Exe­cu­ti­vo re­ac­ti­va o Fun­do pa­ra fi­nan­ci­a­men­to agrá­rio

Exe­cu­ti­vo re­ac­ti­va me­ca­nis­mo de su­por­te ao fo­men­to e de­sen­vol­vi­men­to do sec­tor

Jornal de Angola - - PARTADA - KUMUÊNHO DA RO­SA |

O Exe­cu­ti­vo an­go­la­no anun­ci­ou on­tem a re­ac­ti­va­ção do Fun­do de De­sen­vol­vi­men­to Agrá­rio (FADA) co­mo “ins­ti­tui­ção fi­nan­cei­ra es­pe­ci­a­li­za­da” des­ti­na­da a apoi­ar a po­lí­ti­ca de fo­men­to agrá­rio no país, sob tu­te­la do Mi­nis­té­rio das Fi­nan­ças. Esta foi uma das con­clu­sões da ses­são con­jun­ta das Co­mis­sões Eco­nó­mi­ca e pa­ra Eco­no­mia Re­al do Con­se­lho de Mi­nis­tros, ori­en­ta­da pelo Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos, que apre­ci­ou o me­mo­ran­do so­bre os tra­ba­lhos da Comissão de Re­es­tru­tu­ra­ção e Ges­tão do FADA. A comissão de Ges­tão e Re­es­tru­tu­ra­ção do FADA era cons­ti­tuí­da por um re­pre­sen­tan­te do Mi­nis­té­rio das Fi­nan­ças, co­mo co­or­de­na­dor, co­ad­ju­va­do por Fran­cis­co João de Carvalho Ne­to. Fa­zi­am parte da comissão, co­mo vo­gais, An­tó­nio de Je­sus To­más da Cruz, Miguel Fran­cis­co Luís Ma­nu­el, e um re­pre­sen­tan­te da Agri­cul­tu­ra.

O Exe­cu­ti­vo an­go­la­no anun­ci­ou on­tem a re­ac­ti­va­ção do Fun­do de De­sen­vol­vi­men­to Agrá­rio (FADA) co­mo “ins­ti­tui­ção fi­nan­cei­ra es­pe­ci­a­li­za­da” des­ti­na­da a apoi­ar a po­lí­ti­ca de fo­men­to agrá­rio no país, sob tu­te­la do Mi­nis­té­rio das Fi­nan­ças.

Esta foi uma das con­clu­sões da ses­são con­jun­ta das Co­mis­sões Eco­nó­mi­ca e pa­ra Eco­no­mia Re­al do Con­se­lho de Mi­nis­tros, ori­en­ta­da pelo Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos, que apre­ci­ou o me­mo­ran­do so­bre os tra­ba­lhos da Comissão de Re­es­tru­tu­ra­ção e Ges­tão do FADA.

A comissão de Ges­tão e Re­es­tru­tu­ra­ção do FADA foi cons­ti­tuí­da por um re­pre­sen­tan­te do Mi­nis­té­rio da Fi­nan­ças, co­mo co­or­de­na­dor, co­ad­ju­va­do por Fran­cis­co João de Carvalho Ne­to. Fa­zi­am parte da comissão, co­mo vo­gais, An­tó­nio de Je­sus To­más da Cruz, Miguel Fran­cis­co Luís Ma­nu­el, e um re­pre­sen­tan­te do Mi­nis­té­rio da Agri­cul­tu­ra e De­sen­vol­vi­men­to Ru­ral.

Cri­a­do ao abri­go do De­cre­to Exe­cu­ti­vo n.º 40/87, o Fun­do de Apoio ao De­sen­vol­vi­men­to Agrá­rio foi ge­ri­do por uma Comissão Ad­mi­nis­tra­ti­va no­me­a­da por des­pa­cho do Mi­nis­tro da Agri­cul­tu­ra e De­sen­vol­vi­men­to Ru­ral. Foi de­pois cri­a­da uma Comissão de Ges­tão e Re­es­tru­tu­ra­ção, por se ter cons­ta­ta­do que se en­con­tra­va “de­sa­jus­ta­do à re­a­li­da­de cons­ti­tu­ci­o­nal”, as­sim co­mo a ne­ces­si­da­de de se dar ou­tra di­nâ­mi­ca à ins­ti­tui­ção, cu­jo ob­jec­to so­ci­al é o apoio, de­sen­vol­vi­men­to e fo­men­to da agri­cul­tu­ra no país.

A ses­são foi do­mi­na­da pe­la aná­li­se do quadro de re­fe­rên­cia macroeconómico, on­de pon­ti­fi­cam as projecções do Produto In­ter­no Bru­to pa­ra 2017 e as po­lí­ti­cas pa­ra a di­na­mi­za­ção da eco­no­mia com pro­tec­ção da es­ta­bi­li­da­de so­ci­al. O do­cu­men­to con­tém um con­jun­to de me­di­das de ca­rác­ter fis­cal, mo­ne­tá­rio, fi­nan­cei­ro, de ren­di­men­to e pre­ços que vi­sam di­na­mi­zar a eco­no­mia à luz das “Li­nhas Mes­tras pa­ra a De­fi­ni­ção de uma Es­tra­té­gia pa­ra a Saí­da da Cri­se”.

No do­mí­nio das fi­nan­ças pú­bli­cas, as co­mis­sões apre­ci­a­ram o re­la­tó­rio da Con­ta Geral do Es­ta­do de 2015, on­de cons­ta a exe­cu­ção dos ba­lan­ços or­ça­men­tal, fi­nan­cei­ro e pa­tri­mo­ni­al, bem co­mo as de­mons­tra­ções fi­nan­cei­ras exi­gi­das na Lei do Or­ça­men­to Geral do Es­ta­do, re­la­ti­vas às con­tas dos ser­vi­ços da Ad­mi­nis­tra­ção Cen­tral e Lo­cal do Es­ta­do, dos Ins­ti­tu­tos Pú­bli­cos e Fun­dos Au­tó­no­mos, da Se­gu­ran­ça So­ci­al e dos Ór­gãos de So­be­ra­nia e o in­ven­tá­rio dos bens pú­bli­cos.

Du­ran­te a ses­são foi apre­ci­a­do um me­mo­ran­do so­bre o au­men­to da efi­cá­cia dos ins­tru­men­tos fi­nan­cei­ros do Go­ver­no pa­ra o fo­men­to e pro­mo­ção da ac­ti­vi­da­de eco­nó­mi­ca das mi­cro, pe­que­nas e mé­di­as em­pre­sas. Na mes­ma li­nha, foi ob­jec­to de aná­li­se o Re­gu­la­men­to das Li­nhas de Cré­di­to pa­ra o Fi­nan­ci­a­men­to da Ban­ca Co­mer­ci­al com vis­ta à con­ces­são de cré­di­tos às mi­cro, pe­que­nas e mé­di­as em­pre­sas no âm­bi­to do Pro­gra­ma An­go­la In­ves­te.

O Exe­cu­ti­vo es­pe­ra com es­tas me­di­das con­tri­buir pa­ra a me­lho­ria do am­bi­en­te de ne­gó­ci­os, a re­du­ção dos ris­cos do in­ves­ti­men­to pro­du­ti­vo e pa­ra uma mai­or com­ple­men­ta­ri­da­de en­tre os in­ves­ti­men­tos pú­bli­cos e pri­va­dos.

As co­mis­sões apre­ci­a­ram o pro­jec­to de De­cre­to Pre­si­den­ci­al que apro­va o Es­ta­tu­to Or­gâ­ni­co da Uni­da­de Téc­ni­ca de Ges­tão da Dí­vi­da Pú­bli­ca, com a fi­na­li­da­de de ade­quar es­te ór­gão ao es­ti­pu­la­do no De­cre­to Le­gis­la­ti­vo n.º 2/13, de 25 de Ju­nho, que es­ta­be­le­ce as re­gras de cri­a­ção, es­tru­tu­ra­ção e fun­ci­o­na­men­to dos Ins­ti­tu­tos Pú­bli­cos.

ROGÉRIO TUTI

Pre­si­den­te Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos ori­en­tou reu­nião con­jun­ta das Co­mis­sões Eco­nó­mi­ca e pa­ra a Eco­no­mia Re­al

ROGÉRIO TUTI

Reu­nião con­jun­ta on­tem das co­mis­sões Eco­nó­mi­ca e pa­ra Eco­no­mia Re­al do Con­se­lho de Mi­nis­tros foi ori­en­ta­da pelo Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.