Co­lec­ção de Nu­no Pi­men­tel na Eu­ro­pa

Jornal de Angola - - CULTURA - FRAN­CIS­CO PE­DRO |

De­pois de uma mos­tra na Uni­ver­si­da­de e Mu­seu "Iwa­lewaHaus Uni­ver­sity of Bay­reuth", na Ale­ma­nha, a co­lec­ção de Nu­no de Li­ma Pi­men­tel vai ser apre­sen­ta­da es­te mês em Por­tu­gal, pa­ra uma ex­po­si­ção na Ga­le­ria Ave­ni­da da Ín­dia, em Lis­boa.

Na Ale­ma­nha, as obras fi­ze­ram par­te da ex­po­si­ção de ar­tes “Things Fall Apart”, or­ga­ni­za­da por Na­di­ne Si­e­gert, vi­ce-di­rec­to­ra da Iwa­lewa-Haus, Afri­ca Cen­tre da Uni­ver­si­da­de de Bay­reuth.

Em Por­tu­gal, a cu­ra­do­ria é de An­dré Cu­nha, e a mos­tra in­te­gra 14 obras do ar­tis­ta plás­ti­co Pau­lo Ka­pe­la, cu­jos mo­ti­vos são re­tra­tos de per­so­na­li­da­des his­tó­ri­cas, tais co­mo De­o­lin­da Ro­dri­gues, Ho­ji Ya Hen­da, Agos­ti­nho Ne­to e Jo­sé Edu­ar­do dos Santos, con­si­de­ra­das sím­bo­los na­ci­o­nais.

Em Fe­ve­rei­ro de 2017, as mes­mas obras vão ser apre­sen­ta­das no ar­qui­vo “Open So­ci­ety”, em Bu­da­pes­te, na Hungria, nu­ma ex­po­si­ção in­ter­na­ci­o­nal que in­clui exi­bi­ção de fil­mes e pa­les­tras que ex­plo­ram o le­ga­do das re­la­ções cul­tu­rais en­tre Áfri­ca e a an­ti­ga União das Re­pú­bli­cas So­ci­a­lis­tas So­vié­ti­cas (URSS)e os paí­ses re­la­ci­oj­na­dos que flo­res­ce­ram a fa­mo­sa guer­ra fria.

O acer­vo da co­lec­c­ção Nu­no Pi­men­te­al é for­ma­do por mais de mil e 500 obras, de au­to­ria de cer­ca de 80 ar­tis­tas, e tem si­do dis­po­ni­bi­li­za­do pa­ra al­gu­mas or­ga­ni­za­ções e fun­da­ções de ar­te, mu­seus e uni­ver­si­da­des quer na­ci­o­nais quer es­tran­gei­ras, tais co­mo Fun­da­ção Sin­di­ka Do­ko­lo, Bai Ar­te, Unap, Elin­ga Te­a­tro, Mu­seu de Ar­te Mo­der­na de Frank­furt, Mu­seu SAD na Geór­gia e Smith­so­ni­an Ins­ti­tu­te em Washing­ton.

A co­lec­ção in­te­gra tra­ba­lhos de con­cei­tu­a­dos ar­tis­tas plás­ti­cos an­go­la­nos, no­me­a­da­men­te Men­des Ribeiro, An­tó­nio Ole, Pau­lo Ka­pe­la, Pau­lo Jazz, Van, Mar­ce­la Cos­ta, Mahim­ba, Ed­son Cha­gas, Ki­lu­an­ji, Vi­teix, Ne­ves e Sou­sa, en­tre ou­tros. En­tre os ar­tis­tas es­tran­gei­ros, a co­lec­c­ção tem obras das pin­to­ras por­tu­gue­sas Pau­la Re­go e Gra­ça Mo­rais e do pin­tor mo­çam­bi­ca­no Na­gui­be.

Co­lec­ci­o­na­dor

Nu­no Pi­men­tel nas­ceu co­mo co­lec­ci­o­na­dor num pe­río­do de for­te mu­ta­ções es­té­ti­cas, in­cluin­do a di­ver­si­da­de de ten­dên­ci­as de mer­ca­do, quer no país, quer na Eu­ro­pa, Amé­ri­ca, Ásia e Áfri­ca, que mar­ca­ram a pas­sa­gem do Sé­cu­lo XX pa­ra o Sé­cu­lo XXI, uma das fa­ses de mai­or li­ber­da­de cri­a­ti­va e de pen­sa­men­to, so­bre­tu­do pa­ra os ar­tis­tas da sua ge­ra­ção.

Vol­vi­dos 16 anos, após a com­pra da sua pri­mei­ra obra de ar­te, o ges­tor, co­lec­ci­o­na­dor, em­pre­sá­rio e me­ce­nas Nu­no Pi­men­tel afir­mou: "ob­ser­vo o meu ser, meus ge­nes es­cul­pi­dos em ca­da um dos ob­jec­tos que pos­suo. Não ten­do si­do eu o au­tor, sin­to con­tu­do, trans­bor­dar em mim, a cri­a­ti­vi­da­de, o ima­gi­ná­rio, a ca­ta­du­pa de sen­ti­men­tos que se apos­sa­ram do ar­tis­ta, en­quan­to con­cre­ti­za­va o seu tra­ba­lho".

O que­rer olhar pa­ra lá do quo­ti­di­a­no, do ba­nal, des­po­le­tou em mim, na fa­se de ado­les­cen­cia uma ape­ten­cia pa­ra ar­te, o que fez de mim um co­lec­ci­o­na­dor vo­raz e in­sa­ciá­vel.”

Se­gun­do o co­lec­ci­o­na­dor, a sua vi­vên­cia, le­vou-lhe à pro­cu­ra per­ma­nen­te de có­di­gos e si­nais es­té­ti­cos “aqui e aco­lá”, re­fe­re Nu­no Pi­men­tel.

Na­tu­ral de Lu­an­da, Nu­no Pi­men­tel for­mou-se em Ges­tão de Em­pre­sas pe­la North Lon­don Uni­ver­sity, no Rei­no Uni­do.

Re­co­nhe­ce a in­fluên­cia dos ami­gos Rui Pom­bo, N'Di­lo Mu­ti­ma e Mar­co Ka­ben­da. Co­me­çou a com­prar ar­te a par­tir de 1999, na Áfri­ca do Sul, on­de ad­qui­riu uma obra do seu ami­go Mar­co Ka­ben­da, fac­to que o mo­ti­vou à com­pra de mais obras.

Em 2014, foi convidado pa­ra fa­zer par­te do cor­po de mem­bros ho­no­rá­ri­os da União Na­ci­o­nal dos Ar­tis­tas Plás­ti­cos (Unap), uma ca­te­go­ria atri­buí­da a in­di­vi­du­a­li­da­des sin­gu­la­res e co­lec­ti­vas en­ga­ja­das no de­sen­vol­vi­men­to cul­tu­ral na­ci­o­nal.

DR

Ga­le­ri­as de Lis­boa mos­tram es­te mês a cri­a­ti­vi­da­de do ar­tis­ta plás­ti­co an­go­la­no Pau­lo Ka­pe­la

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.