Pro­du­ção de ar­roz au­men­ta na re­gião

Jornal de Angola - - PROVÍNCIAS - MATIAS DA COS­TA |

Um to­tal de 200 hec­ta­res de ter­ra foi dis­po­ni­bi­li­za­do, es­te ano, na al­deia de Ca­ma­ri­nha, na co­mu­na do Rin­go­ma, mu­ni­cí­pio de Camacupa, pro­vín­cia do Bié, pa­ra pro­du­ção do ar­roz. O lan­ça­men­to do pro­jec­to, que vai envolver 37 co­o­pe­ra­ti­vas e be­ne­fi­ci­ar um uni­ver­so de 800 fa­mí­li­as, foi tes­te­mu­nha­do pe­lo go­ver­na­dor da pro­vín­cia, Ál­va­ro de Bo­a­vi­da Ne­to.

Com qua­tro a cin­co to­ne­la­das de co­lhei­tas de ar­roz por hec­ta­re, a fa­zen­da de Ca­ma­ri­nha ad­qui­riu uma má­qui­na pa­ra o des­cas­que do ce­re­al, que vai ga­ran­tir a trans­for­ma­ção e a co­mer­ci­a­li­za­ção do pro­du­to.

O go­ver­na­dor da pro­vín­cia, Bo­a­vi­da Ne­to, ga­ran­tiu con­ti­nu­ar a ar­ti­cu­lar me­ca­nis­mos com par­ti­cu­la­res, com vis­ta a alar­gar pro­jec­tos que con­du­zam a uma mai­or sus­ten­ta­bi­li­da­de pa­ra a di­ver­si­da­de eco­nó­mi­ca que se pre­ten­de.

Bo­a­vi­da Ne­to so­li­ci­tou uma me­lhor ge­rên­cia dos pro­jec­tos agrí­co­las e de in­clu­são fa­mi­li­ar que te­nham im­pac­to sig­ni­fi­ca­ti­vo na ca­deia ali­men­tar da pro­vín­cia, acres­cen­tan­do ser im­por­tan­te for­ta­le­cer a pro­du­ção dos prin­ci­pais pro­du­tos, tais co­mo mi­lho, ar­roz, tri­go, re­po­lho, e ou­tros bens es­sen­ci­ais pa­ra a pro­mo­ção da au­to-sus­ten­ta­bi­li­da­de ali­men­tar.

Pais e en­car­re­ga­dos de edu­ca­ção da pro­vín­cia do Cu­an­za Sul fo­ram acon­se­lha­dos a edu­ca­rem os fi­lhos a ad­qui­ri­rem o há­bi­to da la­va­gem das mãos com água e sa­bão an­tes e de­pois das re­fei­ções, no sen­ti­do de evi­ta­rem do­en­ças ou ou­tros ti­pos de con­ta­mi­na­ção.

O ape­lo foi fei­to pe­lo ad­mi­nis­tra­dor-ad­jun­to do mu­ni­cí­pio de Por­to Am­boim, Jo­sé do Es­pí­ri­to San­to, du­ran­te o ac­to que mar­cou o Dia Mun­di­al da La­va­gem das Mãos, as­si­na­la­do a 15 des­te mês.

O ad­mi­nis­tra­dor re­al­çou que a ideia é evi­tar a pro­pa­ga­ção de do­en­ças que re­sul­tam de con­ta­mi­na­ções por falta de higiene ou de lim­pe­za das mãos an­tes das re­fei­ções e con­si­de­rou fun­da­men­tal a cri­a­ção da da­ta que vem des­per­tar a po­pu­la­ção so­bre os cui­da­dos que de­vem ter pa­ra com a higiene, ten­do em con­ta que as crianças são mais vul­ne­rá­veis e pro­pen­sas às prin­ci­pais do­en­ças, co­mo di­ar­rei­cas agu­das, gri­pes e ou­tras con­ta­gi­o­sas.

Com ba­se nes­te pres­su­pos­to, Jo­sé do Es­pí­ri­to San­to dis­se que o go­ver­no da pro­vín­cia e o Exe­cu­ti­vo tra­ba­lham no sen­ti­do de me­lho­rar a qua­li­da­de do for­ne­ci­men­to de água à ci­da­de e ou­tras me­lho­ri­as, re­fe­rin­do ser fun­da­men­tal que as fa­mí­li­as e a so­ci­e­da­de em ge­ral aju­dem no acom­pa­nha­men­to dos fi­lhos na edu­ca­ção da higiene. “O há­bi­to pe­la higiene, pen­so ser de cum­pri­men­to obri­ga­tó­rio pa­ra to­dos e com mai­or re­al­ce pa­ra as crianças, de mo­do a que se pos­sa al­can­çar ob­jec­ti­vos que con­tri­bu­am, de for­ma sig­ni­fi­ca­ti­va, na re­du­ção do nú­me­ro de ví­ti­mas das do­en­ças que pro­cu­ram os ser­vi­ços de saú­de di­a­ri­a­men­te”, pre­ci­sou.

Na men­sa­gem alu­si­va ao 15 de Ou­tu­bro, os alu­nos sau­da­ram a da­ta por re­for­çar um dos di­rei­tos fun­da­men­tais da Cons­ti­tui­ção que cir­cuns­cre­ve a pre­ven­ção da vi­da e da saú­de, e dis­se­ram que se pre­ten­deu com is­so pre­ve­nir as pes­so­as de do­en­ças con­ta­gi­o­sas que ad­vêm da falta de higiene.

Ape­la­ram o en­vol­vi­men­to das co­mu­ni­da­des, bair­ros e al­dei­as no cum­pri­men­to das nor­mas que a da­ta im­põe, com­pro­me­ten­do-se a cul­ti­var o há­bi­to e as ha­bi­li­da­des de la­var as mãos com água e sa­bão, bem co­mo con­tri­buí­rem pa­ra a di­vul­ga­ção e con­ser­va­ção des­tas mes­mas nor­mas, por for­ma a evi­tar do­en­ças e até mes­mo a mor­te.

Car­los Qu­ei­rós de Sou­sa, que fa­lou em re­pre­sen­ta­ção do di­rec­tor pro­vin­ci­al da Edu­ca­ção, Ci­ên­cia e Tec­no­lo­gia, de­fen­deu a im­por­tân­cia da higiene das mãos, co­mo ga­ran­te da saú­de do ho­mem, por cons­ti­tuir uma das par­tes do cor­po hu­ma­no que to­ma con­tac­to com ob­jec­tos, atra­vés das ac­ti­vi­da­des diá­ri­as.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.