O per­cur­so li­te­rá­rio de “Jeny” em de­ba­te

Jornal de Angola - - CULTURA -

O per­cur­so li­te­rá­rio de Ma­ria Eu­gé­nia Ne­to “Jeny” vai ser ana­li­sa­do na pró­xi­ma ter­ça-fei­ra, às 10 ho­ras, no Ins­ti­tu­to Mé­dio de Eco­no­mia de Lu­an­da (IMEL), em Lu­an­da, du­ran­te uma pa­les­tra e de­ba­te su­bor­di­na­da ao te­ma “Co­nhe­ça o es­cri­tor e a sua obra”.

O co­or­de­na­dor do Nú­cleo de Jo­vens Es­tu­dan­tes Li­ga­dos à Li­te­ra­tu­ra e Ar­te (NJELLA), Adwa­ne Ki­lun­do, dis­se ao Jor­nal de An­go­la que a ini­ci­a­ti­va es­tá en­qua­dra­da no pro­gra­ma de pa­les­tras e debates “Ond­jan­go”, cri­a­do pa­ra ho­me­na­ge­ar fi­gu­ras das ar­tes em An­go­la.

A ini­ci­a­ti­va, que se re­a­li­za sob o le­ma “O po­vo que des­co­nhe­ce a sua cul­tu­ra es­tá con­de­na­do a per­dê-la”, en­qua­dra­da nos fes­te­jos do 41º ani­ver­sá­rio da In­de­pen­dên­cia de An­go­la, pro­cu­ra apro­xi­mar os jo­vens es­tu­dan­tes às per­so­na­li­da­des que mais se des­ta­ca­ram na pro­mo­ção das ar­tes no país e além fron­tei­ras.

In­cen­ti­var há­bi­tos de lei­tu­ra e es­cri­ta, es­trei­tar la­ços de ami­za­de en­tre es­cri­to­res e es­tu­dan­tes, as­sen­tes na pers­pec­ti­va de descobrir talentos nas le­tras, são os ide­ais da cri­a­ção do pro­gra­ma “Ond­jan­go”, ex­pli­cou o co­or­de­na­dor.

Adwa­ne Ki­lun­do su­bli­nhou que a di­vul­ga­ção da li­te­ra­tu­ra an­go­la­na e dos seus au­to­res con­sa­gra­dos e da no­va ge­ra­ção tem con­tri­buí­do pa­ra a for­ma­ção cul­tu­ral dos es­tu­dan­tes. Po­rém, sin­te­ti­zou, as ac­ti­vi­da­des são de­di­ca­das à pré-elei­ção do es­cri­tor con­vi­da­do, pa­ra re­tra­tar a sua bi­o­gra­fia, re­ci­tar os seus po­e­mas, con­tos e trans­mi­tir as su­as ex­pe­ri­ên­ci­as aos jo­vens que de­se­jam in­gres­sar no mun­do li­te­rá­rio. O pro­gra­ma “Ond­jan­go-An­go­la, Ar­tes e Idei­as”, que vi­sa in­cen­ti­var há­bi­tos de lei­tu­ra e es­cri­ta, es­trei­tar la­ços en­tre es­cri­to­res e es­tu­dan­tes, pre­ten­de tam­bém pu­bli­car li­vros so­bre a His­tó­ria de An­go­la.

A or­ga­ni­za­ção pre­ten­de tam­bém in­cen­ti­var os es­tu­dan­tes a ga­nha­rem in­te­res­se pe­lo es­tu­do das fi­gu­ras his­tó­ri­cas, bem co­mo pe­lo pa­tri­mó­nio cul­tu­ral. A mu­si­ca­li­za­ção dos po­e­mas dos es­cri­to­res con­sa­gra­dos em dis­co, as­sim co­mo re­a­li­zar ofi­ci­nas li­te­rá­ri­as fa­zem par­te do pro­gra­ma de ac­ti­vi­da­des do “Ond­jan­go”, adi­an­tou o res­pon­sá­vel.

O pro­gra­ma co­me­çou em Agos­to de 2015, na Me­di­a­te­ca de Lu­an­da, com o lan­ça­men­to do li­vro “Na­ve poé­ti­ca”. No pas­sa­do dia 28 de Ju­lho, o pro­jec­to te­ve co­mo con­vi­da­do o es­cri­tor e jor­na­lis­ta João Me­lo, que con­ver­sou com a ju­ven­tu­de so­bre o con­jun­to da sua obra.Ma­ria Eu­ge­nia Ne­to é viú­va do sau­do­so Pre­si­den­te e Fun­da­dor da Na­ção an­go­la­na, An­tó­nio Agos­ti­nho Ne­to. Nas­ceu em Trás-os-Mon­tes (Por­tu­gal), aos 08 de Mar­ço de 1934.

É es­cri­to­ra, pu­bli­cou vá­ri­os li­vros, tra­du­zi­dos em vá­ri­os idi­o­mas co­mo rus­so, ale­mão, in­glês e fran­cês. Tem li­vros pu­bli­ca­dos, dos quais des­ta­cam-se: “E nas flo­res­tas os bichos fa­la­ram”, pré­mio de Hon­ra da Co­mis­são Cul­tu­ral da en­tão RDA pa­ra a Unes­co (1977-Leip­zig). “Foi es­pe­ran­ça foi cer­te­za” (1979), “A for­ma­ção de uma es­tre­la e ou­tras his­tó­ri­as na ter­ra” (1979), “A me­ni­na Eu­flo­res/pla­ne­ta da es­tre­la” (1988), “O va­ti­cí­nio da ki­an­da na pi­ro­ga do tem­po” (1985), “Es­te é o can­to” (1989), “As nos­sas mãos cons­tro­em a li­ber­da­de, “A len­da das asas e da me­ni­na mes­ti­ça-flor”, “A tre­pa­dei­ra que que­ria ver o céu azul e ou­tras his­tó­ri­as”, “As aven­tu­ras de amor/flor em Áfri­ca”, “A mon­ta­nha do sol” e “O so­ar dos quis­san­ges” (2000).

MO­TA AMBÓSIO

Ma­ria Eu­gé­nia Ne­to (ao cen­tro) é au­to­ra de uma vas­ta obra li­te­rá­ria in­fan­to-ju­ve­nil

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.