Um mi­lhão de ci­da­dãos já ac­tu­a­li­za­ram o re­gis­to

PRO­CES­SO DE RE­NO­VA­ÇÃO DA BA­SE DE DA­DOS ELEI­TO­RAIS

Jornal de Angola - - PARTADA - RODRIGUES CAMBALA | JUS­TI­NO VOTORINO | Hu­am­bo LI­NO VIEIRA | Lu­e­na

Mais de um mi­lhão de ci­da­dãos já ac­tu­a­li­za­ram os seus da­dos elei­to­rais em to­do o país, in­for­mou on­tem em Lu­an­da o mi­nis­tro da Ad­mi­nis­tra­ção do Ter­ri­tó­rio, Bor­ni­to de Sou­sa, du­ran­te a ce­ri­mó­nia for­mal do ca­das­tra­men­to de pro­fes­so­res da ca­pi­tal do país. O mi­nis­tro re­ve­lou que o ci­da­dão Ade­li­no Sa­ten­de, de 54 anos, na­tu­ral de Ca­ma­cu­pa, foi o nú­me­ro mi­lhão a fa­zer a ac­tu­a­li­za­ção do seu re­gis­to, na se­gun­da-fei­ra. Não obs­tan­te a afluên­cia dos ci­da­dãos, Bor­ni­to de Sou­sa ape­lou, mais uma vez, a to­dos os an­go­la­nos mai­o­res de 18 anos com o car­tão de elei­tor a fa­ze­rem a ac­tu­a­li­za­ção pre­sen­ci­al dos da­dos nos pos­tos exis­ten­tes. Os ci­da­dãos já re­gis­ta­dos que per­de­ram o seu car­tão de elei­tor de­vem di­ri­gir-se, a par­tir do mês de Ou­tu­bro, em da­ta a ser in­di­ca­da, aos pos­tos de re­gis­to pa­ra ob­te­rem a se­gun­da via do car­tão. O mi­nis­tro anun­ci­ou que ar­ran­ca no pró­xi­mo mês a fa­se de re­gis­to de no­vos elei­to­res.

Mais de um mi­lhão de ci­da­dãos em to­do o país já ac­tu­a­li­za­ram os seus da­dos elei­to­rais, in­for­mou on­tem, em Lu­an­da, o mi­nis­tro da Ad­mi­nis­tra­ção do Ter­ri­tó­rio. Bor­ni­to de Sou­sa, que fa­la­va du­ran­te um ac­to de­cor­ri­do na Ci­da­de­la Des­por­ti­va e que vi­sou o ca­das­tra­men­to de pro­fes­so­res da ca­pi­tal do país, re­ve­lou que o ci­da­dão Ade­li­no Sa­ten­de, de 54 anos, na­tu­ral de Ca­ma­cu­pa, província do Bié, foi o nú­me­ro um mi­lhão a fa­zer a ac­tu­a­li­za­ção do seu re­gis­to, na se­gun­da-fei­ra des­ta se­ma­na.

Não obs­tan­te a afluên­cia dos ci­da­dãos, Bor­ni­to de Sou­sa ape­lou, mais uma vez, a to­dos os an­go­la­nos mai­o­res de 18 anos que têm car­tão de elei­tor a fa­ze­rem a ac­tu­a­li­za­ção pre­sen­ci­al dos da­dos nos pos­tos exis­ten­tes.

Os ci­da­dãos já re­gis­ta­dos que per­de­ram o seu car­tão de elei­tor de­vem di­ri­gir-se, a par­tir do mês de Ou­tu­bro, em da­ta a ser in­di­ca­da, nos pos­tos de re­gis­tos pa­ra ob­te­rem a se­gun­da via do re­fe­ri­do car­tão. Ain­da no pró­xi­mo mês, ar­ran­ca a fa­se de re­gis­to de no­vos elei­to­res.

“A di­nâ­mi­ca e a par­ti­ci­pa­ção dos ci­da­dãos são bo­as. O nú­me­ro de bri­ga­dis­tas en­vol­vi­dos vai cres­cer em fun­ção das ne­ces­si­da­des e acho que es­ta­mos num bom ca­mi­nho”, as­se­gu­rou o mi­nis­tro. Nes­te mo­men­to, dis­se, são re­gis­ta­dos por dia, em mé­dia, cer­ca de 40 mil ci­da­dãos.

O pro­ces­so en­vol­ve mil bri­ga­dis­tas, um nú­me­ro que vai cres­cer pa­ra qua­tro mil e 500 nos pró­xi­mos di­as. Em re­la­ção ao dé­fi­ce de fis­cais nos pos­tos de re­gis­to elei­to­ral, Bor­ni­to de Sou­sa ex­pli­cou que a pre­sen­ça ou não de agen­tes cre­den­ci­a­dos nos lo­cais de re­gis­to de­pen­de dos par­ti­dos po­lí­ti­cos. “A par­ti­ci­pa­ção dos fis­cais não é obri­ga­tó­ria, de­pen­de dos par­ti­dos”, dis­se o mi­nis­tro, an­tes de re­fe­rir que o pro­ces­so es­tá bem es­tru­tu­ra­do e o nú­me­ro de fis­cais cre­den­ci­a­dos es­tá aci­ma dos 95 por cen­to na mai­or par­te dos par­ti­dos.

Re­a­fir­mou que o pro­ces­so es­tá a ser re­a­li­za­do em to­das as pro­vín­ci­as do país, em­bo­ra te­nha ad­mi­ti­do que “uma ou ou­tra lo­ca­li­da­de de di­fí­cil aces­so ain­da não foi atin­gi­da”. Se­ja co­mo for, acres­cen­tou, o pro­ces­so vai che­gar a to­dos os can­tos do ter­ri­tó­rio na­ci­o­nal. Nas áre­as de di­fí­cil aces­so, o Mi­nis­té­rio da Ad­mi­nis­tra­ção do Ter­ri­tó­rio pre­vê con­tar com o apoio de mei­os aé­re­os das For­ças Ar­ma­das An­go­la­nas.

Ao di­ri­gir-se aos pro­fes­so­res, o mi­nis­tro da Edu­ca­ção, Pin­da Si­mão, agra­de­ceu a pre­sen­ça des­tes por ace­de­rem ao con­vi­te do mi­nis­té­rio pa­ra par­ti­ci­pa­rem no pro­ces­so de ac­tu­a­li­za­ção do re­gis­to elei­to­ral, um ac­to que, em seu en­ten­der, sim­bo­li­za “o de­ver pre­ci­o­so do ci­da­dão an­go­la­no”.

Pin­da Si­mão pe­diu ain­da aos pre­sen­tes pa­ra sen­si­bi­li­za­rem ou­tros pro­fes­so­res, fa­mi­li­a­res e a so­ci­e­da­de a fa­ze­rem a sua pro­va de vi­da, pa­ra be­ne­fi­ci­a­rem do di­rei­to de vo­to. O vi­ce-pre­si­den­te da UNITA, Raúl Dan­da, ape­lou, on­tem na ci­da­de do Hu­am­bo, aos mi­li­tan­tes do seu par­ti­do pa­ra afluí­rem aos pos­tos de re­gis­to elei­to­ral, pa­ra fa­ze­rem a pro­va de vi­da e ac­tu­a­li­za­rem os da­dos da ba­se elei­to­ral, pa­ra que pos­sam exer­cer o seu di­rei­to de vo­to em 2017.

Im­por­tân­cia do pro­ces­so

Raúl Dan­da, que fa­la­va du­ran­te um en­con­tro com os qua­dros, ami­gos e sim­pa­ti­zan­tes da UNITA, dis­se ser im­por­tan­te trans­mi­tir aos ci­da­dãos em ida­de elei­to­ral a im­por­tân­cia do pro­ces­so, pa­ra que es­tes pos­sam par­ti­ci­par ac­ti­va­men­te nas pró­xi­mas elei­ções.

“Os an­go­la­nos são cha­ma­dos a cum­prir com um de­ver de ci­da­da­nia e, pa­ra tal, de­vem ade­rir aos pos­tos de re­gis­to elei­to­ral pa­ra, pos­te­ri­or­men­te, par­ti­ci­par nas elei­ções ge­rais de 2017”, afir­mou.

Du­ran­te a sua es­ta­da de se­te di­as no Hu­am­bo, o vi­ce-pre­si­den­te da UNITA des­lo­ca-se em visita de tra­ba­lho aos mu­ni­cí­pi­os do Mun­go e Bai­lun­do, on­de vai man­ter um en­con­tro com o rei Ekui­kui V, Ar­min­do Ka­lu­pe­te­ca.

Na ci­da­de do Hu­am­bo, o pro­gra­ma re­ser­va vi­si­tas às uni­da­des or­gâ­ni­cas da Uni­ver­si­da­de Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos, Hos­pi­tal Mu­ni­ci­pal do Cam­bi­o­te e, aos ser­vi­ços pe­ni­ten­ciá­ri­os, en­tre ou­tras ins­ti­tui­ções.

Es­tu­dan­tes do Lu­e­na

Cen­te­nas de es­tu­dan­tes com ida­de elei­to­ral das es­co­las do en­si­no mé­dio se­de­a­das na ci­da­de do Lu­e­na, província do Mo­xi­co, fo­ram on­tem in­cen­ti­va­dos a afluí­rem aos pos­tos de re­gis­tos, du­ran­te a se­gun­da fa­se que ar­ran­ca no mês de Ou­tu­bro.

A vi­ce-go­ver­na­do­ra do Mo­xi­co pa­ra os As­sun­tos Po­lí­ti­cos e So­ci­ais, Adri­a­na Ca­cu­as­sa Ben­to, que cum­pre um ca­len­dá­rio de en­con­tros com a so­ci­e­da­de ci­vil so­bre a ac­tu­a­li­za­ção de da­dos elei­to­rais, re­al­çou a ne­ces­si­da­de de ca­da es­tu­dan­te com ida­de elei­to­ral ac­tu­a­li­zar os seus da­dos nos pos­tos de re­gis­tos mais pró­xi­mos.

Re­fe­riu que só com os da­dos de­vi­da­men­te ac­tu­a­li­za­dos é que o ci­da­dão vai ter di­rei­to de es­co­lher o par­ti­do que vai di­ri­gir o país nos pró­xi­mos cin­co anos. O re­gis­to elei­to­ral, dis­se, “é um de­ver e di­rei­to de ci­da­da­nia, por is­to, to­dos têm a mis­são de par­ti­ci­par e trans­mi­tir aos ou­tros es­ta ta­re­fa tão im­por­tan­te na vi­da do país”.

SAN­TOS PE­DRO

Ci­da­dãos elei­to­res con­ti­nu­am a acor­rer aos pos­tos de ac­tu­a­li­za­ção do re­gis­to elei­to­ral pa­ra ga­ran­ti­rem a par­ti­ci­pa­ção nas pró­xi­mas elei­ções

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.