Acor­do fis­cal tem efei­tos so­bre as tro­cas co­mer­ci­ais

Jornal de Angola - - ECONOMIA -

As ins­ti­tui­ções fi­nan­cei­ras que cum­prem as re­gras da FATCA (Lei de Con­for­mi­da­de Fis­cal de Con­tas Es­tran­gei­ras) ten­dem a não ter re­la­ções com as que não ob­ser­vam es­te re­gi­me dos Es­ta­dos Uni­dos, aler­tou na quin­ta-fei­ra o pre­si­den­te do Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção da Ad­mi­nis­tra­ção Ge­ral Tri­bu­tá­ria (AGT), Va­len­tim Ma­nu­el.

Ao dis­ser­tar no se­mi­ná­rio de apre­sen­ta­ção das im­pli­ca­ções da ade­são de An­go­la ao re­gi­me FATCA, que de­cor­reu no au­di­tó­rio do Mu­seu da Mo­e­da, em Lu­an­da, Va­len­tim Ma­nu­el es­cla­re­ceu que a im­ple­men­ta­ção do re­gu­la­men­to na or­dem ju­rí­di­ca an­go­la­na ema­na de um acor­do fis­cal ce­le­bra­do com os Es­ta­dos Uni­dos da Amé­ri­ca (EUA).

Mais de 100 Es­ta­dos já ade­ri­ram a es­se acor­do, sen­do An­go­la o quar­to país do con­ti­nen­te afri­ca­no a fa­zê-lo. O acor­do de ade­são ao FACTA é o pri­mei­ro con­vé­nio bi­la­te­ral de na­tu­re­za fis­cal as­si­na­do por An­go­la. O PCA da AGT con­si­de­ra que a ade­são de An­go­la a es­se acor­do não vai ga­ran­tir ape­nas um im­pac­to fis­cal, mas es­pe­ra re­fle­xos po­si­ti­vos na co­o­pe­ra­ção eco­nó­mi­ca e co­mer­ci­al com os EUA.

O acor­do obri­ga An­go­la a co­mu­ni­car às au­to­ri­da­des fis­cais dos EUA in­for­ma­ções so­bre con­tas de pes­so­as (co­lec­ti­vas e in­di­vi­du­ais) nor­te-ame­ri­ca­nas em ins­ti­tui­ções fi­nan­cei­ras na­ci­o­nais, co­mo ban­cos, fun­dos e se­gu­ra­do­ras. Tra­ta­se de um me­ca­nis­mo que vi­sa com­ba­ter a eva­são fis­cal de en­ti­da­des dos EUA que de­te­nham ac­ti­vos fi­nan­cei­ros do­mi­ci­li­a­dos fo­ra do seu país.

Gil­ber­to Luther, ad­mi­nis­tra­dor da AGT e co­or­de­na­dor do gru­po téc­ni­co de im­ple­men­ta­ção do FACTA, dis­se que no pri­mei­ro tri­mes­tre de 2017 se­rá pu­bli­ca­do o pri­mei­ro di­plo­ma pa­ra o cum­pri­men­to das obri­ga­ções do acor­do. Po­rém, até ao dia 30 de Se­tem­bro de 2017 de­ve ser fei­to o pri­mei­ro re­la­tó­rio da au­to­ri­da­de tri­bu­tá­ria an­go­la­na à sua con­gé­ne­re dos Es­ta­dos Uni­dos, nos ter­mos do FACTA, con­for­me o cro­no­gra­ma da sua im­ple­men­ta­ção no país.

O Go­ver­no apro­vou re­cen­te­men­te, por De­cre­to Pre­si­den­ci­al, o acor­do pa­ra a me­lho­ria do cum­pri­men­to das obri­ga­ções fis­cais in­ter­na­ci­o­nais e a im­ple­men­ta­ção do FACTA, as­si­na­do com o Go­ver­no dos EUA em No­vem­bro de 2015.

Nos ter­mos do De­cre­to Pre­si­den­ci­al 162/16, de 29 de Agos­to, a abor­da­gem in­ter-go­ver­na­men­tal so­bre a im­ple­men­ta­ção do FACTA per­mi­te ul­tra­pas­sar os im­pe­di­men­tos le­gais e re­du­zir os en­car­gos das ins­ti­tui­ções fi­nan­cei­ras an­go­la­nas.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.