Fun­ci­o­ná­ri­os pú­bli­cos be­ne­fi­ci­am de for­ma­ção

Jornal de Angola - - PROVÍNCIAS - LOURENÇO BULE |

O aten­di­men­to aos cli­en­tes que di­a­ri­a­men­te aflu­em aos di­fe­ren­tes ser­vi­ços da ad­mi­nis­tra­ção pú­bli­ca na pro­vín­cia do Cuando Cubango vai co­nhe­cer me­lho­ri­as, com o lan­ça­men­to, na ci­da­de de Me­non­gue, do Pro­gra­ma de Va­lo­ri­za­ção do Ser­vi­ço Pú­bli­co, uma pro­mo­ção da di­rec­ção pro­vin­ci­al da Ad­mi­nis­tra­ção Pú­bli­ca, Tra­ba­lho e Se­gu­ran­ça So­ci­al (APTSS).

O vi­ce-go­ver­na­dor do Cuando Cubango pa­ra o sec­tor Po­lí­ti­co e So­ci­al, Pe­dro Ca­me­lo, que pre­si­diu o ac­to, re­al­çou a im­por­tân­cia que o pro­gra­ma de va­lo­ri­za­ção do ser­vi­ço pú­bli­co jo­ga no aten­di­men­to das pes­so­as que pro­cu­ram so­lu­ção pa­ra os seus pro­ble­mas.

Pe­dro Ca­me­lo sa­li­en­tou que os ser­vi­ços pú­bli­cos nas di­ver­sas áre­as de­vem ser mais cé­le­res nas de­ci­sões me­to­do­ló­gi­cas, co­mo for­ma de re­du­zir o tem­po de es­pe­ra e de cus­tos, pa­ra a sa­tis­fa­ção dos usuá­ri­os, bem co­mo pro­mo­ver uma ad­mi­nis­tra­ção de qua­li­da­de, ap­ta a as­su­mir uma ati­tu­de mo­der­na, pa­ra a sa­tis­fa­ção das ne­ces­si­da­des da po­pu­la­ção.

Pa­ra Pe­dro Ca­me­lo, o pro­gra­ma pres­su­põe ain­da a me­lho­ria das con­di­ções de aco­lhi­men­to dos ci­da­dãos, cor­res­pon­dên­cia, co­mu­ni­ca­ção ad­mi­nis­tra­ti­va e ima­gem ins­ti­tu­ci­o­nal da ad­mi­nis­tra­ção pú­bli­ca. “Não há dú­vi­das que a im­ple­men­ta­ção do pro­gra­ma de va­lo­ri­za­ção do ser­vi­ço pú­bli­co vai es­sen­ci­al­men­te pre­mi­ar, enal­te­cer e di­vul­gar exem­plos de ini­ci­a­ti­vas or­ga­ni­za­ci­o­nais e in­di­vi­du­ais, que res­ga­tem os va­lo­res de or­ga­ni­za­ção, dis­ci­pli­na e res­pon­sa­bi­li­da­de”, dis­se Pe­dro Ca­me­lo.

O vi­ce-go­ver­na­dor su­bli­nhou que é ne­ces­sá­ria uma for­ma­ção con­tí­nua dos ser­vi­do­res pú­bli­cos, mo­ti­van­do­os a re­a­li­za­rem com ze­lo, dig­ni­da­de e res­pon­sa­bi­li­da­de as ta­re­fas diá­ri­as, com o in­tui­to de con­tri­buir pa­ra uma ad­mi­nis­tra­ção pú­bli­ca do­ta­da de uma vi­são po­si­ti­va. A di­rec­to­ra pro­vin­ci­al da Ad­mi­nis­tra­ção Pú­bli­ca, Tra­ba­lho e Se­gu­ran­ça So­ci­al (APTSS), Mar­ga­ri­da Ca­fe­ca, re­al­çou que o lan­ça­men­to do Pro­gra­ma de Va­lo­ri­za­ção do Ser­vi­ço Pú­bli­co na re­gião vai, es­sen­ci­al­men­te, res­ta­be­le­cer a ima­gem po­si­ti­va do ser­vi­ço pú­bli­co, pa­ra­le­la­men­te com o seu re­co­nhe­ci­men­to co­lec­ti­vo e a im­por­tân­cia so­ci­al.

Mar­ga­ri­da Ca­fe­ca afir­mou que a acção de for­ma­ção vai in­cu­tir no fun­ci­o­ná­rio mai­or exi­gên­cia na re­la­ção de con­fi­an­ça e par­ce­ria en­tre a ad­mi­nis­tra­ção pú­bli­ca, ci­da­dãos, ope­ra­do­res eco­nó­mi­cos e so­ci­ais, bem co­mo con­fe­rir o re­for­ço de uma vi­são com­pro­me­ti­da com o êxi­to no cum­pri­men­to das su­as atri­bui­ções, com um sen­ti­do de mis­são ali­cer­ça­do na le­ga­li­da­de.

De acor­do com a res­pon­sá­vel, o ser­vi­dor pú­bli­co deve adop­tar uma pos­tu­ra de pro­fis­si­o­na­lis­mo, as­sen­te na com­pe­tên­cia, sim­pli­ci­da­de e res­pon­sa­bi­li­da­de, mo­vi­das por uma bus­ca cri­a­ti­va de so­lu­ções pa­ra o al­can­ce dos re­sul­ta­dos.

“A va­lo­ri­za­ção do ser­vi­ço pú­bli­co é um pro­jec­to de to­dos os ser­vi­do­res, in­de­pen­den­te­men­te da fun­ção que exer­ce ou ca­te­go­ria que pos­sui”, dis­se Mar­ga­ri­da Ca­fe­ca, pa­ra quem to­dos são cha­ma­dos a me­lho­rar a ad­mi­nis­tra­ção pú­bli­ca.

Mar­ga­ri­da Ca­fe­ca anun­ci­ou que os fun­ci­o­ná­ri­os pú­bli­cos e ope­ra­do­res eco­nó­mi­cos e so­ci­ais vão be­ne­fi­ci­ar de um con­jun­to de ac­ções pe­da­gó­gi­cas, cí­vi­cas e téc­ni­cas, com vá­ri­os te­mas, en­tre eles o pro­ce­di­men­to ad­mi­nis­tra­ti­vo, ima­gem téc­ni­ca de co­mu­ni­ca­ção, re­gras de aten­di­men­to ao pú­bli­co e a pau­ta de­on­to­ló­gi­ca do ser­vi­ço pú­bli­co.

O pro­gra­ma de va­lo­ri­za­ção do ser­vi­ço pú­bli­co vai con­ti­nu­ar a in­cen­ti­var a ob­ser­vân­cia da re­so­lu­ção 16/2000 de 14 de Ju­lho, so­bre a iden­ti­fi­ca­ção dos fun­ci­o­ná­ri­os pú­bli­cos e agen­tes ad­mi­nis­tra­ti­vos, as­sim co­mo a apli­ca­ção da si­na­li­za­ção obri­ga­tó­ria das ins­ti­tui­ções pú­bli­cas e áre­as in­ter­nas dos res­pec­ti­vos ser­vi­ços.

“Acre­di­ta­mos que, com a ob­ser­vân­cia des­te pro­gra­ma, ha­ve­rá uma sin­to­nia mú­tua en­tre o pa­pel dig­ni­fi­can­te do fun­ci­o­ná­rio pú­bli­co, co­mo ser­vi­dor do Es­ta­do, e a con­di­ção de ci­da­dão, co­mo uten­te, su­jei­to de di­rei­to e obri­ga­ções”, re­al­çou.

Cer­ca de 350 pes­so­as, en­tre di­rec­to­res pro­vin­ci­ais, ad­mi­nis­tra­do­res mu­ni­ci­pais ad­jun­tos, che­fes de sec­to­res, de­par­ta­men­tos e de sec­ção, e fun­ci­o­ná­ri­os pú­bli­cos oriun­dos dos no­ve mu­ni­cí­pi­os da pro­vín­cia do Cuando Cubango, mar­ca­ram pre­sen­ça no ac­to de lan­ça­men­to do Pro­gra­ma de Va­lo­ri­za­ção do Ser­vi­ço Pú­bli­co.

NICOLAU VASCO

Di­rec­to­res pro­vin­ci­ais e ad­mi­nis­tra­do­res mu­ni­ci­pais es­ti­ve­ram no ac­to de lan­ça­men­to do Pro­gra­ma de Va­lo­ri­za­ção do Ser­vi­ço Pú­bli­co

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.