Jornadas da In­de­pen­dên­cia fo­ram aber­tas com pa­les­tra

Jornal de Angola - - POLÍTICA -

Uma pa­les­tra so­bre “Os ga­nhos da In­de­pen­dên­cia” re­a­li­za­da na co­mu­na do Dom­be Gran­de, na pro­vín­cia de Ben­gue­la, mar­cou a aber­tu­ra das jornadas co­me­mo­ra­ti­va dos 41 anos de In­de­pen­dên­cia Na­ci­o­nal, as­si­na­la­dos a 11 de No­vem­bro pró­xi­mo.

O di­rec­tor pedagógico do Ins­ti­tu­to Mé­dio de Ci­ên­ci­as Po­li­ci­ais, su­pe­rin­ten­den­te che­fe Jo­sé Di­e­lo, des­ta­cou co­mo mai­or be­ne­fí­cio pa­ra os an­go­la­nos, a con­quis­ta da In­de­pen­dên­cia Na­ci­o­nal, a 11 de No­vem­bro de 1975.

O ora­dor fri­sou que a con­quis­ta da paz per­mi­tiu a ace­le­ra­ção dos ní­veis de cres­ci­men­to e de­sen­vol­vi­men­to do país. Tam­bém apon­tou co­mo be­ne­fí­ci­os do fim das hos­ti­li­da­des a li­vre cir­cu­la­ção de pes­so­as e mer­ca­do­ri­as, a re­cons­tru­ção e cons­tru­ção de es­co­las, hos­pi­tais, ca­mi­nhos-de-ferro, sis­te­mas de dis­tri­bui­ção de água, en­tre ou­tros, que con­tri­bu­em pa­ra a me­lho­ria das con­di­ções de vi­da. Jo­sé Di­e­lo lem­brou que, em 1975, o país ti­nha uma ta­xa de anal­fa­be­tos na or­dem de 95 por cen­to, que já bai­xou pa­ra 35 por cen­to. O pro­gra­ma de co­me­mo­ra­ções alu­si­vas ao 11 de No­vem­bro, dia da In­de­pen­dên­cia Na­ci­o­nal, em Ben­gue­la, com­pre­en­de a re­a­li­za­ção de pa­les­tras, cam­pa­nhas de lim­pe­za nos bair­ros e ac­ti­vi­da­des cul­tu­rais e re­cre­a­ti­vas.

No ano pas­sa­do, nas co­me­mo­ra­ções dos 40 anos da In­de­pen­dên­cia Na­ci­o­nal, o Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca en­de­re­çou uma men­sa­gem em que afir­ma­va: “An­go­la con­quis­tou a paz, uniu to­dos os seus fi­lhos e re­cons­truiu pra­ti­ca­men­te to­do o país, que foi de­vas­ta­do por uma gu­er­ra que du­rou mais de 27 anos”.

Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos re­fe­riu que é de­ver de to­dos an­go­la­nos con­so­li­dar a es­ta­bi­li­da­de po­lí­ti­ca e to­das es­tas con­quis­tas na ba­se de uma es­tra­té­gia que vi­se a es­ta­bi­li­da­de ma­cro-eco­nó­mi­ca, a cons­tru­ção de in­fra-es­tru­tu­ras, a qua­li­fi­ca­ção dos qua­dros e o avan­ço da ci­ên­cia, da tec­no­lo­gia e da ino­va­ção, por for­ma a ga­ran­tir um cres­ci­men­to sus­ten­ta­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.