Mais de uma cen­te­na de re­clu­sos em ca­sa

Jornal de Angola - - POLITICA -

A Lei de Amnistia, apro­va­da a 20 de Ju­lho des­te ano pe­la As­sem­bleia Na­ci­o­nal, per­mi­tiu já a li­ber­ta­ção de 177 pre­sos que cum­pri­am pe­nas nas ca­dei­as de Nki­en­de e Man­gue Gran­de, mu­ni­cí­pi­os de Mban­za Con­go e Soyo, na pro­vín­cia do Zaire.

O director pro­vin­ci­al do Ser­vi­ço Pe­ni­ten­ciá­rio, su­pe­rin­ten­den­te-che­fe An­tó­nio Cor­reia Mo­ço, pres­tou on­tem a in­for­ma­ção à An­gop e re­fe­riu que es­te fei­to de mag­na­ni­mi­da­de es­tá a de­sa­fo­gar as du­as uni­da­des pe­ni­ten­ciá­ri­as em ter­mos de su­per­lo­ta­ção de re­clu­sos.

Dos 177 re­clu­sos que be­ne­fi­ci­a­ram da amnistia, dis­se, 108 en­con­tra­vam-se na ca­deia do Nki­en­de (Mban­za Con­go), en­quan­to os res­tan­tes 69 es­ta­vam na uni­da­de pe­ni­ten­ciá­ria da Man­gue Gran­de, mu­ni­cí­pio do Soyo.

An­tó­nio Mo­ço in­for­mou que, an­tes da en­tra­da em vi­gor da re­fe­ri­da Lei de Amnistia, as du­as ca­dei­as con­ta­vam com uma po­pu­la­ção pe­nal de 776 re­clu­sos, dis­tri­buí­dos em 489 no Nki­en­de e 286 na Man­gue Gran­de. A ca­pa­ci­da­de da pe­ni­ten­ciá­ria de Nki­en­de é de 250 re­clu­sos, mais 30 que a de Man­gue Gran­de.

Ac­tu­al­men­te, dis­se o director pro­vin­ci­al do Ser­vi­ço Pe­ni­ten­ciá­rio, os dois es­ta­be­le­ci­men­tos têm 599 re­clu­sos de am­bos os se­xos. Uma fon­te da Pro­cu­ra­do­ria-Ge­ral da Re­pú­bli­ca no Zaire re­ve­lou que mais re­clu­sos são pos­tos em li­ber­da­de an­tes do fi­nal des­te ano, sem, no en­tan­to, avan­çar nú­me­ros.

A Lei de Amnistia pre­vê um re­gi­me ge­ral de amnistia pa­ra os cri­mes co­muns, pu­ní­veis com pe­nas de pri­são de até 12 anos, com ex­cep­ção dos cri­mes do­lo­sos co­me­ti­dos com vi­o­lên­cia ou ame­a­ça con­tra pes­so­as e as con­tra­ven­ções co­me­ti­das por mi­li­ta­res e não mi­li­ta­res até 11 de No­vem­bro de 2015.

São igual­men­te am­nis­ti­a­dos to­dos os cri­mes mi­li­ta­res co­me­ti­dos até 11 de No­vem­bro de 2015, com ex­cep­ção dos cri­mes do­lo­sos co­me­ti­dos com vi­o­lên­cia, que re­sul­ta­ram em mor­te, um re­gi­me de per­dão na or­dem de um quar­to da pe­na, apli­cá­vel aos cri­mes não abran­gi­dos pe­la pre­sen­te amnistia, pon­de­ra­da às cir­cuns­tân­ci­as le­gais.

GAR­CIA MAYATOKO

Re­clu­sos do Nki­en­de an­tes da li­ber­da­de

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.