Ope­ra­do­ras re­mo­vem cen­te­nas de mi­nas

Jornal de Angola - - POLÍTICA - WEZA PASCOAL | Me­non­gue

As ope­ra­do­ras de desminagem que tra­ba­lham no Cu­an­do Cu­ban­go re­mo­ve­ram de Ja­nei­ro a Ju­nho des­te ano 4.618 en­ge­nhos ex­plo­si­vos e mu­ni­ções di­ver­sas nos mu­ni­cí­pi­os de Me­non­gue, Cui­to Cu­a­na­va­le, Ma­vin­ga e Ri­vun­go, in­for­mou a ofi­ci­al da Co­mis­são Na­ci­o­nal In­ter-sec­to­ri­al de Desminagem e As­sis­tên­cia Hu­ma­ni­tá­ria (CNIDAH), Isa­bel Mas­se­la.

De acor­do com Isa­bel Mas­se­la, du­ran­te o pe­río­do em re­fe­rên­cia, fo­ram de­sac­ti­va­das 921 mi­nas an­ti­pes­so­al, 908 an­ti-tan­que e re­co­lhi­das 2.152 mu­ni­ções di­ver­sas e 637 en­ge­nhos ex­plo­si­vos não de­no­ta­dos.

As ac­ções fo­ram de­sen­vol­vi­das pe­las bri­ga­das de desminagem das For­ças Ar­ma­das An­go­la­nas (FAA), do Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de Desminagem (INAD) e da ONG bri­tâ­ni­ca “The Hal­lo Trust”, que per­mi­tiu lim­par uma área de apro­xi­ma­da­men­te 975 mil me­tros qua­dra­dos, já en­tre­gue ao go­ver­no da pro­vín­cia pa­ra exe­cu­ção de di­fe­ren­tes pro­jec­tos so­ci­ais. No Cu­an­do Cu­ban­go, ex­pli­cou, tra­ba­lha tam­bém uma ope­ra­do­ra de desminagem da Po­lí­cia de Guarda Fron­tei­ra (PGFA) e a MGM ale­mã. Nes­te mo­men­to, as ac­ções es­tão di­rec­ci­o­na­das pa­ra as lo­ca­li­da­des de Jam­ba Cu­eio e Dum­bo, em Me­non­gue, Tcha­meia Do­min­gos, Tri­ân­gu­lo do Tum­po, Tcham­bin­ga e Sa­ma­ria, no Cui­to Cu­a­na­va­le, Lui­a­na e Jam­ba, no Ri­vun­go e Cun­jam­ba em Ma­vin­ga.

A ofi­ci­al da CNIDAH re­al­çou que o ter­re­no do Cu­an­do Cu­ban­go é mui­to are­no­so e as vi­a­tu­ras fa­cil­men­te se da­ni­fi­cam, ra­zão pe­la qual con­si­de­ra ne­ces­sá­rio que as bri­ga­das de desminagem se­jam re­for­ça­das com mei­os téc­ni­cos e hu­ma­nos, com­bus­tí­vel, ali­men­ta­ção e pe­ças so­bres­sa­len­tes pa­ra a ma­nu­ten­ção dos equi­pa­men­tos.

Se­gun­do Isa­bel Mas­se­la, a sa­la ope­ra­ti­va da CNIDAH tam­bém ca­re­ce de mei­os de trans­por­te a to­doo-ter­re­no pa­ra fa­ci­li­tar a des­lo­ca­ção das equi­pas de con­tro­lo de qua­li­da­de nas di­fe­ren­tes áre­as on­de es­tão a de­cor­rer tra­ba­lhos de desminagem.

Ac­ção con­tra mi­nas

A ofi­ci­al de li­ga­ção da CNIDAH dis­se que o sec­tor de ac­ção con­tra as mi­nas no Cu­an­do Cu­ban­go tem co­mo ob­jec­ti­vo bai­xar ou pre­ve­nir as co­mu­ni­da­des so­bre o pe­ri­go com os en­ge­nhos ex­plo­si­vos pa­ra que as pes­so­as e bens pos­sam cir­cu­lar com se­gu­ran­ça, mas não tem di­nhei­ro pa­ra su­por­tar es­tes en­car­gos. Des­ta­cou que, du­ran­te o pe­río­do em ba­lan­ço, não se re­gis­tou qual­quer aci­den­te com mi­nas, re­co­nhe­cen­do, con­tu­do, uma fra­gi­li­da­de no pi­lar de edu­ca­ção so­bre o ris­co de mi­nas no seio da po­pu­la­ção, por­que o pe­ri­go es­tá sem­pre à es­prei­ta, da­do o ele­va­do ín­di­ce de con­ta­mi­na­ção da pro­vín­cia com es­tes ar­te­fac­tos.

Além des­tas ac­ti­vi­da­des, a sa­la ope­ra­ti­va pre­vê a re­a­li­za­ção de uma ple­ná­ria pro­vin­ci­al so­bre a ac­ção con­tra mi­nas, o re­fres­ca­men­to dos téc­ni­cos no ma­nu­se­a­men­to do sis­te­ma de ma­pe­a­men­to e ba­se de da­dos e a con­clu­são das ac­ti­vi­da­des de desminagem da se­de do mu­ni­cí­pio de Ma­vin­ga. Tam­bém es­tá pro­gra­ma­da a desminagem da área de re­as­sen­ta­men­to na lo­ca­li­da­de do Muhi­ca, Ca­lu­li, do pro­jec­to agro-pe­cuá­rio do IRSEM, na lo­ca­li­da­de do Cu­e­lei e a área agro-pe­cuá­ria do Mis­som­bo, no mu­ni­cí­pio de Me­non­gue.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.