Equi­pa Mer­ce­des qua­se im­ba­tí­vel nos úl­ti­mos anos

Jornal de Angola - - DESPORTO -

To­to Wolff elo­gi­ou a for­ça de tra­ba­lho da Mer­ce­des de­pois de a mon­ta­do­ra ter con­quis­ta­do o seu ter­cei­ro tí­tu­lo con­se­cu­ti­vo de Cons­tru­to­res na Fór­mu­la 1.

As co­me­mo­ra­ções da Mer­ce­des fo­ram co­lo­ca­das em es­pe­ra na Ma­lá­sia, on­de a Red Bull con­quis­tou uma do­bra­di­nha, mas ine­vi­ta­vel­men­te foi con­fir­ma­da em Su­zu­ka nes­te do­min­go.

Ni­co Ros­berg con­quis­tou uma vi­tó­ria con­for­tá­vel sain­do da po­le-po­si­ti­on, en­quan­to Lewis Ha­mil­ton re­cu­pe­rou-se de oi­ta­vo pa­ra ter­cei­ro, de­pois de uma lar­ga­da mui­to ruim. “Há mui­tas pes­so­as óp­ti­mas nes­ta equi­pa que con­quis­tou o tí­tu­lo de Cons­tru­to­res”, ex­pli­cou Wolff à ‘Sky Sports’ de­pois da cor­ri­da. “Eu te­nho a hon­ra de re­pre­sen­ta-los na fren­te das câ­ma­ras, nem mais, nem me­nos. Eles fo­ram qua­se in­fa­lí­veis du­ran­te es­tes três anos, é óp­ti­mo tra­ba­lhar com eles”. Wolff tam­bém elo­gi­ou os es­for­ços de Ros­berg e Ha­mil­ton du­ran­te os anos.

“Nos­sos dois pi­lo­tos são óp­ti­mos”, con­ti­nu­ou To­to Wolff. “Eles não são só os me­lho­res no mun­do, mas tam­bém for­çam to­dos aqui pa­ra um no­vo ní­vel. Se um tem um dia ruim, en­tão eles em­pur­ram um ao ou­tro, por­que eles de­ter­mi­nam os pa­râ­me­tros”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.