Can­tor Jef­fer­son San­ta­na con­ta ex­pe­ri­ên­ci­as em CD

Jornal de Angola - - CULTURA - MÁRIO COHEN |

As ex­pe­ri­ên­ci­as e in­cer­te­zas da ju­ven­tu­de an­go­la­na são o fo­co prin­ci­pal do no­vo sin­gle de Jef­fer­son San­ta­na, ac­tu­al­men­te em fa­se de gra­va­ção e tra­ba­lhos de es­tú­dio.

O CD, que subs­ti­tui o sin­gle “Mo­men­tos”, mos­tra um pou­co da pró­pria ex­pe­ri­ên­cia do can­tor, as­sim co­mo a sua pre­o­cu­pa­ção com o ama­du­re­ci­men­to e o res­pei­to dos fãs. As ac­tu­ais ten­dên­ci­as dos jo­vens, po­si­ti­vas ou ne­ga­ti­vas, tam­bém são mu­si­ca­li­za­das pe­lo can­tor.

“Já não dá” e “Se­du­ção” são os dois te­mas pro­mo­ci­o­nais do CD, cu­ja li­nha rít­mi­ca, fo­ca­da no zouk e r&b, não fo­ge mui­to à do pri­mei­ro sin­gle. A te­má­ti­ca é va­riá­vel, “mas, em su­ma, re­flec­te os an­sei­os e de­si­lu­sões dos jo­vens”, dis­se, jus­ti­fi­can­do que o ob­jec­ti­vo é cha­mar aten­ção dos jo­vens pa­ra de­ter­mi­na­das prá­ti­cas, as­sim co­mo aju­dar a me­lho­rar cer­tos as­pec­tos, en­quan­to in­te­gran­te des­ta ca­ma­da etá­ria e ar­tis­ta.

A ideia, ex­pli­cou, é co­lo­car no mer­ca­do um CD, ca­paz de ser vis­to co­mo um “es­pe­lho” so­bre a re­a­li­da­de ac­tu­al. “Co­mo jo­vem, con­si­de­ro im­por­tan­te pres­tar mais aten­ção a es­ta ca­ma­da”, des­ta­cou.

Pa­ra o lan­ça­men­to do CD, o can­tor es­tá a tra­ba­lhar com a pro­du­to­ra Gold Mu­sic. Os pa­tro­cí­ni­os, acres­cen­tou, con­ti­nu­am a ser um pro­ble­ma pa­ra os jo­vens can­to­res, que têm co­lo­ca­do os seus tra­ba­lhos com es­for­ço pró­prio. As no­vas tec­no­lo­gi­as, co­mo o Fa­ce­bo­ok e o Youtu­be, têm si­do, na sua opi­nião, fun­da­men­tais no pro­ces­so de di­vul­ga­ção dos dis­cos. “Es­tes ca­nais são os prin­ci­pais ca­nais de di­fu­são de mú­si­ca dos ini­ci­an­tes”, la­men­tou.

Ape­sar de, ac­tu­al­men­te, não ter ne­nhum gran­de es­pec­tá­cu­lo em agen­da, o can­tor ga­ran­tiu que con­ti­nua a ac­tu­ar em vá­ri­os con­cer­tos, on­de é con­vi­da­do, par­ti­cu­lar­men­te em Vi­a­na, o seu mu­ni­cí­pio se­de.

Jef­fer­son San­ta­na co­me­çou a sua car­rei­ra no rap. De­pois de anos a tra­ba­lhar com o mú­si­co e pro­du­tor He­avy C, co­me­çou a mu­dar a sua li­nha te­má­ti­ca e a pro­cu­rar ex­plo­rar ou­tros rit­mos, co­mo ki­zom­ba e zouk.

PAU­LO MULAZA

Jef­fer­son San­ta­na ana­li­sa a ju­ven­tu­de

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.