Ge­ne­ral Bam­bi de­fen­de união en­tre Es­ta­dos

Jornal de Angola - - POLÍTICA -

O che­fe da Di­rec­ção da Avi­a­ção da For­ça Aé­rea Na­ci­o­nal, te­nen­te­ge­ne­ral Car­los Eu­gé­nio Bam­bi, de­fen­deu quin­ta-fei­ra, no Lu­ban­go, a cri­a­ção de me­ca­nis­mos que vi­sem a ope­ra­ci­o­na­li­za­ção das de­ci­sões que per­mi­tem a au­to de­fe­sa mú­tua e a sal­va­guar­da da paz na re­gião da Co­mu­ni­da­de de De­sen­vol­vi­men­to da Áfri­ca Aus­tral (SADC).

Ao fa­lar na ce­ri­mó­nia de en­cer­ra­men­to da reu­nião do gru­po de pe­ri­tos do Co­mi­té Per­ma­nen­te da Avi­a­ção Mi­li­tar da SADC, Car­los Bam­bi con­si­de­rou que os prin­cí­pi­os de paz e es­ta­bi­li­da­de na re­gião se­rão efec­ti­va­dos quan­do hou­ver uma união só­li­da dos Es­ta­dos mem­bros. O ge­ne­ral re­fe­riu que a sal­va­guar­da da paz com a in­ter­ven­ção de mei­os aé­re­os é um dos pres­su­pos­tos cri­a­dos pe­lo re­fe­ri­do co­mi­té. Por is­so, dis­se, é ne­ces­sá­rio que ha­ja um diá­lo­go en­tre os paí­ses que fa­zem par­te da SADC, par­tin­do de vá­ri­os cri­té­ri­os.

Pa­ra Car­los Bam­bi, o Co­mi­té Per­ma­nen­te da Avi­a­ção Mi­li­tar da SADC não de­ve ape­nas sal­va­guar­dar a in­vi­o­la­bi­li­da­de do es­pa­ço aé­reo da re­gião, mas tam­bém par­ti­ci­par em ac­ções que vi­sam acu­dir ques­tões de ca­la­mi­da­des e de­sas­tres na­tu­rais. Re­al­çou que o Es­ta­do an­go­la­no, no âm­bi­to do seu pro­gra­ma de pa­ci­fi­ca­ção em al­guns paí­ses de Áfri­ca que se en­con­tram em con­fli­to, tam­bém vai re­for­çar ac­ções que vi­sam man­ter a es­ta­bi­li­da­de, quer po­lí­ti­ca, quer eco­nó­mi­ca, na re­gião aus­tral.

O re­pre­sen­tan­te do pre­si­den­te do Co­mi­té Per­ma­nen­te da Avi­a­ção Mi­li­tar da SADC, Dai­man Ma­tam­ni, dis­se que o en­con­tro ser­viu pa­ra re­for­çar a co­o­pe­ra­ção en­tre as aca­de­mi­as mi­li­ta­res aé­re­as da re­gião.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.