Pos­tos de ven­da jun­to de mo­ra­di­as pre­o­cu­pam go­ver­no

Jornal de Angola - - PROVÍNCIAS - CAR­LOS PAU­LI­NO |

A aber­tu­ra de pos­tos de ven­da de com­bus­tí­veis e de gás bu­ta­no mui­to pró­xi­mo de re­si­dên­ci­as es­tá a pre­o­cu­par a Di­rec­ção Pro­vin­ci­al do Co­mér­cio, Ho­te­la­ria e Tu­ris­mo do Cu­an­do Cu­ban­go, dis­se ter­ça-fei­ra o che­fe do de­par­ta­men­to pro­vin­ci­al de ad­mi­nis­tra­ção e ser­vi­ço da área do Co­mér­cio, Rai­mun­do Ne­to.

O res­pon­sá­vel dis­se, em Me­non­gue, du­ran­te um en­con­tro com os agen­tes re­ven­de­do­res dos pro­du­tos de­ri­va­dos do pe­tró­leo a ní­vel do mu­ni­cí­pio de Me­non­gue, que a mai­o­ria dos 39 pos­tos de ven­da de com­bus­tí­veis e de gás bu­ta­no re­gis­ta­dos es­tá cons­truí­do em áre­as que põem em pe­ri­go a vi­da da po­pu­la­ção.

“Do­ra­van­te quem pre­ten­der abrir um es­ta­be­le­ci­men­to, pa­ra ven­da de com­bus­tí­veis ou gás bu­ta­no, vai ser obri­ga­do a con­tac­tar as ad­mi­nis­tra­ções mu­ni­ci­pais e a di­rec­ção pro­vin­ci­al do Co­mér­cio, Ho­te­la­ria e Tu­ris­mo, no sen­ti­do des­tas ave­ri­gua­rem as con­di­ções pa­ra o efei­to”, avi­sou Rai­mun­do Ne­to.

Anun­ci­ou que a par­tir de Ja­nei­ro do pró­xi­mo ano, en­tra em vi­gor o no­vo pro­ces­so de li­cen­ci­a­men­to pa­ra es­te ra­mo de ac­ti­vi­da­de, que po­de­rá ter al­gu­mas al­te­ra­ções em re­la­ção ao ac­tu­al. “A aber­tu­ra de pos­tos de ven­da de com­bus­tí­veis ou de gás bu­ta­no, des­de os 50 aos 200 me­tros cú­bi­cos, vai es­tar sob a res­pon­sa­bi­li­da­de da di­rec­ção pro­vin­ci­al do Co­mér­cio, ao pas­so que os aci­ma de 200 me­tros cú­bi­cos pe­lo Mi­nis­té­rio dos Pe­tró­le­os.” A li­cen­ça vai ter du­ra­ção de 20 anos re­no­vá­veis anu­la­men­te.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.