For­ma­ção ga­ran­te qua­li­da­de

MI­NIS­TRO DA EDU­CA­ÇÃO Pro­fes­so­res do fu­tu­ro vi­si­ta­ram vá­ri­as pro­vín­ci­as do país

Jornal de Angola - - NECROLOGIA - JOÃO PE­DRO |

O en­si­no pri­má­rio é a mai­or pre­o­cu­pa­ção do Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção, por cons­ti­tuir o fun­da­men­to de to­do sis­te­ma edu­ca­ti­vo, afir­mou on­tem, em Lu­an­da, o ti­tu­lar da pas­ta Pin­da Si­mão.

Ao fa­lar no ac­to de re­cep­ção dos es­tu­dan­tes e pro­fes­so­res das “Es­co­las de Pro­fes­so­res do Fu­tu­ro” da ONG Aju­da de Po­vo pa­ra Po­vo (ADPP), que du­ran­te três me­ses es­ti­ve­ram em vá­ri­as pro­vín­ci­as do país em vi­si­tas de cam­po, no qua­dro da jornada “Ma­xim­bom­bo”, Pin­da Si­mão dis­se que o Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção es­tá apos­ta­do num en­si­no de qua­li­da­de.

Is­to, su­bli­nhou, pas­sa pe­la for­ma­ção de bons pro­fes­so­res. “Que­re­mos as­se­gu­rar a qua­li­da­de da for­ma­ção dos pro­fes­so­res, pois es­se é o nos­so mai­or de­sa­fio”, des­ta­cou Pin­da Si­mão.

O mi­nis­tro da Edu­ca­ção afir­mou que du­ran­te os três me­ses de vi­a­gem de es­tu­do, os alu­nos ti­ve­ram uma ex­pe­ri­ên­cia pro­vei­to­sa e uma me­lhor vi­são do al­can­ce da do­cên­cia e o pa­pel do pro­fes­sor na co­mu­ni­da­de, e so­bre­tu­do do pro­fes­sor pri­má­rio no meio rural.

“Não pre­ten­de­mos pro­fes­so­res chei­os de te­o­ri­as, com mui­ta pe­da­go­gia, mui­ta di­dác­ti­ca, mui­ta psi­co­lo­gia, mas sem prá­ti­ca. É ver­da­de que não se po­de fa­zer prá­ti­ca sem co­nhe­ci­men­to teó­ri­co, mas a prá­ti­ca em si­tu­a­ção re­al é fun­da­men­tal”, fri­sou o mi­nis­tro. Pin­da Si­mão in­for­mou que a apren­di­za­gem fei­ta ao lon­go dos três me­ses de vi­a­gem pos­sa ser o ca­ta­li­sa­dor pa­ra o com­pro­mis­so re­la­ti­va­men­te aos dois anos de for­ma­ção que ain­da fal­tam. “Se es­te "ma­xim­bom­ban­do" sig­ni­fi­cou pa­ra vo­cês, alu­nos e pro­fes­so­res, uma au­la vi­va, a ver­da­de é que foi uma au­la no ter­re­no so­bre a fau­na e flo­ra an­go­la­na, so­bre as tra­di­ções e va­lo­res das co­mu­ni­da­des vi­si­ta­das”, re­fe­riu.

A pre­si­den­te do con­se­lho de ad­mi­nis­tra­ção da ADPP, Rik­ke Viholm, dis­se que o pro­gra­ma de vi­a­gem dos alu­nos te­ve um ca­rác­ter na­ci­o­nal, com a par­ti­ci­pa­ção de 1.090 es­tu­dan­tes e 109 pro­fes­so­res nas 14 pro­vín­ci­as do país. “Que­re­mos agra­de­cer aos es­tu­dan­tes de to­das es­co­las da ADPP pe­lo es­for­ço que fi­ze­ram pa­ra que es­te pro­gra­ma fos­se re­a­li­za­do em mais de 54 mu­ni­cí­pi­os do nos­so país”, fri­sou a pre­si­den­te do con­se­lho de ad­mi­nis­tra­ção da ADPP.

Rik­ke Viholm su­bli­nhou que as vi­a­gens de­ram aos fu­tu­ros pro­fes­so­res uma mai­or com­pre­en­são e pai­xão pe­lo país, mas tam­bém con­tri­bui pa­ra um ní­vel pes­so­al e so­ci­al do pro­fes­sor pa­ra áre­as ru­rais em An­go­la.

“A ADPP es­tá sem­pre pre­sen­te co­mo par­cei­ro do Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção pa­ra me­lho­rar a qua­li­da­de dos pro­fes­so­res pri­má­ri­os em to­do país”, con­cluiu Rik­ke Viholm.

MIQUEIAS MACHANGONGO

Mi­nis­tro da Edu­ca­ção du­ran­te a re­cep­ção do co­lec­ti­vo das Es­co­las de Pro­fes­so­res do Fu­tu­ro

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.