da­de na­que­les paí­ses dos Gran­des La­gos, mar­ca­dos por ins­ta­bi­li­da­de po­lí­ti­ca. O mi­nis­tro das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res apro­vei­tou pa­ra agra­de­cer o apoio que os Não Ali­nha­dos têm da­do a An­go­la, du­ran­te o seu man­da­to de dois anos co­mo mem­bro não per­ma­nen­te do Con­se­lho de Se­gu­ran­ça da ONU, e ex­pri­miu a so­li­da­ri­e­da­de an­go­la­na à cau­sa dos po­vos do Sa­a­a­ra e da Pa­les­ti­na.

An­go­la foi ad­mi­ti­da no Mo­vi­men­to dos Paí­ses Não Ali­nha­dos a 16 de Agos­to de 1976. A or­ga­ni­za­ção foi fun­da­da em 1955, na ci­da­de in­do­né­sia de Ban­dung. A Ci­mei­ra de­cor­re sob le­ma “Uni­dos no ca­mi­nho da paz”. O Irão pas­sa a pre­si­dên­cia da or­ga­ni­za­ção à Ve­ne­zu­e­la, pa­ra um man­da­to até 2019.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.