Fim da cri­se na RDC só atra­vés do diá­lo­go

Reu­nião ana­li­sa as cau­sas pro­fun­das dos con­fli­tos na RDC e ins­ta­bi­li­da­de nos Gran­des La­gos

Jornal de Angola - - PARTADA - ADELINA INÁ­CIO |

An­go­la pe­diu on­tem so­lu­ções pa­cí­fi­cas, po­lí­ti­cas e ne­go­ci­a­das pa­ra a saí­da da cri­se na Re­pú­bli­ca De­mo­crá­ti­ca do Con­go (RDC). O mi­nis­tro das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res, Ge­or­ges Chi­ko­ti, afir­mou que o Go­ver­no de An­go­la con­de­na os ac­tos de vi­o­lên­cia que ocor­re­ram em Se­tem­bro na RDC e ape­la a to­dos os ac­to­res po­lí­ti­cos e da so­ci­e­da­de ci­vil a pre­ser­var os ga­nhos sig­ni­fi­ca­ti­vos al­can­ça­dos até ao mo­men­to. Ge­or­ges Chi­ko­ti, que fa­la­va na aber­tu­ra da reu­nião mi­nis­te­ri­al pre­pa­ra­tó­ria da sé­ti­ma reu­nião de al­to ní­vel do me­ca­nis­mo re­gi­o­nal de su­per­vi­são do acor­do qua­dro pa­ra a paz, se­gu­ran­ça e co­o­pe­ra­ção na RDC e na re­gião, ga­ran­tiu que An­go­la es­tá ca­da vez mais com­pro­me­ti­da com os pro­ces­sos de pa­ci­fi­ca­ção na RDC, Bu­run­di, Re­pú­bli­ca Cen­tro Afri­ca­na e Su­dão do Sul. An­go­la, en­quan­to pre­si­den­te da Con­fe­rên­cia In­ter­na­ci­o­nal da Re­gião dos Gran­des La­gos, con­ti­nua im­pa­rá­vel na re­so­lu­ção dos con­fli­tos na re­gião, em par­ti­cu­lar, e no con­ti­nen­te, em ge­ral, pro­mo­ven­do a es­ta­bi­li­da­de, o de­sen­vol­vi­men­to po­lí­ti­co e ins­ti­tu­ci­o­nal, a se­gu­ran­ça in­ter­na e trans­fron­tei­ri­ça, a boa go­ver­na­ção e os di­rei­tos hu­ma­nos.

An­go­la pe­diu on­tem so­lu­ções pa­cí­fi­cas, po­lí­ti­cas e ne­go­ci­a­das pa­ra a saí­da da cri­se na Re­pú­bli­ca De­mo­crá­ti­ca do Con­go. O mi­nis­tro das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res, Ge­or­ges Chi­ko­ti, afir­mou que o Go­ver­no de An­go­la con­de­na os ac­tos de vi­o­lên­cia que ocor­re­ram sem Se­tem­bro na RDC e ape­la a to­dos os ac­to­res po­lí­ti­cos e da so­ci­e­da­de ci­vil a pre­ser­var os ga­nhos sig­ni­fi­ca­ti­vos al­can­ça­dos até ao mo­men­to.

Ge­or­ges Chi­ko­ti, que fa­lou na aber­tu­ra da reu­nião mi­nis­te­ri­al pre­pa­ra­tó­ria da sé­ti­ma reu­nião de al­to ní­vel do me­ca­nis­mo re­gi­o­nal de su­per­vi­são do acor­do qua­dro pa­ra a paz, se­gu­ran­ça e co­o­pe­ra­ção na RDC e na re­gião, ga­ran­tiu que An­go­la es­tá ca­da vez mais com­pro­me­ti­da com os pro­ces­sos de pa­ci­fi­ca­ção na RDC, Bu­run­di, Re­pú­bli­ca Cen­tro Afri­ca­na e Su­dão do Sul.

An­go­la, en­quan­to pre­si­den­te da Con­fe­rên­cia In­ter­na­ci­o­nal da Re­gião dos Gran­des La­gos, con­ti­nua im­pa­rá­vel na re­so­lu­ção dos con­fli­tos na re­gião, em par­ti­cu­lar, e no con­ti­nen­te, em ge­ral, pro­mo­ven­do a es­ta­bi­li­da­de, o de­sen­vol­vi­men­to po­lí­ti­co e ins­ti­tu­ci­o­nal, a se­gu­ran­ça in­ter­na e trans­fron­tei­ri­ça, a boa go­ver­na­ção e os di­rei­tos hu­ma­nos.

Ge­or­ges Chi­ko­ti fa­lou do acor­do po­lí­ti­co pa­ra a or­ga­ni­za­ção de elei­ções pa­cí­fi­cas, cre­dí­veis e trans­pa­ren­tes na RDC, as­si­na­do es­te mês, e sa­li­en­tou que es­te acor­do es­tá aber­to à as­si­na­tu­ra de ou­tros par­ti­dos po­lí­ti­cos e co­li­ga­ções po­lí­ti­cas, bem co­mo a ou­tras or­ga­ni­za­ções da so­ci­e­da­de ci­vil. A in­ten­ção, sa­li­en­tou, é ga­ran­tir a so­lu­ção pa­cí­fi­ca dos di­fe­ren­dos po­lí­ti­cos, num es­pí­ri­to de com­pro­mis­sos pa­ra a paz e es­ta­bi­li­da­de ao ser­vi­ço do in­te­res­se na­ci­o­nal.

O mi­nis­tro lem­brou que o acor­do qua­dro, en­quan­to me­ca­nis­mo mais ade­qua­do pa­ra a so­lu­ção pa­cí­fi­ca do conflito, vi­sa abor­dar as cau­sas pro­fun­das dos con­fli­tos no les­te da Re­pú­bli­ca De­mo­crá­ti­ca do Con­go e de­fi­ne uma sé­rie de com­pro­mis­sos pa­ra a RDC, os paí­ses da re­gião e da co­mu­ni­da­de in­ter­na­ci­o­nal.

Des­de a úl­ti­ma reu­nião, re­a­li­za­da em 2014, em No­va Ior­que, re­gis­ta­ram-se pro­gres­sos no pro­ces­so de im­ple­men­ta­ção do Acor­doQu­a­dro e Chi­ko­ti sau­dou o com­pro­mis­so as­su­mi­do por to­das as par­tes in­te­res­sa­das na apli­ca­ção das re­co­men­da­ções adop­ta­das. O che­fe da di­plo­ma­cia an­go­la­na re­fe­riu-se tam­bém ao pro­gres­so con­tí­nuo na im­ple­men­ta­ção dos com­pro­mis­sos na­ci­o­nais, re­gi­o­nais e in­ter­na­ci­o­nais ape­sar de per­ma­ne­ce­rem al­guns de­sa­fi­os.

For­ças ne­ga­ti­vas

Umas das re­co­men­da­ções foi a in­ten­si­fi­ca­ção dos es­for­ços pa­ra neu­tra­li­zar to­das as for­ças ne­ga­ti­vas, a ace­le­ra­ção do pro­ces­so de im­ple­men­ta­ção das de­cla­ra­ções de Nai­ro­bi, a res­tau­ra­ção da au­to­ri­da­de do Es­ta­do no Les­te da RDC, a lu­ta con­tra a im­pu­ni­da­de, o es­for­ço do Me­ca­nis­mo con­jun­to alar­ga­do de ve­ri­fi­ca­ção e uma mai­or colaboração dos paí­ses sig­na­tá­ri­os.

Ge­or­ges Chi­ko­ti re­co­nhe­ceu os es­for­ços em cur­so pa­ra con­ter a cres­cen­te ame­a­ça das For­ças De­mo­crá­ti­cas Ali­a­das e ou­tras for­ças ne­ga­ti­vas no les­te da RDC e as ini­ci­a­ti­vas dos ga­ran­tes do Acor­do-Qua­dro em apoio aos es­for­ços sub-re­gi­o­nais e re­gi­o­nais, da União Afri­ca­na e da co­mu­ni­da­de in­ter­na­ci­o­nal a fa­vor dos pro­ces­sos de diá­lo­go na RDC, Bu­run­di, RCA e Su­dão do Sul.

O mi­nis­tro men­ci­o­nou tam­bém a si­tu­a­ção po­lí­ti­ca e de se­gu­ran­ça no Bu­run­di e con­si­de­rou que o diá­lo­go in­clu­si­vo pa­ra a paz con­ti­nua a ser in­dis­pen­sá­vel pa­ra se ul­tra­pas­sar a cri­se pós-elei­to­ral. So­bre a RCA, Ge­or­ges Chi­ko­ti dis­se que a si­tu­a­ção per­ma­ne­ce frá­gil, mas sau­dou os es­for­ços do go­ver­no pa­ra a pro­mo­ção do diá­lo­go e re­con­ci­li­a­ção pa­ra o lan­ça­men­to do Programa Na­ci­o­nal de De­sar­ma­men­to, Des­mo­bi­li­za­ção, Rein­te­gra­ção e Re­pa­tri­a­men­to e con­so­li­dar a au­to­ri­da­de do Es­ta­do em to­do o país.

O mi­nis­tro mos­trou-se pre­o­cu­pa­do com a si­tu­a­ção no Su­dão do Sul e en­ten­de que o fim ime­di­a­to das hos­ti­li­da­des e o res­pei­to pe­los com­pro­mis­sos as­su­mi­dos no Acor­do so­bre a re­so­lu­ção do conflito nes­te país é a me­lhor via pa­ra ga­ran­tir a paz e a es­ta­bi­li­da­de. Pa­ra tal, é ne­ces­sá­rio o apoio e con­tri­bui­ção de to­dos no pro­ces­so de diá­lo­go e re­con­ci­li­a­ção en­tre as co­mu­ni­da­des no Su­dão do Sul e a res­tau­ra­ção do cli­ma de con­fi­an­ça ne­ces­sá­rio pa­ra as­se­gu­rar o de­sen­vol­vi­men­to.

O en­con­tro é uma ini­ci­a­ti­va da pre­si­dên­cia an­go­la­na na Con­fe­rên­cia In­ter­na­ci­o­nal pa­ra a Re­gião dos Gran­des La­gos (CIRGL), em co­o­pe­ra­ção com a União Afri­ca­na (UA), a Co­mu­ni­da­de de De­sen­vol­vi­men­to da Áfri­ca Aus­tral (SADC) e a Or­ga­ni­za­ção da Na­ções Uni­das (ONU).

Reu­nião de mi­nis­tros

Um re­la­tó­rio téc­ni­co de apoio es­tá a ser­vir de ba­se pa­ra dis­cus­são na reu­nião de mi­nis­tros das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res da Con­fe­rên­cia In­ter­na­ci­o­nal pa­ra a Re­gião dos Gran­des La­gos (CIRGL), que ini­ci­ou on­tem, em Lu­an­da.

Aber­ta pe­lo mi­nis­tro das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res de An­go­la, Ge­or­ges Chi­ko­ti, es­tá a pre­pa­rar a VII reu­nião do Me­ca­nis­mo Re­gi­o­nal de Su­per­vi­são do Acor­do-Qua­dro pa­ra a Paz, Se­gu­ran­ça e Co­o­pe­ra­ção na Re­pú­bli­ca De­mo­crá­ti­ca do Con­go (RDC) e na re­gião.

No iní­cio da ses­são, os es­pe­ci­a­lis­tas apro­va­ram com emen­das a agen­da da reu­nião mi­nis­te­ri­al. Du­ran­te o en­con­tro, es­tá pre­vis­ta a apre­ci­a­ção pe­los pe­ri­tos do pro­jec­to de agen­da da reu­nião de Chefes de Es­ta­do e do Go­ver­no, mar­ca­da pa­ra ama­nhã. Na ses­são, es­tá em ava­li­a­ção a ac­tu­al si­tu­a­ção na Re­pú­bli­ca De­mo­crá­ti­ca do Con­go, bem co­mo a pre­ven­ção do agra­va­men­to da si­tu­a­ção po­lí­ti­ca nes­te país. A agen­da pre­vê tam­bém a aná­li­se do de­sen­vol­vi­men­to no Bu­run­di, Re­pú­bli­ca Cen­tro-Afri­ca­na (RCA) e Su­dão do Sul.

Na ses­são de ama­nhã, os Chefes de Es­ta­do de­ve­rão de­bru­çar-se so­bre a neu­tra­li­za­ção das for­ças ne­ga­ti­vas e o re­pa­tri­a­men­to dos com­ba­ten­tes de­sar­ma­dos na Re­pú­bli­ca De­mo­crá­ti­ca do Con­go. En­tre ou­tras en­ti­da­des, es­tão pre­sen­tes na ca­pi­tal an­go­la­na os en­vi­a­dos es­pe­ci­ais do Se­cre­tá­rio-Ge­ral da Or­ga­ni­za­ção das Na­ções Uni­das, da União Afri­ca­na, dos go­ver­nos de Fran­ça, da Bél­gi­ca, Rús­sia, Chi­na, In­gla­ter­ra e dos Es­ta­dos Uni­dos da Amé­ri­ca (EUA).

KINDALA MANUEL

Mi­nis­tro das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res abriu a reu­nião mi­nis­te­ri­al pa­ra pre­pa­rar a Cimeira dos Chefes de Es­ta­do e de Go­ver­no

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.