Ku Klux Klan de­cla­ra apoio a Trump

Jornal de Angola - - DESPORTO -

O jor­nal dos Ku Klux Klan de­cla­rou o seu apoio ofi­ci­al a Do­nald Trump, pu­bli­can­do uma fotografia do can­di­da­to re­pu­bli­ca­no na pri­mei­ra pá­gi­na com o slo­gan da cam­pa­nha “Ma­ke Ame­ri­ca Gre­at Again” (Tor­nar a Amé­ri­ca gran­de no­va­men­te).

“The Cru­sa­der”, a pu­bli­ca­ção do mais an­ti­go gru­po ra­cis­ta que de­fen­de a su­pre­ma­cia bran­ca nos Es­ta­dos Uni­dos, de­fen­deu ain­da que a Amé­ri­ca ape­nas se tor­nou gran­de em pri­mei­ro lu­gar por­que foi fun­da­da por pes­so­as bran­cas e cris­tãs.

A cam­pa­nha de Do­nald Trump re­jei­tou o apoio do gru­po em co­mu­ni­ca­do e clas­si­fi­cou o jor­nal co­mo re­pul­si­vo. “O se­nhor Trump e a cam­pa­nha con­de­nam qual­quer for­ma de ódio. Es­ta pu­bli­ca­ção é re­pul­si­va e as su­as vi­sões não re­pre­sen­tam as de­ze­nas de mi­lhões de ame­ri­ca­nos que se unem por trás da nos­sa cam­pa­nha”, di­zia o co­mu­ni­ca­do.

Os Ku Klux Klan têm ex­pres­sa­do ao lon­go dos anos pre­con­cei­tos con­tra ne­gros, ju­deus, imi­gran­tes e ho­mos­se­xu­ais. O apoio do seu lí­der, Da­vid Du­ke, a Trump em Fe­ve­rei­ro des­te ano ge­rou con­tro­vér­sia pois não foi re­jei­ta­do pe­lo can­di­da­to re­pu­bli­ca­no. Da­vid Du­ke afir­mou nes­sa al­tu­ra que os bran­cos es­tão a ser ame­a­ça­dos na Amé­ri­ca e que ele ou­via ecos das su­as cren­ças nas idei­as de Do­nald Trump, se­gun­do a Reu­ters.

“En­quan­to Trump quer tor­nar a Amé­ri­ca gran­de de no­vo, te­mos de per­gun­tar-nos 'o que tor­nou a Amé­ri­ca gran­de em pri­mei­ro lu­gar?'”, per­gun­ta o artigo do “The Cru­sa­der”, as­si­na­do pe­lo pas­tor Tho­mas Robb. “Amé­ri­ca era gran­de não pe­lo que os nos­sos fun­da­do­res fi­ze­ram, mas sim pe­lo que eles eram. A Amé­ri­ca foi fun­da­da por cris­tãos re­pu­bli­ca­nos bran­cos. E co­mo uma re­pú­bli­ca cris­tã bran­ca tor­nou-se gran­de”.

A cam­pa­nha de Trump tem atraí­do apoi­an­tes da su­pre­ma­cia bran­ca des­de que re­ve­lou os pla­nos do can­di­da­to quan­to à en­tra­da de mu­çul­ma­nos e me­xi­ca­nos nos Es­ta­dos Uni­dos. Da­vid Du­ke afir­mou no pas­sa­do es­tar mui­to fe­liz por ver Do­nald Trump a com­pre­en­der a mai­o­ria das ques­tões pe­las qu­ais ele lu­tou no pas­sa­do, se­gun­do o “In­de­pen­dent”. De acor­do com a agên­cia de no­tí­ci­as eco­nó­mi­cas Blo­om­berg, a can­di­da­ta Hil­lary Clin­ton es­tá a de­sen­vol­ver um pro­gra­ma de pro­tec­ção ao elei­tor cen­tra­do nos Es­ta­dos de­ter­mi­nan­tes, que con­ta com a co­la­bo­ra­ção de mi­lha­res de ad­vo­ga­dos, que acei­ta­ram dis­pen­sar al­gum do seu tem­po e da sua ex­pe­ri­ên­cia pa­ra a cam­pa­nha da de­mo­cra­ta.

A ex-pri­mei­ra da­ma quer ter ob­ser­va­do­res pre­sen­tes na Fló­ri­da, Ca­ro­li­na do Nor­te, Pen­sil­vâ­nia, Ohio, New Hampshi­re, Iowa, Ne­va­da e Ari­zo­na. Es­tes te­rão co­mo ta­re­fa mo­ni­to­ri­zar o pro­ces­so elei­to­ral e dar con­ta de po­ten­ci­ais ac­tos de in­ti­mi­da­ção aos elei­to­res.

Do la­do de Trump, a As­so­ci­a­ção Na­ci­o­nal de Ad­vo­ga­dos Re­pu­bli­ca­nos tem mais de mil mem­bros pre­pa­ra­dos pa­ra mo­ni­to­ri­zar as as­sem­blei­as de vo­to e, se for ca­so dis­so, con­tes­tar os re­sul­ta­dos em cer­tos Es­ta­dos de­ter­mi­nan­tes. Ro­bert Mer­cer, ges­tor de fun­dos de in­ves­ti­men­to e fer­vo­ro­so apoi­an­te de Do­nald Trump, até in­jec­tou 500 mil dó­la­res nes­te gru­po - na­que­la que foi uma das mai­o­res do­a­ções das úl­ti­mas qua­tro pre­si­den­ci­ais, se­gun­do a Blo­om­berg.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.