An­go­la tem su­por­te em téc­ni­cas nu­cle­a­res

Re­co­nhe­ci­men­to dos apoi­os da Agência In­ter­na­ci­o­nal de Ener­gia Ató­mi­ca

Jornal de Angola - - POLÍTICA -

O mi­nis­tro da Ener­gia e Águas re­al­çou em Viena de Áustria a as­sis­tên­cia que a Agência In­ter­na­ci­o­nal de Ener­gia Ató­mi­ca (AIEA) tem con­ce­di­do ao país ao lon­go dos úl­ti­mos anos. Um co­mu­ni­ca­do do Mi­nis­té­rio in­di­ca que João Bap­tis­ta Bor­ges dis­cur­sa­va na 60ª ses­são re­gu­lar da con­fe­rên­cia ge­ral da AIEA, que de­cor­re des­de se­gun­da-fei­ra até ama­nhã na­que­la ci­da­de eu­ro­peia.

O mi­nis­tro apon­tou o su­por­te a es­tu­dos de vi­a­bi­li­da­de pa­ra o uso de téc­ni­cas de es­te­ri­li­za­ção, co­mo par­te de uma am­pla ges­tão in­te­gra­da pa­ra o con­tro­lo da mos­ca tsé-tsé e a apli­ca­ção de téc­ni­cas nu­cle­a­res e mo­le­cu­la­res pa­ra o di­ag­nós­ti­co e con­tro­lo trans­fron­tei­ri­ço de do­en­ças ani­mais, co­mo al­guns dos exem­plos des­sa as­sis­tên­cia.

Ou­tros apoi­os da AIEA apon­ta­dos por João Bap­tis­ta Bor­ges são o su­por­te à ex­pan­são de ser­vi­ços de ra­di­o­te­ra­pia, o in­cre­men­to da ca­pa­ci­da­de na­ci­o­nal pa­ra a me­lho­ria da nu­tri­ção e saú­de hu­ma­na, o aper­fei­ço­a­men­to do uso de hi­dro­lo­gia iso­tó­pi­ca no pla­ne­a­men­to, ges­tão e in­cre­men­to de re­cur­sos hí­dri­cos, o es­ta­be­le­ci­men­to de um la­bo­ra­tó­rio de hi­dro­lo­gia iso­tó­pi­ca, as­sim co­mo a ges­tão de Ma­te­ri­ais Ra­di­o­ac­ti­vos de Ocor­rên­cia Na­tu­ral (Norm) na área dos pe­tró­le­os.

An­go­la, dis­se, es­tá com­ple­ta­men­te com­pro­me­ti­da com os ide­ais e ob­jec­ti­vos do Tra­ta­do de Não Po­li­fe­ra­ção. Pro­va dis­so, su­bli­nhou, tem cum­pri­do com as su­as obri­ga­ções e de­ve­res. "An­go­la con­gra­tu­la-se ain­da pe­lo fac­to de, em 2015, a ta­xa de re­a­li­za­ção dos pa­ga­men­tos pa­ra o Fun­do de Co­o­pe­ra­ção Téc­ni­ca-TCF ter atin­gi­do os 94,1 por cen­to, re­pre­sen­tan­do o me­lhor de­sem­pe­nho nos úl­ti­mos cin­co anos”, re­fe­riu. Tal co­mo o fez nas an­te­ri­o­res oca­siões, o mi­nis­tro da Ener­gia e Águas su­ge­riu que, na even­tu­a­li­da­de de um Es­ta­do-mem­bro per­der a ca­pa­ci­da­de de pa­gar as su­as con­tri­bui­ções, co­mo re­sul­ta­do de si­tu­a­ções ou even­tos ad­ver­sos, o mes­mo não per­ca o seu di­rei­to de be­ne­fi­ci­ar dos pro­jec­tos de co­o­pe­ra­ção téc­ni­ca da agência.

Ou­tro be­ne­fí­cio que se re­gis­ta em An­go­la, co­mo re­sul­ta­do da as­sis­tên­cia téc­ni­ca da Agência In­ter­na­ci­o­nal de Ener­gia Ató­mi­ca tem a ver com a área da on­co­lo­gia, que tem per­mi­ti­do ao Exe­cu­ti­vo re­a­li­zar me­lhor pres­ta­ção na as­sis­tên­cia mé­di­ca aos an­go­la­nos pe­lo Ins­ti­tu­to Na­ci­o­nal de On­co­lo­gia, em Lu­an­da, e re­du­zir gas­tos com a eva­cu­a­ção de do­en­tes pa­ra o ex­te­ri­or.

O mi­nis­tro da Ener­gia e Águas ex­pres­sou o seu "inequí­vo­co apoio" pe­la ini­ci­a­ti­va da Agência In­ter­na­ci­o­nal de Ener­gia Ató­mi­ca em or­ga­ni­zar, no pró­xi­mo mês de De­zem­bro, uma se­gun­da con­fe­rên­cia na área de se­gu­ran­ça nu­cle­ar. “A con­fe­rên­cia in­ter­na­ci­o­nal so­bre Se­gu­ran­ça Nu­cle­ar: com­pro­mis­sos e ac­ções, por si só de­mons­tra ple­na­men­te o pa­pel cen­tral da AIEA no for­ta­le­ci­men­to dos es­for­ços in­ter­na­ci­o­nais, pa­ra pre­ve­nir o uso in­de­vi­do de ma­te­ri­ais nu­cle­a­res e ou­tros ma­te­ri­ais ra­di­o­ac­ti­vos de for­ma a ga­ran­tir um sis­te­ma mun­di­al de se­gu­ran­ça nu­cle­ar mais efi­caz e se­gu­ro”, con­si­de­rou.

O mi­nis­tro da Ener­gia e Águas rei­te­rou, igual­men­te, a "in­tei­ra dis­po­ni­bi­li­da­de" de An­go­la con­ti­nu­ar a co­o­pe­rar com a Agência In­ter­na­ci­o­nal de Ener­gia Ató­mi­ca, com vis­ta a ga­ran­tir um fu­tu­ro de paz, pro­gres­so e bem-es­tar, num uni­ver­so de pros­pe­ri­da­de pa­ra to­dos os po­vos do pla­ne­ta.

CEDIDA PE­LO MI­NIS­TÉ­RIO DA ENER­GIA E ÁGUAS

João Bap­tis­ta Bor­ges des­ta­cou os apoi­os re­ce­bi­dos na ex­pan­são de ser­vi­ços de ra­di­o­te­ra­pia e ges­tão de ma­te­ri­al ra­di­o­ac­ti­vo

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.