Cré­di­to chi­nês es­ti­mu­la co­mér­cio re­gi­o­nal

Jornal de Angola - - ECONOMIA -

O fi­nan­ci­a­men­to chi­nês pode re­mo­ver os obs­tá­cu­los con­tra o de­sen­vol­vi­men­to das re­la­ções eco­nó­mi­cas in­ter-afri­ca­nas, nos pró­xi­mos anos, com a cons­tru­ção e re­a­bi­li­ta­ção de es­tra­das em cur­so em vá­ri­as re­giões do con­ti­nen­te. A con­clu­são par­tiu da re­cen­te reu­nião en­tre a pre­si­dên­cia da Co­mu­ni­da­de Eco­nó­mi­ca de De­sen­vol­vi­men­to da Áfri­ca Oci­den­tal (Ce­de­ao) e uma de­le­ga­ção do Ban­co de De­sen­vol­vi­men­to da Chi­na (BDC), que pas­sou em re­vis­ta os prin­ci­pais pro­jec­tos con­jun­tos nas áre­as de trans­por­tes, além de ener­gia, agri­cul­tu­ra e saú­de.

En­tre os pro­jec­tos apon­ta­dos pe­lo pre­si­den­te da Ce­de­ao, Mar­cel de Sou­za, es­tá a segunda fa­se da au­to­es­tra­da re­gi­o­nal, um pro­jec­to de 25 mil mi­lhões de dó­la­res, li­gan­do Abid­jan, na Cos­ta do Mar­fim, a Da­car, no Se­ne­gal, que pre­vê tam­bém uma pas­sa­gem em Bis­sau, com um to­tal de 3.260 qui­ló­me­tros.

No en­con­tro, Mar­cel de Sou­za pe­diu tam­bém apoio fi­nan­cei­ro pa­ra os es­tu­dos de vi­a­bi­li­da­de, em cur­so, pa­ra a es­tra­da Lagos-Abid­jan, um pro­jec­to de 8.000 mi­lhões de dó­la­res pa­ra li­gar cin­co das ci­da­des cos­tei­ras da re­gião, ao lon­go de mais de 1.000 qui­ló­me­tros.

O pre­si­den­te da or­ga­ni­za­ção re­gi­o­nal cha­mou aten­ção pa­ra o fac­to de ape­nas 12 por cen­to do co­mér­cio na Áfri­ca Oci­den­tal ser en­tre paí­ses vi­zi­nhos, re­sul­ta­do da fal­ta de li­ga­ções ro­do­viá­ri­as, fer­ro­viá­ri­as, aé­re­as e ma­rí­ti­mas en­tre eles. De Sou­za pe­diu ain­da apoio do BDC pa­ra as ini­ci­a­ti­vas no sec­tor da Ener­gia e da pro­du­ção de ar­roz, ba­se da ali­men­ta­ção dos paí­ses da re­gião, mas com dé­fi­ce de pro­du­ção.

Zeng Liqing, res­pon­sá­vel da de­le­ga­ção do BDC, ma­ni­fes­tou in­te­res­se em apro­fun­dar a co­o­pe­ra­ção com os paí­ses da re­gião, nu­ma al­tu­ra em que os es­for­ços do ban­co já per­mi­ti­ram fi­nan­ci­a­men­tos de mais de 46 mil mi­lhões de dó­la­res a 43 paí­ses afri­ca­nos pa­ra de­sen­vol­vi­men­to de in­fra-es­tru­tu­ras, ex­plo­ra­ção mi­nei­ra e ener­gia, en­tre ou­tros sec­to­res. Os cré­di­tos es­pe­ci­ais do ban­co pa­ra pe­que­nas e mé­di­as em­pre­sas es­tão a ser usa­dos em 47 paí­ses afri­ca­nos, al­guns de­les mem­bros da Ce­de­ao, adi­an­tou o res­pon­sá­vel do BDC.

Gui­né-Bis­sau

Na Áfri­ca Oci­den­tal, a Gui­néBis­sau é dos paí­ses que apre­sen­ta ac­tu­al­men­te pre­vi­sões de cres­ci­men­to eco­nó­mi­co mais ele­va­das – 4,8 por cen­to em 2016 e cin­co em 2017 – bem co­mo am­plas opor­tu­ni­da­des, uma vez que, além de ne­ces­si­tar de in­fra-es­tru­tu­ras e de dis­por de re­cur­sos por ex­plo­rar (ca­so da bau­xi­te), es­tá in­se­ri­do no mer­ca­do re­gi­o­nal da Áfri­ca Oci­den­tal.

A agri­cul­tu­ra é a prin­ci­pal fon­te de ren­di­men­to do país, em par­ti­cu­lar a cas­ta­nha de ca­ju, sen­do tam­bém uma das opor­tu­ni­da­des de in­ves­ti­men­to iden­ti­fi­ca­das. O bo­le­tim de in­for­ma­ção Afri­ca Mo­ni­tor In­tel­li­gen­ce in­for­mou ter um re­cen­te es­tu­do téc­ni­co chi­nês con­fir­ma­do a ap­ti­dão do país, em par­ti­cu­lar no que con­cer­ne aos so­los, pa­ra a pro­du­ção em lar­ga es­ca­la de ar­roz, pro­du­to que o país ac­tu­al­men­te im­por­ta pa­ra abas­te­cer o mer­ca­do in­ter­no (cer­ca de 200 mil to­ne­la­das/ano).

O es­tu­do apon­ta tam­bém a ne­ces­si­da­de pré­via de uma re­cu­pe­ra­ção das pla­ní­ci­es ala­ga­di­ças (bo­la­nhas) ap­tas pa­ra a ori­zi­cul­tu­ra, a mai­or par­te sem uso nos úl­ti­mos anos ou vo­ta­da ao aban­do­no. O em­bai­xa­dor da Chi­na em Bis­sau, Wang Hua, tem vin­do a sa­li­en­tar as ex­ce­len­tes con­di­ções cli­ma­té­ri­cas e de so­los que a Gui­né-Bis­sau tem pa­ra pro­du­zir e abas­te­cer a sua po­pu­la­ção e re­a­fir­mou o apoio da Chi­na pa­ra a con­cre­ti­za­ção des­se ob­jec­ti­vo.

Em Abril, na Gui­né-Bis­sau, re­a­li­zou-se pe­la pri­mei­ra vez o “En­con­tro dos em­pre­sá­ri­os pa­ra a co­o­pe­ra­ção eco­nó­mi­ca e co­mer­ci­al en­tre a Chi­na e os paí­ses de lín­gua por­tu­gue­sa”, à mar­gem do qual foi anun­ci­a­do que a Chi­na Ma­chi­na­rie En­ge­ne­e­ring Cor­po­ra­ti­on (CMEC) vai cons­truir, en­tre ou­tras in­fra-es­tru­tu­ras, o no­vo ae­ro­por­to in­ter­na­ci­o­nal de Bis­sau, alar­gar a an­ti­ga ae­ro­ga­re, cons­truir o por­to de pes­ca de Pi­kil, no nor­des­te da Gui­néBis­sau, o por­to de águas pro­fun­das em Bu­ba, no sul, es­tra­das, pon­tes e ain­da ha­bi­ta­ções so­ci­ais.

KINDALA MA­NU­EL

Pro­gra­ma fi­nan­ci­a­do pe­la Chi­na es­tá a tor­nar re­a­li­da­de a li­ga­ção en­tre vá­ri­os paí­ses afri­ca­nos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.