Max Vers­tap­pen re­co­men­da cal­ma

Jornal de Angola - - DESPORTO -

A exi­bi­ção de Max Vers­tap­pen na pis­ta en­char­ca­da de In­ter­la­gos não dei­xou nin­guém in­di­fe­ren­te ao ta­len­to do jo­vem ho­lan­dês, mas o pi­lo­to da Red Bull faz ques­tão de co­lo­car um tra­vão ao âni­mo – pe­lo me­nos ao seu, pois é pre­ci­so cal­ma pa­ra con­ti­nu­ar a me­lho­rar.

Ni­ki Lau­da foi lo­go dos pri­mei­ros a exal­tar a cor­ri­da do jo­vem Max co­mo “in­crí­vel” e ti­ran­do o cha­péu di­an­te do pai do pi­lo­to, Jos Vers­tap­pen em si­nal de pa­ra­béns. “Não o faz mui­tas ve­zes. É es­pec­ta­cu­lar sa­ber que o fez di­an­te do meu pai”, re­co­nhe­ceu o pi­lo­to de 19 anos.

Des­se ges­to aos ras­ga­dos elo­gi­os de vá­ri­os an­ti­gos pi­lo­tos e ho­mens da Fórmula 1 até às com­pa­ra­ções com Ayr­ton Sen­na ou Mi­cha­el Schu­ma­cher por con­du­ções his­tó­ri­cas na chu­va foi um pas­so mui­to cur­to.

Mas o jo­vem Max não se dei­xa per­der na sua li­nha de con­du­ção: “O que es­tá es­cri­to es­tá tu­do mui­to bem. Mas é im­por­tan­te per­ma­ne­cer cal­mo. De­ve­mos se­guir sem­pre a me­lho­rar, por­que nun­ca se é su­fi­ci­en­te­men­te bom.”

A Li­berty Me­dia tem a in­ten­ção de au­men­tar o ca­len­dá­rio da Fórmula 1 no nú­me­ro de cor­ri­das e um dos lo­cais ago­ra re­ve­la­dos co­mo mais ape­te­ci­dos é Las Ve­gas, fa­zen­do uma pro­va noc­tur­na na ca­pi­tal do jo­go dos Es­ta­dos Uni­dos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.