Bar­ra­gem de Ca­lu­e­que qua­se con­cluí­da

IN­VES­TI­MEN­TOS PÚ­BLI­COS NO CU­NE­NE Em Fe­ve­rei­ro acon­te­ce a tes­ta­gem de to­dos os equi­pa­men­tos ins­ta­la­dos

Jornal de Angola - - PROVÍNCIAS - ELAUTÉRIO SILIPULENI |

As obras de re­a­bi­li­ta­ção da pri­mei­ra fa­se da bar­ra­gem hí­dri­ca de Ca­lu­e­que, ba­se­a­da no rio Cu­ne­ne, mu­ni­cí­pio de Om­bad­ja, que vai ir­ri­gar mi­lha­res de hec­ta­res pa­ra a pro­du­ção de ce­re­ais, hor­tí­co­las e ou­tros pro­du­tos es­sen­ci­ais à se­gu­ran­ça ali­men­tar da po­pu­la­ção, de­ve­rão es­tar con­cluí­das an­tes do fim do pri­mei­ro tri­mes­tre de 2017, de acor­do com o che­fe do ga­bi­ne­te pa­ra ges­tão da ba­cia do rio Cu­ne­ne, Ne­ves Ma­ceo.

A re­a­bi­li­ta­ção da bar­ra­gem con­tem­pla a re­cu­pe­ra­ção das es­tru­tu­ras fí­si­cas, co­lo­ca­ção de no­vas com­por­tas e cons­tru­ção de um re­ser­va­tó­rio de equi­lí­brio, com ca­pa­ci­da­de de um mi­lhão de me­tros cú­bi­cos de água.

A obra, ini­ci­a­da em 2012, es­tá or­ça­da em mais de 225 mi­lhões de dó­la­res ame­ri­ca­nos e per­mi­tiu cri­ar cer­ca de 300 pos­tos de tra­ba­lho di­rec­tos, be­ne­fi­ci­an­do mai­o­ri­ta­ri­a­men­te jo­vens da­que­la lo­ca­li­da­de.

De acor­do com Ne­ves Ma­ceo, o pro­jec­to tem co­mo fi­na­li­da­de pro­mo­ver um con­jun­to de ac­ções de re­vi­ta­li­za­ção das zo­nas agrí­co­las de Ca­lu­e­que, re­gu­la­ri­za­ção flu­vi­al do Cu­ne­ne, per­mi­tin­do a op­ti­mi­za­ção da pro­du­ção da cen­tral hi­dro­e­léc­tri­ca da bar­ra­gem do Ru­a­ca­ná, que vai ar­ma­ze­nar água e trans­fe­rir par­te de­la pa­ra o nor­te da vi­zi­nha Na­mí­bia, on­de vai ali­men­tar pro­jec­tos agrí­co­las, as­sim co­mo abas­te­cer a po­pu­la­ção e o ga­do.

O che­fe do ga­bi­ne­te pa­ra ges­tão da ba­cia dis­se que o pla­no de re­a­bi­li­ta­ção da bar­ra­gem tem co­mo ob­jec­ti­vo de­vol­ver à lo­ca­li­da­de de Ca­lu­e­que a di­nâ­mi­ca na ac­ti­vi­da­de agrí­co­la na pro­vín­cia do Cu­ne­ne, gran­je­a­da no pe­río­do co­lo­ni­al, bem co­mo me­lho­rar o me­ca­nis­mo de dis­tri­bui­ção dos pro­du­tos lo­cais, no âm­bi­to da di­ver­si­fi­ca­ção da eco­no­mia.

Qu­an­do for con­cluí­do, afir­mou, o pro­jec­to vai con­tar com du­as no­vas cen­trais hí­dri­cas, um no­vo ca­nal de ir­ri­ga­ção e 21 pivôs. Além da lo­ca­li­da­de de Ca­lu­e­que, a bar­ra­gem vai per­mi­tir igual­men­te a ir­ri­ga­ção do nor­te da Na­mí­bia, atra­vés da im­plan­ta­ção de três con­du­tas ele­va­tó­ri­as, no qua­dro da co­o­pe­ra­ção eco­nó­mi­ca en­tre os dois paí­ses. Ne­ves Ma­ceo acres­cen­tou que a in­ter­ven­ção na bar­ra­gem cin­giu-se prin­ci­pal­men­te na sua es­tru­tu­ra fí­si­ca, pa­ra ga­ran­tir mai­or se­gu­ran­ça e a sua lon­ge­vi­da­de, ten­do em con­ta que a mes­ma ha­via si­do des­truí­da por al­tu­ra do con­fli­to ar­ma­do.

Se­gun­do o che­fe do ga­bi­ne­te de ges­tão pa­ra o rio Cu­ne­ne, nes­te mo­men­to es­tá-se a con­cluir as con­du­tas ele­va­tó­ri­as da zo­na sul, que vão ser­vir pa­ra o abas­te­ci­men­to de água à po­pu­la­ção e o ca­nal de ir­ri­ga­ção, en­quan­to na zo­na nor­te se ul­ti­ma a cons­tru­ção da al­bu­fei­ra pa­ra fins agrí­co­las e a cri­a­ção de be­be­dou­ros pa­ra o ga­do. Pa­ra o res­pon­sá­vel das obras, es­tão tam­bém em fa­se de con­clu­são o sis­te­ma de bom­ba­gem pa­ra o abas­te­ci­men­to de água aos cam­pos agrí­co­las de Ca­lu­e­que, a re­pa­ra­ção do equi­pa­men­to hi­dro­me­câ­ni­co do des­car­re­ga­dor das chei­as e da des­car­ga de fun­do, bem co­mo a ins­ta­la­ção dos lim­pa-gre­lhas e das com­por­tas de iso­la­men­to da es­ta­ção do ele­va­tó­rio sul.

Ne­ves Ma­ceo deu a co­nhe­cer que no mês de Fe­ve­rei­ro acon­te­ce a tes­ta­gem de to­das as má­qui­nas ins­ta­la­das e, de­pois de com­pro­va­da, se­gue-se o ar­ran­que de­fi­ni­ti­vo do em­pre­en­di­men­to, que vai pas­sar a bom­be­ar água pa­ra a Zo­na Es­pe­ci­al Eco­nó­mi­ca de Ca­lu­e­que (ZEEC) e a Re­pú­bli­ca da Na­mí­bia.

ELAUTÉRIO SILIPULENI

A re­a­bi­li­ta­ção da bar­ra­gem hí­dri­ca de Ca­lu­e­que con­tem­pla a re­cu­pe­ra­ção das es­tru­tu­ras fí­si­cas e co­lo­ca­ção de no­vas com­por­tas

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.