Pro­gres­so al­te­ra con­tas no to­po

Jornal de Angola - - DESPORTO -

A der­ro­ta de on­tem, por 0-1, fren­te ao Pro­gres­so Sam­bi­zan­ga, po­de cus­tar a re­con­quis­ta do tí­tu­lo ao Re­cre­a­ti­vo do Li­bo­lo no Cam­pe­o­na­to Na­ci­o­nal de Fu­te­bol da I Di­vi­são, Gi­ra­bo­la ZAP, que tem o 1º de Agos­to e o Pe­tro de Lu­an­da nu­ma dis­pu­ta ace­sa pela con­sa­gra­ção.

Num jo­go dis­pu­ta­do em rit­mo len­to e bai­xa in­ten­si­da­de, a for­ma­ção do Cu­an­za Sul pou­co fez pa­ra sair do Es­tá­dio Mu­ni­ci­pal dos Co­quei­ros com os três pon­tos na ba­ga­gem e, des­te mo­do, con­ti­nu­ar a pres­si­o­nar pe­tro­lí­fe­ros e mi­li­ta­res na cor­ri­da ao tí­tu­lo.

O cam­peão na­ci­o­nal ain­da ten­tou for­çar a no­ta, obri­gan­do a for­ma­ção sam­bi­la, rai­nha dos em­pa­tes da com­pe­ti­ção com oi­to con­se­cu­ti­vos, a jo­gar no seu re­du­to de­fen­si­vo, mas sem o acer­to exi­gi­do a uma equi­pa que dis­cu­te a três a con­quis­ta da ta­ça no fi­nal do Gi­ra­bo­la ZAP.

A equi­pa da vi­la de Ca­lu­lo che­gou a fes­te­jar um go­lo, pron­ta­men­te anu­la­do pela equi­pa de ar­bi­tra­gem, por ale­ga­da po­si­ção de fo­ra-de-jo­go de um dos seus avan­ça­dos. Jo­ga­do­res e res­pon­sá­veis téc­ni­cos do Li­bo­lo con­tes­ta­ram a de­ci­são.

Quan­do tu­do apon­ta­va pa­ra o sur­gi­men­to de mais uma ví­ti­ma da sen­da de em­pa­tes do Pro­gres­so Sam­bi­zan­ga, Ya­no deu uma ca­be­ça nas es­pe­ran­ças dos cam­peões na­ci­o­nais, fa­zen­do aos 84 mi­nu­tos o go­lo solitário da par­ti­da.

A der­ro­ta co­lo­cou o Re­cre­a­ti­vo do Li­bo­lo na ter­cei­ra po­si­ção, a três pon­tos do Pe­tro de Lu­an­da, que ago­ra pas­sa a de­pen­der ape­nas de si pa­ra con­quis­tar o tí­tu­lo, ca­so che­gue à úl­ti­ma jor­na­da em igual­da­de pon­tu­al com o 1º de Agos­to. O clás­si­co dos clás­si­cos do fu­te­bol an­go­la­no po­de ga­nhar con­tor­nos de fi­na­lís­si­ma.

Na ou­tra par­ti­da dis­pu­ta­da on­tem, o Re­cre­a­ti­vo da Caá­la em­pa­tou sem go­los fren­te ao Sa­gra­da Es­pe­ran­ça, des­fe­cho que fa­vo­re­ce mais às pre­ten­sões dos di­a­man­tí­fe­ros, já li­vres do es­pec­tro da des­pro­mo­ção, en­quan­to a for­ma­ção do Hu­am­bo con­ti­nua ao al­can­ce das equi­pas que fogem da zo­na mo­ve­di­ça.

Sá­ba­do, na sequên­cia da jor­na­da, o Pe­tro de Lu­an­da es­cre­veu mais um ca­pí­tu­lo do seu ro­tei­ro de re­cu­pe­ra­ção com­pe­ti­ti­va, des­pa­chan­do o ASA por cla­ros 3-0, nu­ma par­ti­da equi­li­bra­da no pri­mei­ro tem­po, mas am­pla­men­te do­mi­na­da pe­los tri­co­lo­res do Ei­xo Viá­rio na eta­pa com­ple­men­tar. No Lo­bi­to, num dos bai­les de afli­tos mar­ca­dos pa­ra a 27ª jor­na­da, a Aca­dé­mi­ca em­pa­tou a dois go­los fren­te ao Des­por­ti­vo da Huí­la, re­for­çan­do as hi­pó­te­ses de ser um dos dois acom­pa­nhan­tes do já des­pro­mo­vi­do Por­ce­la­na FC, por­que os mi­li­ta­res da Re­gião Sul es­tão mais pró­xi­mos da sal­va­ção. Pre­ci­sam de qua­tro pon­tos em no­ve pos­sí­veis.

O 4 de Abril do Cu­an­do Cu­ban­go co­lo­cou o 1º de Maio de Ben­gue­la mais pró­xi­mo do pre­ci­pí­cio, com o triun­fo por 2-1. A vi­tó­ria dei­xa a equi­pa de João Machado qua­se com ter­ra fir­me, quan­do os pro­le­tá­ri­os cor­rem o ris­co de ver a sua pro­vín­cia sem re­pre­sen­tan­te na pró­xi­ma edi­ção do Gi­ra­bo­la. Sex­ta-fei­ra, na aber­tu­ra da ron­da, o Ben­fi­ca de Lu­an­da ven­ceu o In­ter­clu­be por 3-1.

PAU­LO MULAZA

Sam­bi­las dei­xam equi­pa do Cu­an­za Sul a de­pen­der de ter­cei­ros na cor­ri­da à con­quis­ta do tí­tu­lo

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.