Ha­mil­ton ve­loz no Bra­sil

Jornal de Angola - - DESPORTO -

Nu­ma qua­li­fi­ca­ção ex­tre­ma­men­te emo­ci­o­nan­te, que ape­nas fi­cou de­ci­di­da nos úl­ti­mos ins­tan­tes, Lewis Ha­mil­ton al­can­çou on­tem a 11ª “po­le po­si­ti­on” em 20 qua­li­fi­ca­ções já re­a­li­za­das. O piloto bri­tâ­ni­co, que es­ta­be­le­ceu o tem­po de 1m10.736s, su­pe­rou o seu co­le­ga de equi­pa, Ni­co Ros­berg, por ape­nas 0,102s nu­ma qua­li­fi­ca­ção on­de mais uma vez ape­nas os ho­mens da Mercedes, os úni­cos a en­tra­rem no se­gun­do 10, lu­ta­ram pelo pri­mei­ro lu­gar da gre­lha de par­ti­da. Nu­ma fa­se em que os dois pi­lo­tos es­tão a dis­pu­tar in­ten­sa­men­te o tí­tu­lo, tu­do es­tá em aber­to pa­ra a cor­ri­da de ho­je às 18h00.

No ter­cei­ro lu­gar e já a mais de 0,6s fi­cou Ki­mi Raik­ko­nen. O piloto da Fer­ra­ri foi o me­lhor dos ou­tros e ba­teu por 81 mi­lé­si­mos Max Vers­tap­pen. Se­bas­ti­an Vet­tel co­lo­cou o se­gun­do Fer­ra­ri na quin­ta po­si­ção. Se­guiu-se Da­ni­el Ric­ci­ar­do e Ro­main Gros­je­an que ao fi­car na sé­ti­ma po­si­ção ofe­re­ceu à Ha­as uma das me­lho­res qua­li­fi­ca­ções do ano. Os dois pi­lo­tos da For­ce In­dia, Ni­co Hul­ken­berg e Ser­gio Pe­rez, fi­ca­ram na oi­ta­va e no­na po­si­ções, res­pec­ti­va­men­te, en­quan­to Fer­nan­do Alon­so sal­vou a hon­ra da McLa­ren ao con­se­guir en­trar na Q3 e fi­car com o 10º posto, mas já mui­to dis­tan­te do tem­po da po­le.

Tot­to Wolff te­le­fo­nou a Jos Vers­tap­pen pa­ra o an­ti­go piloto fa­lar com o fi­lho no sen­ti­do de Max não se in­tro­me­ter na lu­ta pelo tí­tu­lo entre Ni­co Ros­berg e Lewis Ha­mil­ton, com al­gu­ma ma­no­bra em pis­ta.

A Red Bull já re­a­giu in­dig­na­da com o que cha­mou de uma in­tro­mis­são do director da Mercedes na equi­pa pe­la ma­ni­pu­la­ção de um dos seus pi­lo­tos.

“Só qu­e­ria di­zer ao pai de­le, que co­nhe­ço há mui­to tem­po, que se­ria uma pe­na se Max in­ter­fe­ris­se na lu­ta pelo tí­tu­lo com uma ma­no­bra sem pen­sar”, afir­mou Wolff à “Au­to Mo­tor und Sport”, com os ata­ques de Max Vers­tap­pen à po­si­ção de Ros­berg no GP do Mé­xi­co ain­da na ca­be­ça de mui­ta gen­te.

A Red Bull re­a­giu pe­la voz do seu con­se­lhei­ro des­por­ti­vo. “Is­to es­tá ca­da vez mais ab­sur­do. Se o se­nhor Wolff quer al­go de nós, de­ve­ria pôr-se em con­tac­to com as pes­so­as da Red Bull e não com o pai de­le”, afir­mou à pu­bli­ca­ção ale­mã Hel­mut Mar­ko, com in­dig­na­ção. “Nun­ca vi in­tro­mis­são se­me­lhan­te. Te­le­fo­nar ao pai de um piloto pa­ra ma­ni­pu­lá-lo é uma má ati­tu­de.”

Wolff de­fen­deu a bon­da­de do seu com­por­ta­men­to: “Ele con­fia no seu pai, é a úni­ca pes­soa que ou­ve. Há uma es­pi­ral de notícias ne­ga­ti­vas so­bre o Max e ele não o me­re­ce. Se de­ci­de o cam­pe­o­na­to com um aci­den­te com o Ni­co ou o Lewis, es­sa ima­gem ne­ga­ti­va se­ria com­ple­ta. Só que­ro que se dê con­ta dis­so.”

Director em apu­ros

Por seu la­do, Ron Den­nis apre­sen­tou uma ofer­ta de com­pra da McLa­ren por um gru­po de in­ves­ti­do­res chi­ne­ses e os ou­tros ac­ci­o­nis­tas do cons­tru­tor au­to­mó­vel in­glês não só re­cu­sa­ram a pro­pos­ta co­mo te­rão de­ci­di­do afas­tar o director exe­cu­ti­vo.

A no­tí­cia da “Sky” re­fe­re que o es­ta­do mai­or da McLa­ren se reu­niu sexta-feira em In­gla­ter­ra – en­quan­to a equi­pa de Fór­mu­la 1 es­tá no Bra­sil pa­ra o gran­de pré­mio de ho­je – e que os ac­ci­o­nis­tas es­tão de­ter­mi­na­dos em sus­pen­der Den­nis de fun­ções até o seu con­tra­to aca­bar em me­a­dos de Ja­nei­ro.

Ron Den­nis te­rá ten­ta­do tra­var esta in­ten­ção nos tri­bu­nais in­gle­ses, mas o “Crash.net” – que fa­la nu­ma pro­pos­ta de com­pra de 1,65 mil mi­lhões de li­bras (cer­ca de 1,5 mil mi­lhões de euros) – no­ti­cia que a jus­ti­ça ter-lhe-á ne­ga­do o pe­di­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.