Rui Vi­tó­ria en­fren­ta ma­ré de le­sões

Jornal de Angola - - DESPORTO -

An­dré Hor­ta vol­tou a le­si­o­nar-se e au­men­tou de no­vo o nú­me­ro de cli­en­tes do de­par­ta­men­to mé­di­co do Ben­fi­ca. O mé­dio por­tu­guês é o mais re­cen­te jo­ga­dor dos en­car­na­dos a en­trar de bai­xa, nu­ma épo­ca in­crí­vel sob o pon­to de vis­ta clí­ni­co e que já le­vou 20 jo­ga­do­res a re­gis­ta­rem-se na enfermaria.

O tra­ba­lho de­sem­pe­nha­do por Rui Vi­tó­ria tem si­do co­arc­ta­do pe­las su­ces­si­vas le­sões que o plan­tel tem so­fri­do. O Mais­fu­te­bol fez a re­co­lhas dos da­dos dis­po­ni­bi­li­za­dos pe­lo clu­be e ve­ri­fi­cou que, des­de a pré-tem­po­ra­da, hou­ve já 29 si­tu­a­ções de saú­de que im­pe­di­ram os jo­ga­do­res de da­rem con­tri­bu­to.

O pro­ble­ma é trans­ver­sal a to­dos os sec­to­res da equi­pa, des­de a ba­li­za até ao ata­que. Pa­ra além dis­so, re­for­ce-se, nem to­das as si­tu­a­ções acon­te­ce­ram ao ser­vi­ço das águias, co­mo são, por exem­plo, os ca­sos de An­dré Hor­ta ou Raul Ji­me­nez.

O Ben­fi­ca não é o úni­co clu­be da Eu­ro­pa com um pro­ble­ma gra­ve de le­sões. O Bo­rus­sia Dort­mund é o ca­so mais fá­cil de apon­tar, pe­lo me­di­a­tis­mo do em­ble­ma ale­mão e por­que quan­do vi­si­tou Al­va­la­de pa­ra de­fron­tar o Spor­ting ti­nha 11 le­si­o­na­dos ao mes­mo tem­po.

No Bar­ce­lo­na, Ini­es­ta so­freu con­tu­são no jo­e­lho e ro­tu­ra par­ci­al do li­ga­men­to la­te­ral do jo­e­lho. É o ca­so mais com­pli­ca­do em Camp Nou.

Ape­sar das mui­tas le­sões des­de Ju­lho, os en­car­na­dos nun­ca che­ga­ram a ter 11 fu­te­bo­lis­tas ins­cri­tos no bo­le­tim clí­ni­co. Se­te foi o nú­me­ro má­xi­mo, em in­for­ma­ções di­vul­ga­das em dois di­as 13: de Se­tem­bro (Jar­del, Da­ni­lo, Ra­fa, Jo­nas, Jo­vic, Raul e Mi­tro­glou) e Ou­tu­bro (Jú­lio César, Jo­nas, Jar­del, Raúl Ji­me­nez, Sa­ma­ris, Ra­fa e An­dré Hor­ta).

Pa­ra além do Dort­mund, há o Bar­ce­lo­na. De acor­do com uma le­van­ta­men­to fei­to pe­lo jor­nal Mar­ca, os ca­ta­lães já ti­ve­ram 17 jo­ga­do­res le­si­o­na­dos e 21 ca­sos clí­ni­cos: um nú­me­ro mui­to pa­re­ci­do ao das águias, mas ain­da as­sim me­nor.

Atra­vés dos bo­le­tins clí­ni­cos e in­for­ma­ções clí­ni­cas avan­ça­das pe­lo Ben­fi­ca, e su­bli­nhe-se aqui a fon­te, a mai­or par­te das le­sões são trau­má­ti­cas, ou se­ja, de pre­ven­ção di­fí­cil.

O ca­so de Fej­sa ser­vi­rá de exem­plo, por­que é um dos mais re­cen­tes: o sér­vio le­si­o­nou-se pe­la se­gun­da vez na épo­ca de­pois de ter re­ce­bi­do uma for­te en­tra­da de um ad­ver­sá­rio no jo­go com o Dí­na­mo Ki­ev.

Na con­ta­bi­li­da­de, há 16 le­sões que en­tram na clas­si­fi­ca­ção de trau­má­ti­cas: aque­las que são des­cri­tas pe­lo de­par­ta­men­to clí­ni­co do Ben­fi­ca com es­se mes­mo no­me, e as en­tor­ses, pro­vo­ca­das por ou­tros ou pe­lo pró­prio atle­ta, mas que não se tra­tam de le­sões mus­cu­la­res. Ape­sar da mai­o­ria das le­sões se­rem trau­má­ti­cas, Jar­del já so­freu du­as mus­cu­la­res.

Já es­tas são dez e es­tão mui­to mais li­ga­das à pre­pa­ra­ção do atle­ta do que as an­te­ri­o­res. Re­cor­ren­do à Fej­sa: es­tar no to­po da for­ma fí­si­ca de pou­co lhe va­le­ria pa­ra evi­tar a en­tor­se da ti­bi­o­tár­si­ca so­fri­da fren­te ao D. Ki­ev. Éder­son tem um ca­pí­tu­lo só pa­ra ele, por­que um pro­ble­ma no me­nis­co tan­to po­de ser trau­má­ti­co co­mo de­ge­ne­ra­ti­vo. E não há in­for­ma­ção com­ple­men­tar.

Jo­nas ga­ran­te que não es­tá de­pri­mi­do. O in­ter­na­ci­o­nal bra­si­lei­ro su­bli­nhou que a re­cu­pe­ra­ção de­cor­re, em ter­mos men­tais, de mo­do nor­mal. No en­tan­to, o ca­mi­so­la 10 tem si­do o ca­so mais pro­ble­má­ti­co de to­dos.

O pri­mei­ro pro­ble­ma sur­giu a 31 de Ju­lho. Jo­nas fi­cou com gri­pe e fa­lhou o jo­go com o Lyon por cau­sa dis­so. Es­ta­va-se na pré-tem­po­ra­da e, cu­ri­o­sa­men­te, o en­con­tro com os fran­ce­ses iria tra­zer mais bai­xas: An­dré Al­mei­da e Mi­tro­glou com trau­ma­tis­mos fa­ci­ais.

Foi nes­se con­tex­to que sur­giu Jo­sé Gomes, por exem­plo. A 9 de Se­tem­bro, os en­car­na­dos in­for­ma­vam das le­sões de Jo­nas, Mi­tro­glou e Ji­me­nez. A li­nha avan­ça­da era de­vas­ta­da e o Ben­fi­ca par­tiu pa­ra a es­treia na Li­ga dos Cam­peões sem ne­nhum dos ma­ta­do­res: jo­ga­ram Gu­e­des e Cer­vi na fren­te. Es­te en­con­tro foi, pro­va­vel­men­te, o que mais do­res de ca­be­ça deu ao trei­na­dor, pois te­ve to­do o sec­tor le­si­o­na­do: Lu­ka Jo­vic tam­bém es­ta­va de fo­ra por le­são.

As­sim, e co­mo Jo­sé Gomes já ac­tu­ou pe­lo Ben­fi­ca, o Mais­fu­te­bol in­cluiu-o no lo­te de fu­te­bo­lis­tas que re­sis­tem às le­sões. Os res­tan­tes são Pau­lo Lo­pes, Li­san­dro, Lin­de­lof, Eli­seu, Nelson Se­me­do, Ce­lis, Piz­zi, Car­ril­lo, Gu­e­des e Cer­vi.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.