Fe­de­ra­ção ofi­ci­a­li­za acor­do com os Ca­si­nos de An­go­la

Jornal de Angola - - DESPORTO - ARMINDO PE­REI­RA |

A Fe­de­ra­ção An­go­la­na de Pa­ti­na­gem (FAP) ofi­ci­a­li­zou o acor­do com os Ca­si­nos de An­go­la, em re­pre­sen­ta­ção da Plu­ri­jo­gos, o no­vo pa­tro­ci­na­dor ofi­ci­al do Cam­pe­o­na­to Na­ci­o­nal sé­ni­or mas­cu­li­no, on­tem no Ho­tel Ma­ri­nha, na Ilha do Ca­bo.

Or­ça­da em qua­tro mi­lhões de kwan­zas, a pro­va pas­sa a de­sig­nar­se Cam­pe­o­na­to Na­ci­o­nal de Hó­quei Ca­si­nos de An­go­la, com ba­se na par­ce­ria ru­bri­ca­da en­tre o vi­ce­pre­si­den­te pa­ra o Mar­ke­ting e Co­mu­ni­ca­ção da FAP, Pedro Azevedo “Chi­pi­ta”, e a di­rec­to­ra pa­ra o Mar­ke­ting e Co­mu­ni­ca­ção da Plu­ri­jo­gos, Te­re­sa Vi­e­gas.

Em de­cla­ra­ções à im­pren­sa, Pedro Azevedo es­cla­re­ceu que nes­ta edi­ção do cam­pe­o­na­to as equi­pas ain­da não vão be­ne­fi­ci­ar di­rec­ta­men­te des­te pa­tro­cí­nio, mas ga­ran­tiu que os pré­mi­os pa­ra os três pri­mei­ros clas­si­fi­ca­dos, bem co­mo as dis­tin­ções pa­ra o me­lhor mar­ca­dor e guar­da-re­des me­nos ba­ti­do es­tão acau­te­la­dos.

“Não va­mos po­der fa­zer o que pre­ten­día­mos, com­par­ti­ci­par nos cus­tos que os clu­bes têm, so­bre­tu­do aque­les que atra­ves­sam al­gu­mas di­fi­cul­da­des, em fun­ção da ac­tu­al cri­se fi­nan­cei­ra. Há o pré­mio es­ti­pu­la­do de 500 mil kwan­zas pa­ra o pri­mei­ro clas­si­fi­ca­do, 250 pa­ra o se­gun­do, 150 pa­ra o ter­cei­ro, 50 mil pa­ra o me­lhor jo­ga­dor e me­lhor guar­da-re­des”, su­bli­nhou.

A ideia é be­ne­fi­ci­ar mais os clu­bes. Es­ta ver­ba vai per­mi­tir ter uma me­lhor or­ga­ni­za­ção, quer a ní­vel da pro­va na­ci­o­nal quer a ní­vel da ges­tão, na even­tu­a­li­da­de de se le­var a re­a­li­za­ção do Cam­pe­o­na­to Na­ci­o­nal a qual­quer pon­to do país, gra­ças a es­ta par­ce­ria.

Se­gun­do ain­da Pedro Azevedo, exis­te a pos­si­bi­li­da­de de fa­zer uma li­ga com pré­mi­os mais ali­ci­an­tes em re­la­ção aos que exis­tem ho­je, o que no seu en­ten­der se­rá um be­ne­fí­cio pa­ra qual­quer uma das equi­pas que par­ti­ci­pam no cam­pe­o­na­to.

Se­gun­do Te­re­sa Vei­gas, o pro­to­co­lo ho­ra as­si­na­do en­qua­dra-se no alar­ga­men­to da sua po­lí­ti­ca de res­pon­sa­bi­li­da­de so­ci­al, cul­tu­ral e des­por­ti­va. A Plu­ri­jo­gos en­trou de for­ma de­fi­ni­ti­va no apoio ao des­por­to na­ci­o­nal, de­pois de ter pa­tro­ci­na­do em 2015 a Su­per­ta­ça Vla­de­mi­ro Ro­me­ro e Su­per­ta­ça fe­mi­ni­na de basquetebol sé­ni­or, à se­me­lhan­ça des­te ano.

Além do na­ci­o­nal, es­te ano a mar­ca pa­tro­ci­nou o Tor­neio Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos, em Agos­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.