Jen­son But­ton che­ga a tre­zen­tos gran­des pré­mi­os

Jornal de Angola - - DESPORTO -

Di­fi­cil­men­te exis­ti­rá coi­sa mais bri­tâ­ni­ca do que uma “pint” (co­po tí­pi­co do país) de cer­ve­ja num pub. E foi as­sim que a McLa­ren de­ci­diu ho­me­na­ge­ar Jen­son But­ton pe­la mar­ca de 300 gran­des pré­mi­os na Fór­mu­la 1, ob­ti­da nes­te fim de se­ma­na na Ma­lá­sia.

A equi­pa, que as­sim co­mo o pi­lo­to tam­bém é bri­tâ­ni­ca, não eco­no­mi­zou nos de­ta­lhes da es­tru­tu­ra im­pro­vi­sa­da no “pad­dock” nes­ta sex­ta-fei­ra, de­pois dos pri­mei­ros trei­nos li­vres e fez uma de­co­ra­ção de res­pei­to com mu­rais, cer­ve­jas per­so­na­li­za­das e um bo­lo com a ban­dei­ra da Grã-Bre­ta­nha. E, co­mo não po­de­ria fal­tar num “pub” tra­di­ci­o­nal, ti­nha até um al­vo pa­ra jo­gar dar­dos. Is­so tu­do era pos­sí­vel en­con­trar no “The Dog and But­ton”, no­me da­do pe­la equi­pa pa­ra o bar de Jen­son. A par­ti­ci­pa­ção no even­to do cam­peão de 2009 foi gran­de, com mem­bros da equi­pa e pi­lo­tos ri­vais. “Quan­do co­me­cei na F1 em 2000, lem­bro de con­ver­sar com o meu pai e ele me per­gun­tar: - Quan­to tem­po vo­cê acha que pi­lo­ta­rá? Se­rá que irá pa­rar quan­do ti­ver 30?” - E res­pon­di que já es­ta­ria apo­sen­ta­do quan­do che­gas­se aos 30. E aqui es­tou aos 36, com­pe­tin­do no meu 300º GP nes­te fim de se­ma­na. Des­de que vo­cê es­te­ja a pi­lo­tar bem, é di­fí­cil sair da F1”.dis­se But­ton.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.