Cons­tru­ção de tri­bu­nal mi­li­tar en­tre as pri­o­ri­da­des do sec­tor

Jornal de Angola - - POLÍTICA - MAIOMONA ARTUR |

O se­cre­tá­rio de Es­ta­do pa­ra os Di­rei­tos Hu­ma­nos apon­tou co­mo pri­o­ri­da­de pa­ra a pro­vín­cia do Bengo a cons­tru­ção e ape­tre­cha­men­to do Tri­bu­nal Mi­li­tar, bem co­mo de um cen­tro de re­e­du­ca­ção e aco­lhi­men­to de me­no­res em con­fli­to com a lei.

An­tó­nio Ben­to Bem­be fa­la­va em Ca­xi­to, no fim da sua vi­si­ta de dois dias ao Bengo, que vi­sou cons­ta­tar o fun­ci­o­na­men­to do sec­tor na­que­la pro­vín­cia. In­for­mou que os ór­gãos da ad­mi­nis­tra­ção da jus­ti­ça no Bengo vão au­men­tar o pes­so­al, por for­mas a cor­res­pon­de­rem com as ne­ces­si­da­des dos pro­ces­sos e ca­sos re­me­ti­dos nos tri­bu­nais. A me­lho­ria das infra-es­tru­tu­ras, dis­se, é ou­tra apos­ta do sec­tor.

O se­cre­tá­rio de Es­ta­do de­fen­deu a divulgação de ma­té­ri­as so­bre di­rei­tos hu­ma­nos, pa­ra a pro­tec­ção dos di­rei­tos dos ci­da­dãos.

“As ins­ti­tui­ções ju­di­ci­ais, ad­mi­nis­tra­ções mu­ni­ci­pais e vá­ri­os or­ga­nis­mos dos sec­to­res pú­bli­co e pri­va­do de­vem di­vul­gar os di­rei­tos hu­ma­nos nas co­mu­ni­da­des, pa­ra que os ci­da­dãos pos­sam sen­tir-se pro­te­gi­dos”, dis­se. Du­ran­te a sua es­ta­da no Bengo, Ben­to Bem­be vi­si­tou a ca­deia de Ca­bo­xa, on­de exor­tou os re­clu­sos que fo­rem pos­tos em li­ber­da­de a ab­di­ca­rem de cri­mes e maus com­por­ta­men­tos que ti­ram o sos­se­go e a har­mo­nia das fa­mí­li­as. Exor­tou ain­da a po­pu­la­ção pri­si­o­nal a es­tar ocu­pa­da nas áre­as dos des­por­tos e ar­tes e ofí­ci­os, pa­ra a sua so­ci­a­li­za­ção.

Ma­ni­fes­tou a sua pre­o­cu­pa­ção pe­lo fac­to da po­pu­la­ção pe­nal na ca­deia de Ca­bo­xa ser jo­vem. Dis­se que se es­tes não ti­ves­sem es­ta­do em con­fli­to com a lei, nes­te mo­men­to po­de­ri­am es­tar a con­tri­buir pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to do país e da pro­vín­cia do Bengo, em par­ti­cu­lar.

O se­cre­tá­rio de Es­ta­do An­tó­nio Ben­to Bem­be dis­se não ter en­con­tra­do ca­sos de ex­ces­so de pri­são pre­ven­ti­va em Ca­bo­xa, o que, em seu en­ten­der, re­ve­la os bons re­sul­ta­dos da acção dos ma­gis­tra­dos ju­di­ci­ais com vis­ta ao res­pei­to dos pres­su­pos­tos con­sa­gra­dos nos ma­nu­ais dos di­rei­tos hu­ma­nos.

Si­tu­a­da na co­mu­na das Ma­bu­bas, mu­ni­cí­pio do Dan­de, pro­vín­cia do Bengo, a ca­deia de Ca­bo­xa tem ca­pa­ci­da­de pa­ra aco­lher 1.068 re­clu­sos, es­tan­do ac­tu­al­men­te com 887, dos quais 610 con­de­na­dos e 277 de­ti­dos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.