Se­gun­da fa­se de re­a­bi­li­ta­ção am­plia ca­pa­ci­da­de do Por­to

Jornal de Angola - - POLÍTICA -

O Ins­ti­tu­to Ma­rí­ti­mo e Por­tuá­rio de An­go­la (IMPA) e a Agên­cia de Co­o­pe­ra­ção In­ter­na­ci­o­nal do Ja­pão (JICA) as­si­na­ram on­tem, em Lu­an­da, um acor­do de do­a­ção pa­ra a se­gun­da fa­se de re­a­bi­li­ta­ção do Por­to do Namibe, na pro­vín­cia com o mes­mo no­me.

Fo­ram sig­na­tá­ri­os do acor­do de do­a­ção, no va­lor de mais de dois mil mi­lhões de ie­nes ja­po­ne­ses (JPY 2.136.000.000), o director ge­ral do IMPA, Vic­tor Alexandre de Car­va­lho e o re­pre­sen­tan­te­che­fe da JICA-Áfri­ca do Sul, Hi­royu­ki Ki­no­mo­to.

O acor­do vi­sa re­a­bi­li­tar o cais 3B das ins­ta­la­ções Por­tuá­ri­as do Namibe A co­o­pe­ra­ção en­tre os dois paí­ses, re­gi­da sob os mol­des de “Acor­do de Do­a­ção”, te­ve iní­cio em 2008, on­de na pri­mei­ra fa­se pro­ce­deu-se à re­a­bi­li­ta­ção do cais 3A das ins­ta­la­ções por­tuá­ri­as do Namibe, se­gui­da de um estudo de vi­a­bi­li­da­de pa­ra a re­a­bi­li­ta­ção do cais 3B.

Em Ja­nei­ro de 2016, pro­ce­deu-se à Tro­ca de No­tas en­tre os Go­ver­nos de An­go­la e do Ja­pão re­la­ti­va à do­a­ção de dois bi­lhões e cen­to e trin­ta e seis mi­lhões de ie­nes ja­po­ne­ses (JPY 2.136.000.000), vi­san­do for­ta­le­cer a co­o­pe­ra­ção eco­nó­mi­ca ja­po­ne­sa e o de­sen­vol­vi­men­to eco­nó­mi­ca e so­ci­al da Re­pú­bli­ca de An­go­la. Tal do­a­ção foi alo­ca­da à se­gun­da fa­se da re­a­bi­li­ta­ção do por­to do Namibe, pa­ra a qual es­ti­ve­ram em An­go­la mis­sões da JICA que em con­jun­to com o Ins­ti­tu­to Ma­rí­ti­mo e Por­tuá­rio de An­go­la, bem co­mo a Em­pre­sa Por­tuá­ria do Namibe, de­fi­ni­ram as li­nhas de ba­se pa­ra a ma­te­ri­a­li­za­ção do ci­ta­do pro­jec­to.

Em Agos­to, o Ja­pão ma­ni­fes­tou dis­po­ni pa­ra fi­nan­ci­ar a se­gun­da fa­se do pro­jec­to de mo­der­ni­za­ção do por­to do Namibe, a fim de au­men­tar a ca­pa­ci­da­de de pro­ces­sa­men­to de car­gas. Nu­ma vi­si­ta ao Namibe, o em­bai­xa­dor do Ja­pão em An­go­la, Ku­ni­a­ki Ito, dis­cu­tiu­com a ad­mi­nis­tra­ção do Por­to os cus­tos as­so­ci­a­dos à se­gun­da fa­se do pro­jec­to de mo­der­ni­za­ção, a fim de de­ter­mi­nar o seu cus­to re­al.

A pri­mei­ra fa­se de re­cu­pe­ra­ção e de mo­der­ni­za­ção do por­to do Namibe, fi­nan­ci­a­da pe­lo go­ver­no ja­po­nês, cus­tou 24 mi­lhões de dó­la­res e con­sis­tiu no alar­ga­men­to do cais de 240 pa­ra 875 me­tros.

Com ba­se nes­se pro­jec­to, o por­to ga­nhou um par­que de es­ta­ci­o­na­men­to com 25 mil me­tros qua­dra­dos, pro­ce­deu à mo­der­ni­za­ção das vi­as de aces­so do re­cin­to por­tuá­rio e do sis­te­ma de abas­te­ci­men­to de água aos na­vi­os, en­tre ou­tras obras. A se­gun­da fa­se con­sis­te no au­men­to da pro­fun­di­da­de pa­ra per­mi­tir a atra­ca­ção de na­vi­os de mai­or ca­la­do e afir­mar-se co­mo a mai­or infra-es­tru­tu­ra por­tuá­ria da re­gião sul de An­go­la.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.