So­pa de Le­tras

Jornal de Angola - - LAZER -

Um ho­mem que pre­ci­sa­va vi­a­jar e não ti­nha aon­de guar­dar a sua vi­a­tu­ra, che­ga ao ban­co e diz pa­ra o ge­ren­te que pre­ci­sa de fa­zer um em­prés­ti­mo de três mil kwan­zas. Sur­pre­so o ge­ren­te per­gun­ta: - Des­cul­pe se­nhor... só três mil kwan­zas? Es­se di­nhei­ro é mui­to pou­co pa­ra em­prés­ti­mo. Sa­be que te­mos que des­con­tar os ju­ros e aliás tem que sa­ber que o ban­co pre­ci­sa sem­pre de uma ga­ran­tia. São es­sas as nor­mas.

- Não faz mal, o Ban­co pode fi­car com a mi­nha Hi­lux ze­ro km, até eu pa­gar o em­prés­ti­mo. - diz o ho­mem.

- Es­tá bem, se­nhor, en­tão pre­en­cha es­ses do­cu­men­tos.

Pou­co tem­po de­pois, o ho­mem che­ga a casa e diz à mu­lher:

- Pron­to amor, já po­de­mos vi­a­jar sem pre­o­cu­pa­ção. Con­se­gui dei­xar o car­ro à res­pon­sa­bi­li­da­de do Ban­co du­ran­te 30 di­as e só vou pa­gar três mil kwan­zas de es­ta­ci­o­na­men­to até re­gres­sar­mos de vi­a­gem. En­con­tre as se­guin­tes pa­la­vras:

óleo, azei­te e vi­na­gre.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.