Ven­da de água

Jornal de Angola - - OPINIÃO -

A ven­da de água mi­ne­ral cres­ceu de for­ma ex­po­nen­ci­al e mui­tas ve­zes le­van­ta nu­me­ro­sas ques­tões re­la­ti­va­men­te à con­tra­fac­ção, se­gu­ran­ça e sa­lu­bri­da­de. Aten­den­do à gran­de pro­cu­ra por par­te dos con­su­mi­do­res, mui­tos fal­sá­ri­os fa­zem cri­mi­no­sa­men­te ac­tos de con­tra­fac­ção com a reu­ti­li­za­ção de gar­ra­fas de água, aten­tan­do con­tra a ima­gem e no­mes alhei­os.

Acho que a Po­lí­cia Eco­nó­mi­ca de­via es­tar mais aten­ta na me­di­da em que mui­tas gar­ra­fas são reu­ti­li­za­das com água tra­ta­da em con­di­ções du­vi­do­sas, re­co­lo­ca­das as tam­pas e apre­sen­ta­das co­mo se de águas mi­ne­ral se tra­tas­se. Es­tes ac­tos de con­tra­fac­ção são fei­tos com mar­cas de água já bem im­plan­ta­das no mer­ca­do, fac­to que de­via me­re­cer a pron­ta in­ter­ven­ção da Po­lí­cia Na­ci­o­nal. CAR­LOS PA­TRÍ­CIO | Pren­da

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.