Fu­ga de po­pu­la­ção afec­ta eco­no­mi­as

Jornal de Angola - - MUNDO -

As eco­no­mi­as do Mé­dio Ori­en­te es­tão ar­ra­sa­das pe­las guer­ras e pe­la mi­gra­ção da po­pu­la­ção que ge­ra­ram enor­mes de­sa­fi­os hu­ma­ni­tá­ri­os e de de­sen­vol­vi­men­to, se­gun­do da­dos pu­bli­ca­dos pe­lo Fun­do Mo­ne­tá­rio In­ter­na­ci­o­nal (FMI).

Um re­la­tó­rio do FMI re­fe­re que a eco­no­mia es­tá em que­da li­vre, e re­fe­re in­ces­san­tes de­se­qui­lí­bri­os fis­cais e uma for­ça de tra­ba­lho di­zi­ma­da que exi­gem no­vos es­for­ços de paí­ses do­a­do­res, as­sim co­mo a co­or­de­na­ção da aju­da hu­ma­ni­tá­ria.

“A mai­or par­te do ca­pi­tal pro­du­ti­vo nas zo­nas de con­fli­to foi des­truí­do, as per­das de ri­que­za pes­so­al e de re­cei­tas são enor­mes e o ca­pi­tal hu­ma­no de­te­ri­o­ra-se por fal­ta de em­pre­gos e de edu­ca­ção”, afir­mou a pre­si­den­te do FMI, Ch­ris­ti­ne La­gar­de, num do­cu­men­to ane­xa­do ao re­la­tó­rio do FMI.

A-As­sem­bleia-Ge­ral das Na­ções Uni­das apre­cia ama­nhã a si­tu­a­ção nu­ma reu­nião de al­to ní­vel pa­ra co­or­de­nar res­pos­tas in­ter­na­ci­o­nais pa­ra a cri­se dos re­fu­gi­a­dos e dos imi­gran­tes. O re­la­tó­rio do FMI é di­vul­ga­do de­pois de o Ban­co Mun­di­al ter re­la­ta­do, num do­cu­men­to tor­na­do pú­bli­co na quin­ta-fei­ra, que os paí­ses po­bres são os que mais re­ce­bem re­fu­gi­a­dos, o que tor­na ne­ces­sá­ria a co­or­de­na­ção de es­for­ços de aju­da hu­ma­ni­tá­ria.

“Em di­fe­ren­tes graus, es­ses paí­ses en­fren­tam uma gran­de quan­ti­da­de de re­fu­gi­a­dos, con­fi­an­ça fra­ca e de­cli­nan­te co­e­são so­ci­al, o que cor­rói a qua­li­da­de das ins­ti­tui­ções e a sua pos­si­bi­li­da­de de em­pre­en­der re­for­mas eco­nó­mi­cas mais do que ne­ces­sá­ri­as”, as­si­na­la o re­la­tó­rio do FMI.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.