Re­cor­des de tem­pe­ra­tu­ra fo­ram que­bra­dos es­te ano

Jornal de Angola - - SOCIEDADE -

A Or­ga­ni­za­ção Me­te­o­ro­ló­gi­ca Mun­di­al (OMM) ad­ver­tiu on­tem que 2016 po­de ser o ano mais quen­te da his­tó­ria, com tem­pe­ra­tu­ras ex­tre­ma­men­te al­tas.

“Fo­mos tes­te­mu­nhas de um pro­lon­ga­do pe­río­do de ex­tra­or­di­ná­rio ca­lor e tu­do in­di­ca que is­to vai trans­for­mar-se na no­va nor­ma”, sus­ten­tou o se­cre­tá­rio-ge­ral da Or­ga­ni­za­ção Me­te­o­ro­ló­gi­ca Mun­di­al, Pet­te­ri Ta­a­las, ao apon­tar que fo­ram ob­ser­va­dos ní­veis inu­su­al­men­te al­tos de con­cen­tra­ção de dió­xi­do de car­bo­no e que­bra­ram re­cor­des de tem­pe­ra­tu­ra.

“A tem­po­ra­da ex­cep­ci­o­nal­men­te lon­ga de aque­ci­men­to global con­ti­nu­ou em Agos­to, que foi o mês mais quen­te em re­gis­tos tan­to na su­per­fí­cie ter­res­tre co­mo nos oce­a­nos”, acres­cen­tou a por­ta-voz da org­ga­ni­za­ção in­ter­na­ci­o­nal, Clai­re Nul­lis, ba­se­an­do-se em da­dos da Nasa e do Cen­tro Eu­ro­peu pa­ra as Pre­vi­sões Me­te­o­ro­ló­gi­cas a Mé­dio Pra­zo.

Além dis­so, se­gun­do os úl­ti­mos da­dos, a su­per­fí­cie de ge­lo no Árc­ti­co al­can­çou a sua mí­ni­ma ex­ten­são du­ran­te o Ve­rão (bo­re­al) no dia 10 de Se­tem­bro, o que foi a se­gun­da mais re­du­zi­da há 37 anos, quan­do co­me­ça­ram os re­gis­tos por sa­té­li­te.

Es­sa su­per­fí­cie é com­pa­rá­vel à ob­ser­va­da no mes­mo pe­río­do de 2007.

A ex­ten­são de ge­lo no Árc­ti­co foi de 4,14 mi­lhões de qui­ló­me­tros qua­dra­dos e acre­di­ta-se que a prin­ci­pal ra­zão pa­ra que a si­tu­a­ção não se­ja dra­má­ti­ca tem a ver com o fac­to de que o Ve­rão nes­sa par­te do mun­do foi fres­co, nu­bla­do e com tem­pes­ta­des re­gu­la­res. “His­to­ri­ca­men­te, es­sas con­di­ções me­te­o­ro­ló­gi­cas de­sa­ce­le­ram a per­da de ge­lo du­ran­te o Ve­rão, mas no es­sen­ci­al es­ta­re­mos só um de­grau abai­xo do re­cor­de”, in­di­cou Nul­lis. A me­nor su­per­fí­cie de ge­lo árc­ti­co é de 17 de Se­tem­bro de 2012, quan­do di­mi­nuiu até che­gar a 3,39 mi­lhões de qui­ló­me­tros qua­dra­dos.

AFON­SO COS­TA

O ano tem si­do mar­ca­do por al­tas tem­pe­ra­tu­ras tan­to na su­per­fí­cie ter­res­tre co­mo nos oce­a­nos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.