Lí­der fe­de­ra­ti­vo dei­xa a di­rec­ção

Jornal de Angola - - DESPORTO -

O pre­si­den­te ces­san­te da Fe­de­ra­ção An­go­la­na de Futebol, Pe­dro de Mo­rais Ne­to, anun­ci­ou re­cen­te­men­te que não se vai re­can­di­da­tar ao car­go, nas elei­ções mar­ca­das pa­ra 17 de De­zem­bro.

Em de­cla­ra­ções à Rá­dio 5, di­vul­ga­das na tar­de de do­min­go no pro­gra­ma “Tar­de Des­por­ti­va”, o lí­der do elen­co di­rec­ti­vo do or­ga­nis­mo rei­tor do futebol na­ci­o­nal dis­se que as exi­gên­ci­as da mis­são na FAF le­va­ram-no a re­pen­sar o projecto e, “pa­ra bem do futebol”, de­ci­diu re­ti­rar-se. O pre­si­den­te ces­san­te da FAF su­bli­nhou que, em­bo­ra não se­ja o mo­men­to de clau­di­car, sen­te que “é o mo­men­to de dei­xar que ou­tros fa­çam me­lhor” à fren­te da ges­tão do des­por­to rei no país.

Pe­dro Ne­to en­trou em 2011 na FAF, pa­ra um pe­río­do de 18 me­ses, em subs­ti­tui­ção de Jus­ti­no Fer­nan­des. Fin­do es­te pe­río­do, cum­priu um man­da­to com­ple­to que ago­ra ter­mi­na. O con­su­la­do de Pe­dro Ne­to fi­cou man­cha­do pe­la que­da ver­ti­gi­no­sa dos Pa­lan­cas Ne­gras no ran­king da FIFA, por for­ça dos con­se­cu­ti­vos fra­cas­sos nas cam­pa­nhas de apu­ra­men­to pa­ra a Ta­ça de Áfri­ca das Na­ções e Mun­di­al. Em cin­co anos, tra­ba­lhou na Se­lec­ção Na­ci­o­nal com os trei­na­do­res Li­to Vi­di­gal, Gus­ta­vo Fer­rin, Ro­meu Fi­le­mon e Jo­sé Ki­lam­ba/An­dré Ma­can­ga.

A saí­da de Fi­le­mon, de­pois de re­cla­mar por atra­sos de sa­lá­ri­os, é ou­tra man­cha no úl­ti­mo man­da­to de Pe­dro Ne­to, que che­gou a re­co­nhe­cer o des­pro­pó­si­to da de­ci­são.

Jo­sé Luís Pra­ta, an­ti­go vi­ce-pre­si­den­te da FAF, e Ar­tur Al­mei­da e Sil­va, que tam­bém já per­ten­ceu aos ór­gãos so­ci­ais da fe­de­ra­ção, ma­ni­fes­ta­ram já a in­ten­ção de con­cor­rer à pre­si­dên­cia do or­ga­nis­mo. Rai­mun­do Ri­car­do, an­ti­go di­rec­tor na­ci­o­nal dos Des­por­tos, pre­si­de à Co­mis­são Elei­to­ral.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.