Fe­de­ra­ção anun­cia pron­ti­dão

Elen­co de Pe­dro Go­di­nho ar­re­gi­men­ta apoi­os de em­pre­sas na­ci­o­nais

Jornal de Angola - - DESPORTO - TE­RE­SA LUÍS |

A 26 di­as do ar­ran­que da 22ª edi­ção do Cam­pe­o­na­to Afri­ca­no das Na­ções (CAN), em an­de­bol sé­ni­or fe­mi­ni­no, a Fe­de­ra­ção An­go­la­na (FAAND) tem acau­te­la­do na or­dem dos 80 por cen­to os prin­ci­pais as­pec­tos que en­vol­vem a re­a­li­za­ção da pro­va con­ti­nen­tal.

Dos 120 mi­lhões de kwan­zas ne­ces­sá­ri­os pa­ra aco­lher a com­pe­ti­ção, a FAAND con­se­guiu ar­re­ca­dar 80, dos quais 60 já es­tão pa­gos e 20 por re­ce­ber até dia 15. O va­lor em fal­ta po­de ser ad­qui­ri­do atra­vés de pa­tro­cí­ni­os.

Em de­cla­ra­ções a im­pren­sa, Pe­dro Go­di­nho, pre­si­den­te da ins­ti­tui­ção que re­ge o an­de­bol no país, dis­se que por cau­sa das di­fi­cul­da­des fi­nan­cei­ras es­te é o cam­pe­o­na­to pos­sí­vel: “O nos­so or­ça­men­to é re­a­lis­ta. Não va­mos ter uma gran­de ce­ri­mó­nia de aber­tu­ra, com gru­pos de dan­ça. Não te­re­mos tam­bém vi­a­tu­ras de luxo.”

O com­ple­xo Dre­am Spa­ce no Ki­ku­xi vai ser­vir pa­ra alo­jar as se­lec­ções. Os ofi­ci­ais da Con­fe­de­ra­ção Afri­ca­na (CAHB) fi­cam hos­pe­da­dos no Ho­tel Vic­tó­ria Gar­den.

O Ho­tel Di­a­man­te vai ser o “qu­ar­tel ge­ne­ral” das Pé­ro­las de Áfri­ca. Além de as­se­gu­rar a hos­pe­da­gem da Se­lec­ção Na­ci­o­nal, exis­te a pos­si­bi­li­da­de da uni­da­de ho­te­lei­ra com­ple­men­tar o apoio com mon­tan­te fi­nan­cei­ro. AAn­go Re­al dis­po­ni­bi­li­zou dez au­to­car­ros e a Or­ga­ni­za­ção da Mu­lher An­go­la­na (OMA) cin­co mi­ni ba­ses. Pe­dro Go­di­nho ex­pli­cou ain­da que es­tá pre­vis­ta a vin­da do pre­si­den­te da Fe­de­ra­ção In­ter­na­ci­o­nal (IHF), mi­nis­tros dos des­por­tos da Cos­ta do Mar­fim e da Gui­né Co­na­cri. “Pa­ra es­tas en­ti­da­des, o Mi­nis­té­rio da Ju­ven­tu­de e Des­por­tos vai dis­po­ni­bi­li­zar qua­tro vi­a­tu­ras pro­to­co­la­res. A Re­fri­an­go vai ga­ran­tir to­da a água, re­fri­ge­ran­tes e me­ren­das pa­ra os vo­lun­tá­ri­os. A Sis­tec ofe­re­ceu cin­co com­pu­ta­do­res e con­su­mí­veis. De mo­do ge­ral, te­mos tu­do de­li­ne­a­do pa­ra o êxi­to.”

A Zap ga­ran­te a trans­mis­são em al­ta de­fi­ni­ção (HD) pa­ra An­go­la e Mo­çam­bi­que e a ges­tão de pla­ca­res pu­bli­ci­tá­ri­os. A em­pre­sa CSZ ofe­re­ce as bo­las, me­da­lhas, e tro­féus pa­ra a jo­ga­do­ra mais va­li­o­sa da com­pe­ti­ção e a me­lhor mar­ca­do­ra.

O es­tá­gio da se­lec­ção na re­gião por­tu­gue­sa de Gaia, equi­pa­men­tos, re­cu­pe­ra­ção das jo­ga­do­ras e exa­mes mé­di­cos na Eu­ro­pa es­tão as­se­gu­ra­dos pe­la em­pre­sa pe­tro­lí­fe­ra To­tal.

A ta­xa de par­ti­ci­pa­ção es­ta or­ça­da em 60 eu­ros por pes­soa. Des­te va­lor a CAHB re­ti­ra 20 e Fe­de­ra­ção fi­ca com 40. No to­tal a FAAND vai ar­re­ca­dar 76 mil eu­ros, dos quais 30 vai ser­vir pa­ra pa­gar os di­rec­tos de trans­mis­são da En­joy TV e o res­tan­te pa­ra os bi­lhe­tes de pas­sa­gem dos ofi­ci­as da Con­fe­de­ra­ção.

O CAN de an­de­bol a ser dis­pu­ta­do de 28 do cor­ren­te a 7 de De­zem­bro con­ta com a par­ti­ci­pa­ção de no­ve paí­ses, di­vi­di­dos em dois gru­pos. An­go­la aco­lhe a pro­va pe­la ter­cei­ra vez, de­pois de 1985 e 2008, e tes­te­mu­nha a es­treia da pri­mei­ra re­a­li­za­ção se­pa­ra­da dos mas­cu­li­nos.

VIGAS DA PURIFICAÇÃO

Pre­si­den­te do or­ga­nis­mo reitor do an­de­bol em An­go­la es­tá con­fi­an­te no su­ces­so da pro­va

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.