Cons­tru­ção ajus­ta pro­gra­mas

Jornal de Angola - - PARTADA - VICTORINO JO­A­QUIM |

O no­vo mi­nis­tro da Cons­tru­ção, Ar­tur For­tu­na­to, dis­se on­tem que um dos pri­mei­ros pas­sos a dar é fa­zer al­guns ajus­tes nos pro­gra­mas exis­ten­tes pa­ra me­lhor optimizar os re­cur­sos téc­ni­cos e fi­nan­cei­ros. Ar­tur For­tu­na­to, que fa­la­va à im­pren­sa no fi­nal da ce­ri­mó­nia de en­tre­ga de pas­tas, no sa­lão no­bre do Mi­nis­té­rio da Cons­tru­ção, dis­se que vai evi­tar o má­xi­mo pos­sí­vel a dis­per­são fi­nan­cei­ra pa­ra con­se­guir apli­car es­tes re­cur­sos com mai­or efi­ci­ên­cia e au­gu­rar mai­or efi­cá­cia dos re­sul­ta­dos, uma vez que o país es­tá a en­fren­tar uma cri­se eco­nó­mi­ca e fi­nan­cei­ra, pro­vo­ca­da pe­la bai­xa do pre­ço do bar­ril do pe­tró­leo.

O no­vo mi­nis­tro da Cons­tru­ção, Ar­tur Car­los An­dra­de For­tu­na­to, dis­se on­tem, em Lu­an­da, que um dos pri­mei­ros pas­sos a dar é fa­zer al­guns ajus­tes nos pro­gra­mas exis­ten­tes pa­ra me­lhor optimizar os re­cur­sos téc­ni­cos e fi­nan­cei­ros.

Ar­tur For­tu­na­to, que fa­la­va à im­pren­sa no fi­nal da ce­ri­mó­nia de en­tre­ga de pas­tas, no sa­lão no­bre do Mi­nis­té­rio da Cons­tru­ção, à qual es­ti­ve­ram pre­sen­tes se­cre­tá­ri­os de Es­ta­do e qua­dros do mi­nis­té­rio, dis­se que vai evi­tar o má­xi­mo pos­sí­vel a dis­per­são fi­nan­cei­ra pa­ra con­se­guir apli­car es­tes re­cur­sos com mai­or efi­ci­ên­cia e au­gu­rar mai­or efi­cá­cia dos re­sul­ta­dos, uma vez que o país es­tá a en­fren­tar uma cri­se eco­nó­mi­ca e fi­nan­cei­ra, pro­vo­ca­da pe­la bai­xa do pre­ço do bar­ril do pe­tró­leo.

O mi­nis­tro re­a­fir­mou que vai tra­ba­lhar du­ran­te as pró­xi­mas se­ma­nas com o seu pre­de­ces­sor, de quem pre­ci­sa in­tei­rar-se so­bre o qua­dro in­ter­no, quer do pon­to de vis­ta de pro­jec­tos e pro­gra­mas em cur­so, quer do ad­mi­nis­tra­ti­vo. “Va­mos ter que fa­zer uso efi­ci­en­te dos re­cur­sos téc­ni­cos e fi­nan­cei­ros que te­mos dis­po­ní­veis de mo­do a ob­ter­mos os me­lho­res re­sul­ta­dos pos­sí­veis”, rei­te­rou.

Por sua vez, o mi­nis­tro ces­san­te, Wal­de­mar Pi­res Ale­xan­dre, agra­de­ceu a to­dos os seus co­la­bo­ra­do­res e fun­ci­o­ná­ri­os pe­lo apoio pres­ta­do e pe­diu-lhes pa­ra pres­ta­rem uma mai­or co­la­bo­ra­ção ao seu su­ces­sor.

Wal­de­mar Pi­res Ale­xan­dre dis­se que o ob­jec­ti­vo que to­dos os fun­ci­o­ná­ri­os do Mi­nis­té­rio da Cons­tru­ção au­gu­ram é a sa­tis­fa­ção das ne­ces­si­da­des da po­pu­la­ção em ter­mos de cons­tru­ção de mais in­fra­es­tru­tu­ras, co­mo edi­fí­ci­os, es­tra­das e re­si­dên­ci­as.

O an­te­ri­or mi­nis­tro fez um ba­lan­ço po­si­ti­vo do seu tra­ba­lho. “Jul­ga­mos ter cum­pri­do com as ta­re­fas que fo­ram in­cum­bi­das, uma das qu­ais se re­su­mia, ba­si­ca­men­te, na re­or­ga­ni­za­ção e res­tru­tu­ra­ção do Mi­nis­té­rio.

VIGAS DA PU­RI­FI­CA­ÇÃO

Ar­tur For­tu­na­to (à di­rei­ta) com o seu pre­de­ces­sor Wal­de­mar Ale­xan­dre de­pois da ce­ri­mó­nia de pas­sa­gem de pas­tas

VIGAS DA PU­RI­FI­CA­ÇÃO

Mi­nis­tro Ar­tur For­tu­na­to (à di­rei­ta) vai tra­ba­lhar com o an­te­ces­sor pa­ra co­nhe­cer dos­si­ers

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.