Na­mi­bi­a­nos no Lu­ban­go em tro­ca de ex­pe­ri­ên­ci­as

Jornal de Angola - - PROVÍNCIAS - DO­MIN­GOS MUCUTA |

AAd­mi­nis­tra­ção do Lu­ban­go e a Câ­ma­ra Mu­ni­ci­pal de Osha­ka­ti, da Na­mí­bia, pre­ten­dem apro­fun­dar as re­la­ções de co­o­pe­ra­ção e ami­za­de, pa­ra tro­ca de ex­pe­ri­ên­ci­as so­bre ques­tões li­ga­das à ges­tão das du­as ci­da­des.

A pre­fei­ta de Osha­ka­ti, Cathe­ri­na Chim­bu­lo, ma­ni­fes­tou es­ta in­ten­ção du­ran­te um en­con­tro re­a­li­za­do no âm­bi­to da pri­mei­ra vi­si­ta ofi­ci­al da de­le­ga­ção na­mi­bi­a­na às ci­da­des do Lu­ban­go, Mo­çâ­me­des e Ond­ji­va. O ob­jec­ti­vo é co­nhe­cer os me­ca­nis­mos de ges­tão das ci­da­des an­go­la­nas da re­gião sul, no qua­dro do pro­ces­so de elei­ções au­tár­qui­cas em cur­so na Na­mí­bia.

Acom­pa­nha­da por seis con­se­lhei­ros das re­giões de Osha­ka­ti e On­dan­gua, Cathe­ri­ne Chim­bu­lo su­bli­nhou que os di­ri­gen­tes ad­mi­nis­tra­ti­vos dos dois paí­ses es­tão em con­di­ções de es­ta­be­le­cer áre­as de co­o­pe­ra­ção es­pe­cí­fi­ca na ges­tão ur­ba­na, um de­sa­fio que vi­sa me­lho­rar a qua­li­da­de de vi­da nas cir­cuns­cri­ções.

Cathe­ri­ne Chim­bu­lo dis­se que a pre­fei­tu­ra que di­ri­ge pre­ten­de es­ta­be­le­cer um acor­do de ge­mi­na­ção en­tre as ci­da­des de Osha­ka­ti e do Lu­ban­go, pa­ra per­mi­tir um tra­ba­lho con­jun­to na de­fi­ni­ção de in­fra­es­tru­tu­ras so­ci­ais bá­si­cas.

A di­ri­gen­te na­mi­bi­a­na dis­se que é pos­sí­vel de­fi­nir o me­ca­nis­mo de co­o­pe­ra­ção con­cre­to nos do­mí­ni­os de in­fra-es­tru­tu­ras de saú­de, edu­ca­ção, es­tra­das, agri­cul­tu­ra, ener­gi­as, águas, tu­ris­mo e ou­tros sec­to­res, que pos­sam con­tri­buir e di­na­mi­zar o de­sen­vol­vi­men­to so­ci­o­e­co­nó­mi­co. “É um de­sa­fio re­a­li­zar tra­ba­lho con­jun­to pa­ra cri­ar­mos pro­ces­so de ge­mi­na­ção, pa­ra pro­mo­ver­mos in­fra-es­tru­tu­ras ade­qua­das não só pa­ra cri­ar melhores con­di­ções pa­ra os nos­sos ci­da­dãos, mas tam­bém pa­ra que as mes­mas atrai­am tu­ris­tas”, de­fen­deu.

Cathe­ri­ne Chim­bu­lo re­co­nhe­ceu que An­go­la é um dos paí­ses de Áfri­ca on­de mui­tos em­pre­sá­ri­os es­tran­gei­ros pre­ten­dem investir. “De­ve­mos ter a cons­ci­ên­cia de que o de­sen­vol­vi­men­to dos paí­ses afri­ca­nos só po­de con­tar com a von­ta­de dos afri­ca­nos”, ar­gu­men­tou, pa­ra acres­cen­tar que é pre­ci­so ca­mi­nhar de mãos da­das pa­ra pro­mo­ver o in­ter­câm­bio pa­ra a cri­a­ção de con­di­ções pa­ra atrair mais in­ves­ti­do­res e tu­ris­tas.

O go­ver­na­dor pro­vin­ci­al da Huí­la, João Marcelino Tyi­pin­gue, re­co­nhe­ceu o in­te­res­se da de­le­ga­ção da Na­mí­bia em co­nhe­cer os me­ca­nis­mos de ges­tão das ci­da­des de An­go­la, so­bre­tu­do a do Lu­ban­go.

João Marcelino Tyi­pin­ge en­ten­de que a Na­mí­bia e An­go­la, dois paí­ses ir­mãos, que lu­ta­ram jun­tos contra o apartheid, de­vem ca­mi­nhar jun­tos na bus­ca de so­lu­ções pa­ra os pro­ble­mas dos seus dos po­vos.

ARIMATEIA BAPTISTA

Ges­tão do Lu­ban­go com par­ce­ria na­mi­bi­a­na

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.